fbpx

Seja seu próprio Oráculo

Está ficando doido só de lembrar que “dá mais bola fora do que dentro” na sua vida? Está perdido sem saber o que fazer e como fazer?

“Como saber o que penso antes de ouvir o que eu digo?”
(E. M. Forster, Romancista)

Está ficando doido só de lembrar que “dá mais bola fora do que dentro” na sua vida? Está perdido sem saber o que fazer e como fazer?

Esse artigo irá ajudá-lo a sair do piloto automático e fazer perguntas eficazes para tornar-se mais consciente dos seus pensamentos, comportamentos e consequências.

Na Antiguidade as pessoas esperavam que o Oráculo orientasse e dessem as respostas para os seus dilemas e sentido de vida. Penso que ainda hoje, perpetua, pois, algumas pessoas ainda esperam que alguém lhes direcione e deem as respostas. Entretanto, acredito que as melhores respostas surgem do próprio autoconhecimento porque só você conhece o seu “mapa” e qual é a melhor maneira de traçar rotas.

Antes de realizar uma atividade, fazer algumas perguntas facilita no desenvolvimento de insights e explorar opções antes desconhecidas, para se preparar para uma ação que seja direcionada e produtiva.

David Watson e Roland Tharp, foram os criadores da técnica que se tornou um livro “Self-directed Behavior”. O objetivo dessa técnica é o autoquestionamento para descobrir as razões que te motivam por trás dos comportamentos.

O comportamento é produzido pelos seus pensamentos e emoções, por esse motivo, o Método ABC (Antecedent (antecedentes) | Behavior (comportamento) | Consequences (consequências)) por meio de perguntas nos auxilia a registrar e compreender melhor nosso modo operandi.

Criar um diário de anotações e frequência dos comportamentos que você deseja gerar ou mudar, colabora para autopercepção e autoanálise. Reconhecendo os padrões de pensamento – emoção – comportamento, fica evidente o que precisará ser feito para a mudança.

Abaixo estão as perguntas para cada tópico do Método ABC:

ANTECEDENTE

  • O que você estava fazendo?
  • Onde estava?
  • Quando aconteceu?
  • Com quem você estava?
  • O que estava pensando?
  • O que estava sentindo?

COMPORTAMENTO

  • O que estava dizendo a si mesmo?
  • Qual foi o impacto do seu comportamento?
  • Que ações estava realizando?

CONSEQUÊNCIAS

  • O que aconteceu em consequência?
  • Foi agradável ou desagradável?
  • O que pode fazer para diminuir ou acabar (comportamento negativo) ou aperfeiçoar e potencializar (comportamentos positivos)?

Tornar-se responsável e consciente pelo próprio comportamento fará diferença nos resultados que terá em sua vida. Faça dessas ou mais perguntas o seu oráculo e você ficará admirado em vencer os desafios e com o que ainda pode conquistar na vida.

Grande abraço,

Mayra Soares

Mayra Soares Author
Mayra Soares tem 11 anos de experiência profissional em Gestão e Desenvolvimento de Pessoas. É Mentora pela Erlich Consultoria, Trainer Comportamental pelo Instituto de Formação de Treinadores (IFT), Master Coach com especialização em Business and Executive Coaching e Professional and Self Coaching, Consultora Analista Comportamental e Avaliação 360º certificada pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), Behavioral Coaching Institute (BCI), International Coaching Council (ICC), European Coaching Association (ECA), Global Coaching Community (GCC), International Association of Coaching (IAC), Metaforum International e International Association of Coaching Institutes, Practitioner em PNL pela SCORE e Leader Coach pela Ellite Consultoria. Graduada em Gestão de Recursos Humanos, Pós-graduada Docência no Ensino Superior e Pós-Graduanda em Essencial Master Coaching. Coautora dos livros COACHING NAS EMPRESAS – Estratégias de Coaching para o ambiente corporativo e RH Trabalho e Aprendizado.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa