fbpx

Suas experiências te servem, ou você serve suas experiências?

Como é pra você conectar-se ao presente e às sensações e experiências vivenciadas pelo seu corpo a cada exato momento? Experimente Sentir!

experiências

Suas experiências te servem, ou você serve suas experiências?

Todas as pessoas trazem consigo uma história. Experiências vividas que podem ser lembradas de forma clara e consciente, assim como outras tantas registradas em algum lugar ainda não acessado. Fato é que somos uma coletânea de tudo o que já vivemos – mas isso não é tudo!

Como assim?

É possível que nossas experiências passadas comandem nossas vidas. E que decisões e ações se baseiem assim nesse arsenal trazido racionalmente à tona a cada novo passo. A partir disso, há algo em nós, como uma voz interna, que nos alerta sobre os perigos e resultados possíveis, diante de novas situações.

Nada em nós deve ser ignorado, tampouco essa voz interna “experiente”, mas há sempre um frescor a cada nova situação. De fato, há sempre algo de novo em você, um novo sentimento, sensação presente, a cada nova interação.

Então o convite aqui é: experimente sentir!

Como é pra você conectar-se ao presente e às sensações vivenciadas pelo seu corpo a cada exato momento?

Você já experimentou, em algum momento da vida, aquele senso, que você não sabe explicar racionalmente de onde vem, que talvez chame de intuição, e permitiu-se seguir naquele fluxo? Como foi isso?

Carl Rogers, psicólogo humanista, precursor da Abordagem Centrada na Pessoa, em seu livro “Tornar-se Pessoa”, nos diz o seguinte:

“A apreciação organísmica total de uma situação é mais digna de confiança que o próprio intelecto. Seguir o caminho que se sente como bom e verdadeiro é profundamente recompensador a longo prazo. As intuições revelam muito mais do que podemos e costumamos esperar”.

Tão acostumados estamos a ouvir o intelecto, mas tão desconectados estamos do sentir. É o que sentimos, e você?

Experimente, a cada novo passo na sua vida, estar consigo mesmo de fato. Ouvir todas as suas vozes internas, todas as sensações corporais, todos os sensos a respeito do momento. Seja espaço para tudo que há em você.

Pessoas que se abrem a este processo de autoconhecimento profundo e revelador, se tornam melhores. Melhores pais, melhores líderes, melhores pessoas para si e para os outros.

Viver sempre sob um mesmo ponto de vista é limitar-se a ser quem um dia você foi. É não validar quem você é exatamente agora.

A experiência – aquela interna e presente – deveria ser a nossa suprema autoridade, pois ela revela o grau de verdade que se busca na realidade, assim já dizia Rogers.

Gostou do artigo sobre suas Experiências? Quer saber mais? Então entre em contato com a gente. Teremos o maior prazer em responder.

Brunna Martinato e Anne Bertoli   
https://www.facebook.com/somosmaesnasempresas/
https://www.linkedin.com/company/somos-m%C3%A3es/

Confira também: A facilitação de conflitos através da descoberta emocional e da comunicação congruente

 

Somos Mães nas Empresas é uma ONG e uma empresa do setor 2.5 – de cunho social, trabalhamos para a economia do cuidado. Nossas bandeiras são a #saúdepsicoemocional, a #culturafamilyfriendly e a #humanização dos ambientes de trabalho e de onde quer que as pessoas estejam.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa