fbpx

Quer ficar mais leve? Pratique a Autocompaixão!

Enfrente seus desafios não com a lente de uma crítica e julgamento, mas com gentileza e abertura para o crescimento. Aprenda a Prática de Autocompaixão.

Quer ficar mais leve? Pratique a Autocompaixão!

Quer ficar mais leve? Pratique a Autocompaixão!

“As flores do futuro estão nas sementes de hoje” (Provérbio Chinês)

Uma amiga lhe procura muito triste contando que perdeu o emprego, se lamenta e então questiona por quais razões aquilo aconteceu com ela.

Você:

(  ) Consola, acalma e então faz reflexões dando esperanças;

(  ) Aponta todas as falhas que ela cometeu, que ela não merecia mesmo aquele emprego e avisa para que desista, pois não há solução.

Penso que não seja difícil você seguir a primeira opção, caso seja de fato amiga dessa pessoa. Contudo quis exemplificar algo que cometemos conosco, a falta de compaixão, compreensão e sensibilidade por momentos de fragilidade.

A autocompaixão é para desenvolver uma habilidade de compreender o que aconteceu, bem como, como enfrentar um desafio. Não com a lente de uma crítica e julgamento, mas sim, gentileza e abertura para o crescimento.

Para começar precisamos identificar os momentos com críticas excessivas, então, veja a situação como sendo seu aliado e não inimigo!

Para iniciar a prática da autocompaixão vamos fortalecer 3 pilares, a saber:

Para iniciar a prática da autocompaixão vamos fortalecer 3 pilares:

Autobondade: é ser gentil e amoroso com os erros e as falhas. O papel não é ser um julgador, acusador, mas apoiador e construtor de ações que te levem a resultados de maneira engajada.

Humanidade compartilhada: ninguém nasceu sabendo, todos vamos viver algum tipo de sofrimento, erros e falhas na vida. Compreender que isso é um fato, facilita assim a interconectividade com o que precisa e como pode melhorar.

Mindfulness: viver o momento presente e ser consciente da experiência, permite mais leveza e equilíbrio de como fazer os movimentos adequados. Essa prática nos ajuda a lidar com o negativo, sem ser absorvido pelos pensamentos negativos.

Vamos então à prática:

  • Pense e escreva uma dificuldade que está passando – comece por uma não muito grave;
  • Qual é o enredo? Quais são os pontos críticos? O que aumenta ou diminui a situação?
  • Com uma percepção realista: qual é a dor dessa situação? Reconheça de fato as emoções que isso lhe causa;
  • Amplie essa visão se isso já aconteceu com outras pessoas. Quais são os pontos extremos que você pode estar direcionando à sua energia. Existe algum condicionamento para ser perfeito?
  • O quanto é normal sentir o que está sentindo com pessoas que compartilham da mesma experiência?
  • Quais são os rótulos que vêm à sua cabeça por viver essa experiência? (Ex. Sou confusa. Estúpida. Você nunca vai aprender.);
  • Escreva palavras gentis para cada rótulo e que lhe apoiem nessa jornada de transformação.

Como se sente para seguir em frente e superar o desafio acima?

Em cada situação há a semente da oportunidade para a sua transformação com mais leveza.

Permita-se e muita autocompaixão!

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre Autocompaixão? Então entre em contato comigo. Terei o maior prazer em responder.

Grande abraço,

Mayra Soares
http://www.mayrasoares.com.br/

Confira também: Estado de Ser: Um Guia Definitivo para Suas Realizações!

 

Mayra Soares Author
Mayra Soares tem 11 anos de experiência profissional em Gestão e Desenvolvimento de Pessoas. É Mentora pela Erlich Consultoria, Trainer Comportamental pelo Instituto de Formação de Treinadores (IFT), Master Coach com especialização em Business and Executive Coaching e Professional and Self Coaching, Consultora Analista Comportamental e Avaliação 360º certificada pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), Behavioral Coaching Institute (BCI), International Coaching Council (ICC), European Coaching Association (ECA), Global Coaching Community (GCC), International Association of Coaching (IAC), Metaforum International e International Association of Coaching Institutes, Practitioner em PNL pela SCORE e Leader Coach pela Ellite Consultoria. Graduada em Gestão de Recursos Humanos, Pós-graduada Docência no Ensino Superior e Pós-Graduanda em Essencial Master Coaching. Coautora dos livros COACHING NAS EMPRESAS – Estratégias de Coaching para o ambiente corporativo e RH Trabalho e Aprendizado.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa