fbpx

Saiba organizar as contas da sua empresa – com eBook gratuito

Chegamos ao momento em que convergem o período de contínua crise e o final do ano, mas, por mais que as dificuldades se mostrem intensas, o empreendedor não deve jogar a toalha.

Chegamos ao momento em que convergem o período de contínua crise e o final do ano, mas, por mais que as dificuldades se mostrem intensas, o empreendedor não deve jogar a toalha. Baixe gratuitamente o eBook “Técnicas para sua empresa crescer financeiramente” no site: http://info.dsop.com.br/ebook-empreendedor

O momento agora é de renovação de ânimo, pois na hora da dificuldade não adianta culpar os outros ou se esconder. O empresário tem que tomar a frente da gestão e planejar o ano de 2018 como sendo o melhor da história da empresa.

Para isso, o primeiro passo é descobrir se a operação da empresa realmente é saudável, isto é, analisar se na balança de entradas e saídas financeiras a empresa dá lucro, comparando, é claro, o cenário do passado e o do presente. Caso observe que a operação não está gerando lucro, mas sim prejuízo, essa é a hora de repensar totalmente o negócio.

É preciso pensar em possibilidades que permitam a reversão da situação, mas se acreditar que isso não seja possível, vou dar uma sugestão: feche as portas do seu negócio agora, antes que se afunde em dívidas. Tenso, não? Mas é real, se você não quer mudar a realidade de uma empresa que é deficitária, é melhor desistir dessa empreitada, antes que o estrago seja muito maior.

Mas se sua posição é de acreditar no negócio e buscar tocar em frente, saiba que para se tornar viável serão necessárias medidas salutares para o cotidiano da empresa.

Primeiro, tenha em mãos todos os números do negócio, até o papel higiênico gasto no banheiro, tudo deve estar anotado. Isso é necessário para perceber até quanto pode suportar a redução de custos para adequar o caixa da empresa gerando maior lucro. E, claro, é importante não se esquecer de considerar os impostos.

Outro ponto importante é revisar toda a cadeia do processo produtivo, comercial e administrativo, pois na maioria das vezes as etapas estão infladas, com ações desnecessárias que geram custos. Também é importante analisar medidas que geram retrabalho.

Os preços dos produtos e serviços devem ser também foco de atenção especial, principalmente por ser esse o período em que muitas empresas buscam renegociações de valores. É importante refazer as contas que definiram a precificação de seus trabalhos, porque podem estar defasadas ou em desacordo com o mercado.

Enfim, é chegada a hora de submeter à difícil realidade dos números do negócio à prova, de evitar ser paternalista com a empresa e de observar ela com bastante profissionalismo, para lidar com os números e buscar ajustes, e se não tiver condições de fazer isso sozinho, é hora de buscar especialistas. Pois é só com os números e a capacidade de redução de gastos que poderá planejar investimentos.

Importante é que mais que nunca é preciso disposição e agilidade na tomada de decisão, deixando o receio de lado. Agora, se não estiver seguro sobre seu negócio e se, mesmo ele dando prejuízo, não achar necessário haver mudanças, como disse, é necessário repensar a continuidade.

Reinaldo Domingos é PhD em Educação Financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira. Está a frente do canal Dinheiro à Vista, é colunista do de diversos meios de comunicação. Autor de diversos livros sobre o tema, como o best-seller Terapia Financeira e o livro Empreender Vitorioso.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa