Anúncios

Que vida você tem vivido?

Tem procurado o Sucesso continuamente? Mas o que é Sucesso? Como medi-lo a ponto de saber quando o atingiu?

Recentemente durante um encontro informal com alguns amigos falávamos sobre um conhecido do grupo que aparentemente está perto de conquistar seu grande sonho, a consolidação da sua startup. Curiosamente, apesar de todos na roda concordarem sobre a eminência do sucesso, surgiram divergências sobre a vida pregressa do empreendedor a quem nos referíamos.

Parte do grupo o percebia como um homem de grande sucesso. Pois, dentre outros aspectos, realizou coisas incríveis em seus três negócios anteriores. Por outro lado, os demais questionavam seus resultados, justamente por não ter mais qualquer participação nestes negócios e, principalmente, por ele não ter hoje uma condição financeira admirável em consequência da opção de investir quase tudo neste quarto empreendimento.

Afinal, o que é sucesso?! Como podemos medi-lo a ponto de sabermos quando o atingimos?!

Eu arriscaria afirmar que SUCESSO transcende nossos indicadores. Mais que patamares a serem alcançados, diz respeito a um ESTILO DE VIDA a ser vivido. Pessoas de sucesso incorporam em sua atitude uma série de comportamentos e características diretamente ligados à persistência e resiliência. Desprendendo-se do apego a condições momentâneas. Tornando-se pessoas capazes de transformar cada suposto fracasso num fato pontual, um aprendizado, fundamental para a escalada seguinte.

Aqueles que classificam o sucesso exclusivamente a partir de números, desconsideram contexto e perspectiva, conquistas e aprendizados, tendem a serem mais críticos consigo mesmos e com os outros, furtando de si a possibilidade de reconhecer-se na direção que almeja. Naturalmente, são pessoas que se desestimulam na trajetória e passam a se contentar com as bases mais sólidas que alcançaram até então. Pessoas de sucesso costumam pagar um preço alto pelos seus aprendizados, com a certeza de que estão investindo em ganhos diretamente proporcionais.

Ao final, esta diferença de percepção explica o espanto de quem assiste à realização do outro sem entender como foi possível. Afinal, você conhece alguma história de grande sucesso que possa ser contada somente com uma crescente de números e objetivos, racionalmente planejados. Uma história que exclua por completo experiência de desconstrução e tropeços?

Pergunte-se a si mesmo: que vida você tem vivido? Avalie o quanto se permite incorporar a pré-disposição do aprendizado à sua trajetória. Afinal, o alcance do seu sucesso pode estar ligado ao preço que se dispõe a investir.

Como diria o conhecido do início desta história: “muitos contam as pingas que eu tomo, sem considerar os tombos que eu levo”.

Sheila Berna Author
⚙️ Sheila Berna
Sheila Berna é Psicóloga pela USP, Especialista em Orientação de Carreira pela USP, Master Coach pela FEBRACIS, Consultora e Palestrante. Com mais de 12 anos de experiência em atendimento individual, há 5 anos trabalha desenvolvendo lideranças e equipes. Residente do Vale do Paraíba, atuou em diferentes projetos da região assim como em São Paulo e Rio de Janeiro. Empreteca, apoia o movimento dos Empretecos do Vale do Paraíba, contribuindo para a organização de eventos relevantes ao empreendedorismo da região.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa