Qual sua forma de pensar e sentir?

A evolução da consciência humana encontra três estágios: a imaginativa, a inspirativa e a intuitiva, definidos pelo fortalecimento do pensar, do sentir e do querer. Como um Coach pode te ajudar com essa forma diferente de pensar e sentir?

6378
6378

Depois de um final de semana agitado, com alta adrenalina pelas ruas, todos nós recomeçamos a semana com nossos afazeres. E eis que o Coach encontra seu cliente, com dúvidas a atormentar, metas a serem atingidas em um momento futuro definido e, até chegar lá, um caminho a percorrer com desafios comportamentais, mentais e reflexivos, tudo muito típico do Coaching. Em uma tentativa sempre presente de gerar consciência sobre o contexto do Coachee, há perguntas e respostas, perguntas sem respostas e respostas dissimuladas para as quais não se fez a pergunta certa.

Para alguns estudiosos sobre a consciência humana, o estágio atual de cada pessoa tem base em uma estrutura linear e positivista. E se o estágio é atual, é porque aconteceram estágios anteriores e novos deverão surgir, em algum momento. Junto a uma nova forma de consciência, respostas antigas serão substituídas por novas, trazendo para a pessoa a doce sensação de crescimento e evolução. Porém, se isso é fato, também é verdade que não acontece de repente, de um dia para outro.

O exercício é penoso, como a procurar uma sabedoria que está escondida em algum lugar e precisamos achá-la, para o nosso bem. O segredo não está no ponto final dessa busca, mas no caminho que mostrará segredos sobre o modo de ser e agir de uma pessoa, gerando transformações duradouras. O captar da essência das coisas importantes que nos cercam acontece por várias vias, porém a mais comum é a associação com imagens arquetípicas, as do “inconsciente coletivo”.

Se a base teórica do Coaching nasceu lá na Grécia, com Sócrates (conhece-te a ti mesmo), a filosofia dos arquétipos não iria ter raiz diferente. A essência da criação e das formas se identificava com a Natureza e seus elementos como a terra, a água, o ar e o fogo, em representação poética e simbólica. Rudolf Steiner, fundador da Antroposofia, mais recentemente afirmou que ao pensar sobre o “pensar” começamos a acessar uma consciência diferente da cotidiana. Para ele, a Antroposofia abre “um caminho de conhecimento para guiar o espiritual do ser humano ao espiritual do universo”.

Para Steiner, a evolução da consciência humana encontra três estágios, quais sejam: (a) a consciência imaginativa, que define a capacidade de enxergar o “invisível” (o que não é físico)  pelo fortalecimento do “pensar”; (b) a consciência inspirativa, que define a capacidade de ouvir o inaudível pelo fortalecimento do “sentir” e, ainda; (c) a consciência intuitiva, a qual define a capacidade de saber fazer o certo por meio do fortalecimento do “querer”.

Como um Coach pode ajudar o seu cliente a encontrar essa forma diferente de pensar e sentir? Quando as suas perguntas estiverem levando a um pensamento estruturado e linear, planeje a conversa de maneira que o processo passe a encadear os pensamentos em círculos, com ideias simultâneas se sobrepondo. Busque desafiar o Coachee para visitar seus estágios de consciência (imaginação, intuição, inspiração) pois, como Carl Jung definiu, existe uma sabedoria que está em todas as pessoas do planeta. E cada um deve descobri-la dentro de si próprio!

Mario Divo Author
Mario Divo tem incrível experiência profissional, tendo chegado a meio século de atividade ininterrupta, em 2019. É PhD e MSc pela Fundação Getulio Vargas, com foco em Gestão de Negócios, Marcas e Design, Marketing e Comunicação Corporativa. Tem formação como Master Coach, Mentor e Adviser pela Sociedade Brasileira de Coaching e pelo Instituto Holos. Consultor credenciado para aplicação do diagnóstico meet® (Modular Entreprise Evaluation Tool), Professor e Palestrante. CEO e Coordenador Executivo da plataforma Dimensões de Sucesso, acumulando com o comando da MDM Assessoria em Negócios. Foi Diretor Executivo do Automóvel Clube Brasileiro e Clube Correspondente da FIA – Federação Internacional do Automóvel, no Brasil. Foi titular do Planejamento de Comunicação Social da Presidência da República (1997-1998) e, anteriormente, comandou a Comunicação Institucional da Petrobras. Liderou a Comunicação Institucional e a Área de Novos Negócios da Petrobras Internacional. Foi Presidente da Associação Brasileira de Marketing & Negócios, Diretor da Associação Brasileira de Anunciantes e, também, Conselheiro da Câmara Brasileira do Livro. Primeiro brasileiro no Global Hall of Fame da Aiesec International, entidade presente em 2400 instituições de ensino superior em 126 países e territórios, voltada ao desenvolvimento das potencialidades das jovens lideranças em todo o mundo.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa



Loading cart ...