fbpx

Qual é o Problema? – O Poder das Perguntas Certas (parte II)

Devemos ser apaixonados pelos problemas, porém pelos problemas certos. Diversas vezes queremos criar soluções mirabolantes para problemas mal definidos.

Qual é o Problema? – O Poder das Perguntas Certas (parte II)

Qual é o Problema? – O Poder das Perguntas Certas (parte II)

Você já parou para pensar o quanto reclamamos da vida e só falamos de problemas o tempo todo? Tá lembrado que no artigo anterior eu fiz uma provocação de que procuramos as soluções certas para os problemas errados? Então vou continuar minha provocação.

Algo muito mais importante que aprendi, foi que devemos ser sim apaixonados pelos problemas, contudo pelos problemas certos. Diversas vezes queremos criar soluções mirabolantes para problemas mal definidos.

Ah! Até estou vendo você reclamar de sua vida, de suas finanças, saúde, trabalho, vida amorosa, etc. Pare de reclamar também! Isso vai te fazer um bem enorme. Comece então a agradecer pelo que tem e não pelo que não tem, e aproveite para celebrar cada momento de sua vida! De nada adianta você focar em um problema que não é o verdadeiro causador de tudo.

Invariavelmente nossos problemas estão ligados à família, ao trabalho e à vida. Sempre estamos voltados à busca de soluções definitivas para ter uma vida equilibrada e assim atingir a realização dos nossos sonhos.

Cada vez mais perdemo-nos de nossa essência. Muitos de nós questionados, não saberiam responder prontamente: Quem somos? O que queremos? Por qual motivo estamos aqui? O que nos motiva acordar todos os dias, etc.

Pior que não saber essas respostas é achar que isso é normal! Será que está todo mundo perdido mesmo?

Por isso que o fanatismo de todos os tipos, intolerância, falta de lucidez, violências gratuitas, falta de empatia e indiferença, são cada vez mais constantes no meio social em que vivemos.

É complicado parar por alguns instantes, fazer essas perguntas a si mesmo. Quebrar aquela casca grossa que protege ao olhar no espelho. Ver a nossa verdade, aquela verdade que dói mais. Aquela que dificilmente queremos que venha à tona, pois nos obrigará a colocar a “casa em ordem”.

Se você ainda não sabe essas respostas, então corra atrás, o mais depressa possível. Repita essas perguntas todos os dias, busque as respostas e não descanse até que as tenha.

Com isso mais claro, você poderá assim começar a selecionar as companhias, buscar seus grupos sociais e, tudo aquilo que tenha relação com seus objetivos de vida, com a sua forma de pensar.

A diversidade é também uma forma de promover inclusão das pessoas em determinado grupo social, uma vez que o respeito é fundamental como forma de permitir e aceitar o outro.

A vida passa. E a sua, que deveria ser a mais preciosa, não é bem aproveitada.

Olhe o problema de diversos ângulos, observe pontos de vista diferentes, examine fatos que te ajudem a configurar o problema. Entenda que problema é uma situação na qual não se conhece o caminho para a solução.

Existe a técnica dos 5 Porquês (Five Whys): Uma técnica que consiste em chegar às raízes humanas e emocionais de um problema.

Para isso, é preciso investigar a fundo, perguntando “Por quê?” cinco vezes (não literalmente) para que se possam obter respostas essenciais para o problema em questão.

Por exemplo:

Problema: os pacientes não comparecem às consultas médicas.

Os porquês:

  1. A mensagem enviada ao paciente não o “alerta” que existe uma sessão agendada, antes da sessão;
  2. As mensagens não contêm este conteúdo de “alerta”;
  3. O sistema não permite mensagens repetidas ou vincular compromissos ao calendário do paciente;
  4. O sistema não inclui um “alerta” ou recurso de acompanhamento.

Os “5 Porquês” é uma técnica para encontrar a causa raiz de um problema. É uma técnica de análise que parte da premissa que após perguntar 5 vezes o porquê de um problema estar acontecendo, sempre relacionado à causa anterior, será determinada a causa raiz do problema em vez da fonte de problemas.

Possuindo um caráter interrogativo, por que é usado para iniciar uma pergunta, podendo ser substituído por:

  • Por que motivo ➜ Por qual motivo
  • Por que razão ➜ Por qual razão

Este é apenas um aquecimento para, por fim, na parte 3 do nosso artigo desvendar: Qual é o problema, onde está o problema e agora o que é que eu faço.

Curiosos?

Gostou da parte II do artigo? Quer saber mais sobre o poder de fazer as perguntas certas? Então entre em contato comigo. Terei o maior prazer em responder.

Até o próximo encontro!

Elizabeth Kassis
Coluna Tudo Azul

Confira também: Qual é o Problema? – O Poder das Perguntas Certas (parte I)

 

⚙️ FiToy
Elizabeth Kassis é Engenheira de Produção com pós-graduação em Varejo, Administração Financeira e Orçamentária e Desenvolvimento Empresarial. Possui Especialização em Formação de Líderes, Consultores e Facilitadores. Certificada no Instrumento MBTI Step I e II. É Empresária e consultora que atua com desenvolvimento de pessoas e organizações. Atuou como Executiva no mercado financeiro (ABN REAL, Santander, Bank Boston, Nacional e Banco Francês e Brasileiro). Líder e agregadora, focada em resultados. Conviveu em ambientes multiculturais, competitivos, inovadores e globais. Atuou durante 6 anos como Conselheira Consultiva do Banco de Investimentos LLA ANDBANK. Trabalha com Mentoring, é Professora e Palestrante.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa