fbpx

Qual a diferença entre Emoção e Sentimento?

Vamos entender, de uma vez por todas, a diferença de emoção e sentimento? Muitas vezes usamos as duas palvras como sinônimos, mas não são.

diferença entre Emoção e Sentimento

Qual a diferença entre Emoção e Sentimento?

Vamos entender, de uma vez por todas, a diferença entre emoção e sentimento? Muitas vezes usamos os dois como sinônimos.

Emoção são respostas fisiológicas (químicas/neurais) que se baseiam nas memórias emocionais. Elas surgem quando o cérebro recebe um estímulo externo.

Sentimento é uma resposta à emoção, ou seja, como a pessoa se sente frente aquela situação e emoção.

Emoções positivas são sentimentos agradáveis, que entendem a situação como benéfica. As emoções positivas ajudam a aumentar a atenção, a memória, a consciência e a retenção de informação.

Emoções negativas são sentimentos desagradáveis e consideram a atuação apresentada como prejudicial, ativa seus recursos de afrontamento.

Como é então estar positivo? Enxergue e transforme adversidades em desafios e oportunidades.

Como expressar os sentimentos?

Quando se trata de emoções, sabemos não poder controlar o que sentimos, quando elas ocorrem nem sua intensidade.

O que podemos fazer é decidir quanto tempo queremos que a emoção dure e de que modo vamos canalizá-la.

Se, por exemplo, seu superior lhe disser algo ríspido sem motivo, você provavelmente ficará com raiva dele. Essa emoção ficará “entalada em sua garganta” ou você poderá “engolir em seco” e fazer dela uma gastrite.

Em vez de guardar a vida inteira esse ressentimento, procure respirar. E assim se dar uma hora para refletir e descobrir como irá gerenciar melhor essa raiva. Não guarde nenhum rancor por mais de uma semana e canalizar sua energia para o esclarecimento e a solução da situação.

A melhor forma de transformar a raiva em algo produtivo é esclarecer o acontecimento. E então checar a real intenção da pessoa de quem se sente raiva.

É importante encontrar um momento em que os dois estejam calmos e receptivos e você possa dizer-lhe como se sentiu quando ele disse aquelas palavras. Procure saber qual foi o real motivo da expressão. Se foi um momento de descontrole emocional causado por outras situações ou algum tipo de comportamento ou aprendizagem que precisa ser ajustado.

Dar inteligência as suas sensações e aos seus sentimentos significa reconhecer e expressar honestamente para si mesmo seus impulsos emocionais. Mesmo que a princípio eles não pareçam adequados nem convenientes.

Registre no papel seus impulsos ou vontades e analise-os. Futuramente você terá a possibilidade de aprimorar a forma de reagir e se expressar, criando opções mais adequadas e de alta qualidade

Como é estar presente?

Visualize o futuro, mas absorva e se concentre no presente, pois nele está a possibilidade de mudança.

Frequentemente nos distanciamos da hora em que mais precisaríamos estar presentes. a presença é o ato mais curador que você tem.

É o que aumenta a eficiência, a consciência e o poder da resolução.

Neste momento o mundo corporativo passa por muitas mudanças e temos que aprender a cuidar da nossa saúde física e mental. Preste atenção aos sintomas. É uma questão de autoestima e autoconhecimento.

Para finalizar quero deixar uma frase de Helena Blavatsky para reflexão:

Nenhum homem é teu inimigo.

Nenhum homem é teu amigo.

Todos são igualmente teus instrutores.

diferença entre Emoção e Sentimento

Gostou do artigo? Quer saber mais? Então entre em contato comigo. Terei o maior prazer em responder.

Até o próximo encontro!

Elizabeth Kassis
Coluna Tudo Azul

NOTAS:
Supere! Eduardo Carmelo
Frases: Helena Blavatsky
Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional (Sbie)

Confira também: Agrupamentos: Não se deixe conduzir pelo ritmo do grupo

 

⚙️ FiToy
Filha da Luiza, meu maior exemplo, minha verdadeira fonte de inspiração de todos os dias. Empresária focada no desenvolvimento de Pessoas, Grupos e Organizações dos principais Setores da Economia. Engenheira de Produção – Universidade Mackenzie com Pós-Graduação em Administração Financeira e Orçamentária – FGV, Marketing de Varejo – USP e Desenvolvimento Empresarial – INSPER. Atuou como Executiva no Mercado Financeiro durante 24 anos. Líder e agregadora, focada em resultados. Conviveu em ambientes multiculturais, competitivos, inovadores e globais. Atuou durante seis anos como Conselheira Consultiva do Banco de Investimentos LLA ANDBANK. Trabalha com Hunting, Aplicação de Assessment, Mentoring, Escritora, Professora e Palestrante. Tem Especialização em Formação de Líderes, Consultores e Facilitadores – ADIGO. Certificada no Instrumento MBTI Step I e II – Fellipelli. Certificada no Projeto Emotions – Relações Interpessoais e Inteligência Emocional, Gerenciamento de Estresse – Tomada de Decisão – Fellipelli. FIRO B – Fellipelli e Técnico Master Disc – Sólides.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa