fbpx

Viver com responsabilidade

Ser responsável é agir de acordo com seus princípios, assumindo as consequências dos próprios atos. Apesar disto, muitos possuem dificuldades em expressar isso em suas ações. Como adquirir essa responsabilidade?

Ser responsável é agir de acordo com seus princípios, assumindo as consequências dos próprios atos. Apesar disso, muitos possuem dificuldades em expressar isso em suas ações, surgindo uma questão que coloca em dúvida a mente do ser humano: Como adquirir essa responsabilidade?

Isso ocorre quando o indivíduo chega a um nível de maturidade capaz de identificar e compreender as diretrizes de sua vida, referente a idade que possui, de acordo com aquilo que já consegue discernir.

Teoricamente, cada etapa da vida possui suas responsabilidades e é preciso que uma criança arque com as consequências de suas ações, assim como o adulto deve fazer. Contudo, nem sempre é o que acontece, pois em muitos casos, responsabilizamos outras pessoas quando nos deparamos com dificuldades ou situações desagradáveis, mas na realidade, nós vivemos como queremos, através de nossas escolhas.

A vida é feita de decisões! Somos nós que escolhemos aonde ir, como conduzir nossos caminhos, com quem queremos nos relacionar, mas é necessário administrar com cautela cada atitude para que possamos encontrar a tão sonhada felicidade.

Mas aí, surge outra dúvida: Como encontrar a felicidade? Não existe uma receita certa para isso. É preciso viver em constante transformação para adaptar o que desejamos à realidade dos fatos e conquistar uma vida mais feliz. O caminho pode nem sempre ser o mais fácil, mas é necessário percorrê-lo, assumindo cada risco, mantendo em mente que nada é imediato e que, muitas vezes, é importante usar o bom senso.

Para seguir o bom senso, nós precisamos aprender a distinguir entre o certo e o errado, entender que cada passo que damos criará efeitos que permanecerão em nossos caminhos, optando por atitudes que condizem com os valores éticos e morais que aprendemos à medida que evoluímos.

Devemos ser perceptivos com as situações que vivenciamos, orientados pelos nossos princípios, com ajuda daqueles que confiamos, pois, a experiência alheia pode ajudar a determinar as nossas próximas ações, contribuindo para que possamos nos responsabilizar por elas.

Dessa forma, mesmo quando falhamos, com responsabilidade, nós podemos prosperar e aprender com nossos próprios erros.

Se você tem dúvidas em relação a este assunto ou quer compartilhar suas experiências, então, deixe seu comentário abaixo.

Rui Mesquita

Rui Mesquita Author
Rui Mesquita é Diretor executivo do IMC, Master Coach e Coach Profissional com 4 Certificações Internacionais; Palestrante; Escritor; Programador  Neurolinguístico; Vendedor e Professor. É especialista em Comportamento Humano, Formação de líderes, Gestão de Vendas, Desenvolvimento de Processos e Gestão Empresarial, apresentador do Programa de TV e RÁDIO Liderando.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa