Anúncios

Você sabe por que faz sacrifícios?

Aprendi com um mestre que “Sacrifício é temporário. Recompensa é para sempre”. Será que os nossos sacrifícios têm as recompensas que queremos ou estamos sofrendo sem causa?

“O valor fundamental da vida depende da percepção e do poder de contemplação ao invés da mera sobrevivência”.
(Aristóteles)

Aprendi com um mestre que “Sacrifício é temporário. Recompensa é para sempre”. Será que os sacrifícios têm as recompensas que queremos ou estamos sofrendo sem causa?

A recompensa é um produto do seu desejo e o nível de importância será definido pelo significado e valor que designa. O significado está atrelado à influência que o ambiente exterior causa no seu Eu interior e vice-versa, gerando a sua percepção de mundo.

Pessoas procuram técnicas, ferramentas e métodos para se manterem motivadas na conquista de uma meta, desconhecem que os comportamentos condicionados de acordo com o significado estabelecido impactam diariamente no que anseiam.

De acordo com experimentos realizados por Dan Ariely (professor de psicologia e economista comportamental), foram identificados dois tipos de condições:

1) Condição de Significância: são ações que tem propósito para realização.

2) Condição Sísifo: são ações que resultarão num trabalho inútil. (Ele nomeou essa condição de acordo com a história mitológica do deus grego Sísifo, que havia sido condenado a escalar uma montanha com uma rocha nas costas, quando chegasse ao topo, repetiria essa ação eternamente. Se pensar, não existia progresso nessa atividade, portanto, não existia produtividade para ninguém).

Quando se compreende o significado dos comportamentos, despende-se tempo, energia e esforço para realizar. Caso contrário, os comportamentos serão inconscientes e não se chegará nos resultados propostos.

Pense no seu objetivo e responda:

  • Qual é o propósito desse objetivo?
  • Que significado tem para sua vida?
  • Que passos precisa dar para torná-lo realidade?
  • Quais serão os resultados gerados no decorrer e a partir da sua conclusão?

As respostas são para clarear o seu objetivo e, principalmente, para criar conexão com o propósito e ações que precisam ser executadas com engajamento, foco e sem medir esforços para pôr tudo em prática.

“Não existe um caminho para felicidade. A felicidade é o caminho”.
(Mahatma Gandhi)

Grande abraço,

Mayra Soares

Mayra Soares Author
Mayra Soares tem 11 anos de experiência profissional em Gestão e Desenvolvimento de Pessoas. É Mentora pela Erlich Consultoria, Trainer Comportamental pelo Instituto de Formação de Treinadores (IFT), Master Coach com especialização em Business and Executive Coaching e Professional and Self Coaching, Consultora Analista Comportamental e Avaliação 360º certificada pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), Behavioral Coaching Institute (BCI), International Coaching Council (ICC), European Coaching Association (ECA), Global Coaching Community (GCC), International Association of Coaching (IAC), Metaforum International e International Association of Coaching Institutes, Practitioner em PNL pela SCORE e Leader Coach pela Ellite Consultoria. Graduada em Gestão de Recursos Humanos, Pós-graduada Docência no Ensino Superior e Pós-Graduanda em Essencial Master Coaching. Coautora dos livros COACHING NAS EMPRESAS – Estratégias de Coaching para o ambiente corporativo e RH Trabalho e Aprendizado.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa