fbpx

RESILIÊNCIA – Para o profissional pós-pandemia

4 componentes que você precisa aprimorar para aumentar sua capacidade de resiliência e crescer nas dificuldades, não apenas no pós-pandemia, mas sempre!

⏲ Tempo estimado de leitura: 2 minutos
resiliência pós-pandemia

RESILIÊNCIA – Para o profissional pós-pandemia

Baixos níveis de resiliência é o que mais encontro quando atendo profissionais em Programas de Desenvolvimento Pessoal e Profissional. Esta característica algumas vezes é visível logo na primeira sessão, em outras surge camuflada em comentários aparentemente sem importância.

Quando nascemos não recebemos um manual, portanto todos sofreremos com alguns acontecimentos simples do cotidiano, ou mesmo acontecimentos traumáticos. Cada mudança afeta o indivíduo de uma maneira diferente, trazendo diversas emoções que provocam os mais variados tipos de sentimentos.

De um modo geral, ao longo do tempo, nos adaptamos com as mudanças causadas por estes acontecimentos. O tempo necessário à adaptação ou assimilação do fato deve-se à resiliência.

“Os psicólogos definem resiliência como o processo de adaptação diante de adversidades, traumas, tragédias, ameaças ou fontes significativas de estresse – como problemas familiares e de relacionamento, problemas graves de saúde ou estressores financeiros e no local de trabalho. Por mais que a resiliência envolva “recuar” nessas experiências difíceis, ela também pode envolver um profundo crescimento pessoal.”

Alguns destes eventos são dolorosos e difíceis, mas certamente não devem determinar o resultado de sua vida. Muitos aspectos são controláveis, modificados e ressignificados para o crescimento. A responsável por isso é a resiliência.

Tornar-se mais resiliente não apenas ajuda você a passar por circunstâncias difíceis, mas também lhe permite crescer e até melhorar sua vida ao longo do caminho. Ser resiliente não significa que uma pessoa não experimentará dificuldade ou angústia. Pessoas que sofreram grandes adversidades ou traumas em suas vidas geralmente experimentam dor emocional e estresse.

Embora certos fatores possam tornar alguns indivíduos mais resistentes que outros, a resiliência não é necessariamente um traço de personalidade que apenas algumas pessoas possuem. Pelo contrário, a resiliência envolve comportamentos, pensamentos e ações que qualquer um pode aprender e desenvolver e, em qualquer idade.

Como desenvolver a musculatura, aumentar sua resiliência também leva tempo. O foco em quatro componentes principais – CONEXÃO, BEM-ESTAR, PENSAMENTO E SIGNIFICADO SAUDÁVEIS ​​- pode capacitá-lo a suportar e aprender com experiências difíceis e traumáticas.

Para aumentar sua capacidade de resiliência, e crescer nas dificuldades, não apenas no pós-pandemia, aprimore estes quatro componentes, como início de sua jornada para tornar-se mais resiliente.

Cleyson Dellcorso
https://www.dellcorso.com.br/

Confira também: Uma “deslição” de liderança

 

Cleyson Dellcorso tem formação em engenharia e filosofia e suas atividades estão relacionadas ao Coaching Profissional e Pessoal, além de atuar com Coaching de Casais. Seus atendimentos têm embasamento em uma metodologia própria com fundamentação filosófico / dialógico. Possui MBA pela UCLA (EUA), com foco em gestão de pessoas, é especialista em liderança pelo Haggai Advanced Leadership Institute (Singapura) e instrutor do mesmo instituto. É professor de liderança e motivação no curso de pós-graduação em gestão de projetos (PMI) do Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada do grupo IBMEC. Atua como Coach desde 2003 e foi um dos primeiros a se especializar no atendimento a Gerentes de Projetos. É diretor do INSTITUTO DE COACHING MAIÊUTICA desde 1999 e tem como área de interesse o estudo das Inteligências – Emocional e Espiritual. Cleyson Dellcorso é casado, tem três filhos e um neto e tem como hobbies – radioamadorismo, velejar e mergulhar.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa