Sempre dê o seu melhor!

Ao desejarmos algo, devemos sempre lutar por aquilo em que acreditamos, esgotar todas as possibilidades, tentar todas as alternativas, pois ao final, independentemente do resultado, saberemos que demos o nosso melhor.

Nestes últimos dias o processo de impeachment da Dilma nos chamou a atenção. O processo foi longo, tivemos Olimpíadas no meio do caminho, mas nesta semana ele finalmente foi concluído. Muitos acompanharam horas e horas de questionamentos, argumentos, fatos e versões do processo, mas quero ressaltar aqui o que vi de mais importante: cada parte foi incisiva em suas argumentações e procurou dar o seu melhor.

Não tenho intenção aqui de me posicionar a favor ou contra o processo, nem tão pouco analisar quem fez a melhor defesa de seus pontos de vista ou teve a melhor argumentação. O que me chama a atenção em horas e horas de plenário nesta semana, foi como cada parte se preparou e argumentou com firmeza defendendo seus pontos de vista.

Em nossa vida também devemos agir assim. Ao desejarmos algo, devemos sempre dar o nosso melhor, lutar por aquilo em que acreditamos, esgotar todas as possibilidades, tentar todas as alternativas. Pois no final, independentemente do resultado, saberemos que demos o nosso melhor.

Se você quer uma promoção no trabalho, dê o seu melhor por isto. Invista em sua carreira adquirindo conhecimento, se relacionando bem com seus pares, administrando bem seu tempo. Tudo isso irá contar pontos a seu favor.

Se quer um casamento melhor, olhe e veja o(a) seu(sua) parceiro(a). Não tome por certo que ele(ela) sabe o quanto você o(a) ama. Elogie, pondere, passeie, ame, invista na relação, tire um tempo apenas para o casal sem a presença dos filhos e cuide assim desta relação que lhe é tão cara.

Se o foco for nossa saúde, será que estamos comendo o que devemos comer? Dormindo o mínimo necessário? Deixando a vida sedentária de lado e cuidando do nosso corpo como ele merece ser tratado?

Os exemplos são vários, mas a mensagem principal aqui é: dê o seu melhor pelo que você acredita. Seja carreira, vida afetiva, saúde, relação com os filhos, pouco importa. Faça bem tudo o que você se propuser a fazer, dê o seu melhor sempre. Assim, se porventura, algo não sair como você planejava, pelo menos você vai ter a certeza que fez de tudo, deu o seu melhor por aquilo. E terá sabedoria para entender que o importante é fazermos a nossa parte, sempre! Mesmo que as coisas não saiam como gostaríamos. Podemos nos arrepender do que fizemos, mas nunca nos arrepender do que deixamos de fazer.

Patrícia Camargo trabalha com Coaching de Vida e é especialista em Coaching Afetivo. É autora do site www.coachafetiva.com.br e busca com seu trabalho proporcionar uma vida afetiva plena à todas as pessoas que a procuram. Realiza atendimentos presenciais em Campinas e Sorocaba e também via Skype para todo Brasil e para brasileiros residentes no exterior. É fundadora e curadora do Grupo de Estudos de Coaching & Desenvolvimento Pessoal de Sorocaba e co-autora do livro “Coaching : grandes mestres ensinam como estabelecer e alcançar resultados extraordinários na sua vida pessoal e profissional”. Formada em Administração de Empresas, atua também como Psicanalista Clínica e Conciliadora da Justiça Federal desenvolvendo um trabalho de pacificação da sociedade.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa