fbpx
Anúncios

Soft Skills, desmitificando o conceito

O que são Soft Skills? Elas são realmente importantes para alavancar minha carreira? Quais as Soft Skills mais buscadas pelo mercado atualmente?

O que são Soft Skills

O conceito de soft skills nos remete às habilidades interpessoais e são fundamentais ao profissional atual. Daniel Goleman, autor do livro Inteligência Emocional, define o termo como “traços e comportamentos que caracterizam nossos relacionamentos com outros”.

Segundo ele, muitos profissionais não dão a devida importância ao valor destas competências no ambiente de trabalho, neste sentido, as habilidades que ela envolve são cruciais para uma carreira de sucesso.

“Conforme as estruturas organizacionais evoluem e a globalização acelera, as soft skills serão mais cruciais do que nunca”, ressalta Daniel Goleman.

Quero alavancar minha carreira, as soft skills são realmente importantes?

São as soft skills que realmente capacitam alguém para ocupar cargos de liderança, que envolve lidar com outras pessoas e consigo mesmo – apenas tecnologia e experiência não bastam.

Uma boa notícia: As Soft Skills podem ser desenvolvidas em qualquer idade, portanto faça um projeto, hoje mesmo, para aprimorá-las. Elas são consideradas como características necessárias e essenciais para que um profissional alcance os seus objetivos profissionais, aquilo que estabelece para a sua carreira.

As soft skills necessárias ao desenvolvimento profissional estão relacionadas à sua área de atuação e principalmente, à função, que pretende ocupar no mercado de trabalho.

O comportamento humano não é imutável. Então, por que não aproveitar e se tornar uma pessoa e profissional melhor?

Soft skills são competências comportamentais, ou seja, atributos pessoais que você precisa ter para estar alinhado com o mercado de trabalho. Ao contrário das hard skills, chamadas competências técnicas, as soft skills são competências mais difíceis de definir e de medir. Normalmente, elas estão relacionadas à capacidade de interagir com outras pessoas no local de trabalho.

As soft skills também costumam ser mais difíceis de aprender do que as hard skills,  Por causa disso, muitas vezes, os empregadores acabam dando preferência a candidatos que tenham boa capacidade de se relacionar com outras pessoas, por exemplo, em detrimento daqueles que têm um nível técnico um pouco inferior. Eles entendem que seja mais fácil aprender a parte técnica, do que melhorar a habilidade de relacionamentos, que é uma competência comportamental.

O que são as Hard Skills?

O mercado estará cada vez mais fechado para aqueles que não apresentarem as Soft Skills necessárias para o novo modelo de mercado.

Com os sistemas antiquados ainda em vigor nas escolas, uma relevância cada vez menor e incapacidade de acompanhar a força de trabalho em evolução – o sistema educacional que usamos desde o século passado está ultrapassado.

Da forma que a grade curricular está colocada, sem priorizar as ciências humanas que formam os comportamentos do profissional notamos que algumas empresas estão renunciando à exigência da formação escolar para valorizar o comportamento do candidato.

Cada vez mais, há empresas renomadas que não precisam mais de um diploma universitário para trabalhar, por conseguinte, recentemente, a Glassdoor criou uma lista das principais empresas em que não era necessário um diploma. Alguns incluíam potências como Apple, Google e Alibaba entre outras. Para estas empresas basta ter prática em uma área e excelentes competências comportamentais (Soft Skills) para candidatar-se a um cargo.

De um modo geral podemos dizer que hard skill é tudo aquilo que aprendemos na escola e que não esteja nos domínios do comportamento humano, ou em outras palavras, tudo o que colocamos em nosso currículo, como nossas certificações técnicas, conhecimentos específicos etc.

Um exemplo: Ter assertividade é uma soft skills, enquanto saber utilizar o programa Office é uma Hard Skill.

Quais as Soft Skills mais buscadas pelo mercado atualmente?

Existem muitas soft skills que são absolutamente necessárias, outras são muito importantes para a empresa em questão, porém existem estas, que são fundamentais:

1. Comunicação

A comunicação eficaz é fundamental para o bom funcionamento de todas as organizações, independentemente do modelo de negócios em que elas se baseiam. Por essa razão, a comunicação é uma soft skill que é buscada pelos recrutadores. Habilidade na comunicação escrita, bem como verbal deve ser destacada em seu currículo, por conseguinte, uma maneira eficaz de destacar suas habilidades de comunicação é verificar o seu currículo em busca de erros gramaticais, ortográficos e contextuais. Certifique-se de usar frases curtas e objetivas em seu currículo. Durante a entrevista o seu recrutador irá prestar atenção na sua maneira de falar, erros de concordância etc.  Cuidado com gírias e com as palavras como “né”, “tipo assim”, e tantas outras que demonstram falta de leitura e deficiência na comunicação.

2. Trabalho em equipe

Os locais de trabalho na era moderna são uma mistura de diferentes equipes que colaboram para alcançar um objetivo comum. Colaboração e trabalho em equipe é uma competência importante no mundo corporativo. Portanto, é necessário que o recrutador perceba que você é um colaborador competente e talvez até um líder. No entanto, tome cuidado para não tentar forçar a situação e supervalorizando a sua competência, o recrutador é treinado para perceber estas situações. Em vez disso, você pode provar que tem esta competência, mencionando os projetos ou eventos sociais dos quais participou. Você pode se apresentar como um líder mencionando como você orientou ou treinou pessoas durante a faculdade ou em uma determinada organização em que já tenha atuado.

3. Solução de problemas

Os empregadores estão constantemente à procura de profissionais que podem trazer uma nova perspectiva para resolver seus problemas. As soluções criativas e inovadoras são uma das competências mais procuradas. Enfim, você pode enfatizar sutilmente suas habilidades de resolução de problemas apresentando um problema ocorrido e definindo uma solução que destaque suas habilidades.

4. Além destas, existem outras habilidades comportamentais que são também muito procuradas:

  • A vontade de ser flexível, ágil e adaptável à mudança;
  • Habilidades de gerenciamento de tempo e capacidade de saber priorizar tarefas;
  • A capacidade de inovação e criatividade, ética, integridade, inteligência emocional, raciocínio complexo, negociação e persuasão.

Como você se sente em relação a esta demanda? Se não se sentir confortável, estabeleça, agora mesmo, um projeto para começar a se capacitar nos gaps existentes nas suas habilidades comportamentais.

Cleyson Dellcorso
https://www.dellcorso.com.br/

Confira também: 4 Dicas para Desenvolvimento Profissional no Home Office

 

Cleyson Dellcorso tem formação em engenharia e filosofia e suas atividades estão relacionadas ao Coaching Profissional e Pessoal, além de atuar com Coaching de Casais. Seus atendimentos têm embasamento em uma metodologia própria com fundamentação filosófico / dialógico. Possui MBA pela UCLA (EUA), com foco em gestão de pessoas, é especialista em liderança pelo Haggai Advanced Leadership Institute (Singapura) e instrutor do mesmo instituto. É professor de liderança e motivação no curso de pós-graduação em gestão de projetos (PMI) do Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada do grupo IBMEC. Atua como Coach desde 2003 e foi um dos primeiros a se especializar no atendimento a Gerentes de Projetos. É diretor do INSTITUTO DE COACHING MAIÊUTICA desde 1999 e tem como área de interesse o estudo das Inteligências – Emocional e Espiritual. Cleyson Dellcorso é casado, tem três filhos e um neto e tem como hobbies – radioamadorismo, velejar e mergulhar.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa