fbpx

Sucesso… Que tal rever nossos conceitos?

Ainda hoje Sucesso é possuir uma abundância de bens materiais. Mas as novas gerações têm encarado isto de forma diferente. Será que os jovens redefiniram o que é Sucesso? Que valores estão em jogo? São muito diferentes do que se convencionou até hoje?

O que é Sucesso para você? Ainda hoje o que se convencionou chamar de sucesso é possuir uma abundância de bens materiais. Nosso Sucesso é medido pelo fato de ter casa própria, carro, investimentos, etc. Acredito que isso já não é mais assim. A cada dia, aumenta o número de pessoas que optam em não adquirir este tipo de bens.

Estudos especializados na chamada “geração Y” (que têm cerca de 30 a 35 anos) mostram que cada vez menos eles estão interessados em adquirir casa, automóvel etc. Na verdade, eles não fazem gastos grandes, sem contar os iPhones, óbvio.

Como o cenário vem mudando e hoje os jovens estão mais atentos ao que acontece com o efeito da globalização, alguns sociólogos têm certeza que os mesmos tendem a entender que podem enfrentar crises financeiras e temem fazer grandes e longos financiamentos. Nos Estados Unidos, jovens de até 35 anos são conhecidos como “a geração dos alugadores”.

Será que os jovens redefiniram o que é Sucesso? Quais serão os valores que estão em jogo? Serão muito diferentes do que se convencionou até hoje?

A resposta é sim! Hoje valoriza-se quem investe seu dinheiro em conhecimento, experiências, viagens e até em aventuras.

O que era tido anteriormente como estável e próspero foi trocado por independência geográfica e econômica, horário de trabalho flexível, pagar aluguel e morar próximo ao trabalho. E porque não usar táxi, bicicleta ou Uber? Já pôs na ponta do lápis quanto gasta para a manutenção de seu carro? Será que não está na hora de quebrar estes paradigmas?

E se você tiver a oportunidade de ser transferido profissionalmente ou apenas resolver descansar em qualquer lugar que não seja no Brasil? Hoje, através de plataformas como “Airbnb” (Anfitriões locais em 191 países), você pode encontrar este lugar, sem burocracia nenhuma.

O que acontece hoje é que as coisas que nós possuímos nos obrigam a nos preocupar com elas. Por outro lado, experiências e aventuras vividas continuam para sempre onde estão. Ninguém pode tirá-las de você.

Hoje temos a chance de viajar mais e ir a lugares mais distantes. Temos chances de abrir um negócio próprio, ao invés de investir em bens imóveis, aprimorar nossos conhecimentos, conhecer novas culturas.

O crítico James Gamblin, colunista da revista Atlantis explica este fenômeno da seguinte maneira:

Durante os últimos dez anos, psicólogos fizeram várias investigações que demonstram que, levando em conta a felicidade e a sensação de bem estar, é muito melhor gastar dinheiro adquirindo novas experiências do que comprando coisas. Isso é o que deixa as pessoas mais felizes.

Trecho extraído do artigo de Gamblin:

Parece que as pessoas não querem ouvir histórias sobre onde você comprou uma casa, e sim ouvir o quão maravilhoso foi seu fim de semana. Até mesmo uma experiência ruim pode se transformar numa história fascinante. A interação social entre as pessoas desempenha um papel muito importante na hora de definir se elas serão felizes ou não. Logo, é preciso conversar com outras pessoas e ter muitos amigos. Obviamente, os outros irão gostar mais de ouvir sobre uma viagem maluca e inesperada, ou sobre como alguém morou em um país desconhecido, do que ouvir quantas casas alguém conseguiu comprar.

O importante é que as experiências não se desvalorizam e não podem ser roubadas. Sucesso é estar bem consigo mesmo. Ter o reconhecimento das pessoas que nos importam, tanto na vida pessoal, quanto na profissional.

E finalizando, Warren Buffet, um dos homens mais ricos do mundo, há pouco tempo declarou o seguinte:

“Eu daria toda a minha fortuna para ser reconhecido como um grande filósofo e não como o homem mais rico do mundo”.

Até o próximo encontro!

⚙️ FiToy
Elizabeth Kassis é Engenheira de Produção com pós-graduação em Varejo, Administração Financeira e Orçamentária e Desenvolvimento Empresarial. Possui Especialização em Formação de Líderes, Consultores e Facilitadores. Certificada no Instrumento MBTI Step I e II. É Empresária e consultora que atua com desenvolvimento de pessoas e organizações. Atuou como Executiva no mercado financeiro (ABN REAL, Santander, Bank Boston, Nacional e Banco Francês e Brasileiro). Líder e agregadora, focada em resultados. Conviveu em ambientes multiculturais, competitivos, inovadores e globais. Atuou durante 6 anos como Conselheira Consultiva do Banco de Investimentos LLA ANDBANK. Trabalha com Mentoring, é Professora e Palestrante.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa