Anúncios

RH como agente da transformação digital

Organizações exponenciais são criadas através de um propósito transformador massivo e processos de inovação e o RH é um agente nesta transformação digital.

RH como agente da transformação digital

Organizações exponenciais são criadas através de um propósito transformador massivo e processos de inovação. O RH torna-se então, um parceiro estratégico nesta transformação digital.

O primeiro passo que o RH deve adotar é mapear o mindset dos colaboradores. Inovar é muitas vezes, rever paradigmas e velhos pensamentos que impedem a criatividade de gerar novas ideias e soluções para o negócio.

De uma nova formação de trabalho até um novo produto e serviço, sem um mindset de crescimento, não terá uma cultura organizacional forte e aberta à experimentação.

Não fomos ensinados a errar. Somos profissionais super-heróis avessos à frustração e o novo mundo nos direciona para a percepção colaborativa, empatia e ajuda mútua. Como o RH pode apoiar os colaboradores a desenvolver esta nova configuração?

Mais do que mindset é preciso o desenvolvimento de habilidades do futuro. Habilidades apenas técnicas não garantem resultados, pois entram em cena, habilidades socioemocionais como inteligência emocional, negociação entre outras. Mapear não apenas como os colaboradores estão nestas habilidades, mas ações práticas que estimulem o desenvolvimento é essencial.

Outro fator importante onde o RH pode ser estratégico é na construção de uma cultura forte.

A cultura passa por desenhar quais são os valores, comportamentos e diferenciais da empresa. Como podemos preparar as pessoas, processos e clientes para uma marca que apresenta consistência e solidez?

Várias ferramentas e passos podem ser dados na transformação digital, mas o RH está realmente preparado para tal? Do que adianta desenvolver os colaboradores se o RH não está aberto a mudanças?

Já é uma verdade a era exponencial, mas o que efetivamente esta área tão estratégica é inovadora na forma de cuidar das pessoas?

Cada vez mais o RH precisa abandonar os processos tradicionais e se reinventar. Desenvolver o time para novos horizontes, para trocar com outras empresas, tendências e formatos é a base para toda esta transformação ganhar força.

Então qual é a proposta de valor do RH? De que maneira criamos uma trilha de aprendizado e engajamento deste time?

Pense em qual é o propósito do RH, quais problema o RH deve ter paixão em resolver e quais as forças e talentos que cada pessoa traz consigo e se conecta em algo maior da empresa.

Para transformar algo, precisamos começar conosco. A inquietação, o incômodo, a insatisfação devem partir de você, por isso não espere pela área, seja a área que executa a mudança.

Peter Drucker diz que a cultura devora a estratégia no café da manhã, então que o RH possa acordar para uma nova era para não ser devorado pela transformação digital.

Aline Gomes
http://www.mdifferent.com.br/

Aline Gomes Author
Aline Gomes é uma inquieta que adora potencializar a performance dos profissionais. Psicóloga, Pós Graduada em Administração de Empresas com 5 certificações em Coaching, atuou por mais de 10 anos como Executiva de RH com projetos estratégicos no Brasil e América Latina. Atualmente é empreendedora na Make Different, Head dos cursos in company da Escola Conquer e professora do Leadership Experience. É criadora do Sacadas de Carreira, blog que gera conteúdos para acelerar a carreira dos profissionais.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa