Anúncios

Resoluções para o Novo Ano

Na virada do ano muita gente faz um balanço do que passou e das metas para o novo ano que chega. E você, já fez o seu balanço? Já traçou suas novas metas?

1492
1492
metas para o novo ano

Na virada do ano muita gente faz um balanço do que passou e das metas para o novo ano que chega. E você, já fez o seu balanço? Já traçou suas novas metas?

No final do ano passado, ouvi dois jovens conversando sobre as festas de final de Ano e um deles perguntou: o que você vai fazer no Natal e Ano Novo? O outro respondeu: se eu pudesse, entrava numa caverna no dia 24 de dezembro e saía no dia 02 de Janeiro.

Essa interlocução me levou a pensar o que estas festas de final de ano representam para as pessoas. Para alguns, uma comemoração religiosa, para outros a oportunidade de reencontrar amigos e familiares, mas ainda pode ser uma simples obrigação cultural.

O fato é que o nosso calendário chamado Gregoriano foi criado na Europa em 1582 por iniciativa do Papa Gregório XIII, a partir dos estudos de vários cientistas da época. Antes dessa data se utilizava o calendário criado por Júlio Cesar (Calendário Juliano).

Não é um calendário perfeito, uma vez que os dias de seus meses variam, ajustes foram feitos para que contemplasse eventos astronômicos como o equinócio de primavera e solstício de inverno, ou seja as mudanças de estações, como também as datas de comemorações católicas. Foi sendo implantado pelos países da Europa, mas sua adesão completa foi ocorrendo até meados do século passado.

A origem da palavra calendário vem do Latim, calendarium que significa livro das calendas, usado para contar os dias das festividades religiosas marcadas no início de cada mês lunar na Roma Antiga.

Este calendário é Solar, que tem como base o movimento da Terra em torno do Sol. Ainda existe o calendário Lunar e o Lunisolar, mas que não têm o mesmo peso na atual conjuntura mundial. Ainda existem muitos outros, como o calendário Chinês, regido a cada ano pela simbologia de um animal, num total de 12, como tem 354 dias, a cada 3 anos se acrescenta um mês para se equiparar ao calendário Solar (a China só incorporou o Calendário Gregoriano em 1949).

Curiosidades à parte, o fato real é que o calendário é uma métrica para se dividir o tempo em dias, meses, anos e séculos. As festas de final de ano são uma construção das culturas, da qual as pessoas podem ou não compartilhar ideologicamente na sua concepção individual.

Mas o fato em si, é que se fecha um ciclo e se inicia outro, e as pessoas se propõem a fazer um balanço do ano transcorrido, das metas e propostas para o novo que se inicia.

Assim, cada um, da sua maneira, se propõe a novas resoluções para as diversas áreas de sua vida, seja relacional, profissional, pessoal, familiar ou de saúde, renovando esperanças e investindo no seu propósito de vida.

E você, já fez o seu balanço? Já traçou suas novas metas para o novo ano?

Vale lembrar um trecho do poema de Carlos Drummond de Andrade:

“Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.”

Afinal não adianta um Ano Novo se as metas e as propostas de vida forem antigas, inalcançáveis e descoladas da realidade.

Se proponha sim, a desafios, mas factíveis e possíveis de serem atingidos, e se prepare para eles, para que a sua exigência não se torne uma frustração e lhe traga consequências negativas físicas e emocionais.

Que 2020 seja o melhor ano de sua vida! (Almeje isso a cada novo ano)

Natalia Marques
Psicóloga, Coach e Palestrante
http://www.nataliamantunes.com.br/

Confira também: Síndrome de FoMO – Já ouviu falar?

 

Natalia Marques é Psicóloga Clínica, Coach e Palestrante. Formada em Psicologia pela FMU (1981) e em Coaching/ Mentoring Life & Self-Instituto Holos, possui pós-graduação em Recursos Humanos pela FECAP. Tem curso de Meditação Chan do Templo Zu Lai em Cotia. Como Psicóloga Clínica realiza atendimento Psicoterápico de base Psicanalítica, trabalha os sintomas de Estresse, Ansiedade, Depressão, Fobias, Síndrome do Pânico, Síndrome de Burnout, Conflitos Pessoais e Profissionais. É Coach de Desenvolvimento Pessoal, ajuda pessoas a atingirem seus objetivos e metas pessoais e profissionais, para se tornarem mais felizes. Especialista em Saúde Organizacional e Ocupacional, atua ainda como palestrante em temas de saúde, resiliência, trabalho, carreira e pós carreira. Associada da ABRH, ISMA Brasil e SOBRARE. É coautora no livro “Planejamento Estratégico para a Vida”, onde trata o tema da “Resiliência”.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa