Anúncios

Por que nos sabotamos tanto?

Você concorda que constantemente nós fazemos promessas e estabelecemos metas diárias, semanais, mensais, anuais, etc. e não as cumprimos? Para tudo! Isso não é nada engraçado, dói e dói muito...

Você concorda que constantemente nós fazemos promessas e estabelecemos metas diárias, semanais, mensais, anuais, etc. e não as cumprimos?

Quantos cadernos você tem com todos aqueles projetos que idealizou para sua vida?

Quantos blocos de post it já foram utilizados para registrar suas tarefas diárias e, muitas delas, não foram cumpridas?

Quantas vezes você já relacionou todos os seus objetivos para o próximo ano e na hora do balanço, frustração total. Nada do planejado foi realizado ou nem 50%?

Para tudo! Eu sei que muitas pessoas passam por isso e podem acreditar, isso não é nada engraçado, dói e dói muito…

É fato que a vida acontece no dia a dia, não podemos planejar ou prever tudo, porém quando se tem sonhos, objetivos e projetos, sejam eles pessoais ou profissionais, faz-se necessários organização, disciplina e foco.

Um agravante que impede muito a realização dos nossos objetivos e projetos é essa mania que temos de definir os objetivos macros, sem considerar as metas fragmentadas para realização.

Mas antes de seguir com o texto, vamos entender a diferença entre objetivos e metas?

De forma simplista, defino objetivos como algo que se pretende alcançar, de maneira macro. Já as metas, são as etapas, ações fragmentadas e com prazos determinados e reais para atingir o objetivo principal.

Quando fazemos isso, informamos ao nosso cérebro o objetivo central e atribuímos a ele a responsabilidade da ação, mas veja bem, o que vou escrever agora não é uma invenção minha ou conclui pelas experiências com meus Coachees, é fruto de um profundo estudo que fiz sobre a capacidade das pessoas em criar hábitos e realizar pequenas metas para se atingir a meta principal.

Nosso cérebro precisa das informações fragmentadas para agir, quando recebe a mensagem da meta principal, ele não interpreta os detalhes que terá que fazer para atingir a meta, você é que precisa condicioná-lo.

Exemplo: Você informa para seu cérebro que quer emagrecer, o seu cérebro vai entender o comando do seu objetivo macro, ou seja, eu quero emagrecer! Porém, ele não vai te condicionar a tomar as ações necessárias para conseguir emagrecer. Neste caso, você precisa fragmentar as metas que terá que cumprir para atingir o seu objetivo.

Por exemplo: Quero emagrecer!!!

O que eu tenho que fazer para atingir esse objetivo?

  • Perder 2kg por mês – Primeira avaliação 01/02/2016;
  • Iniciar ações em 17/02;
  • Buscar apoio nutricional – Até dia 23/02;
  • Comprar itens do novo cardápio – Até 24/02;
  • Readequar alimentação – Iniciar no dia 24/02;
  • Fazer inscrição na academia – Até dia 27/02 para iniciar dia 01/13;
  • Fazer exercícios – 1 hora por dia de segunda a sexta;
  • Iniciar caminhadas – Iniciar dia 01/13;
  • Fazer caminhada – 30 minutos por dia de segunda a sexta, etc…

Desta forma, seu cérebro interpretará as ações necessárias e você estará condicionando-o a ação.

E aí, você se identificou? Você também determina muitas coisas para sua vida e não as realiza? Isso te deixa frustrado? Mas o que eu posso fazer para mudar isso?

Primeiro posso dizer que você tem um comando interno para ativar e transformar a sua vida a hora que quiser, basta tomar consciência disso. Mas, caso sozinha, não atinja esse grau de consciência para entrar em ação e provocar as mudanças que quer e merece ter na sua vida, conte com um Coach ou Mentor. O processo apoia a expansão da consciência, planejamento, definição de objetivos e metas para que assim, você possa realizar tudo que declara para sua vida.

Então, vamos juntos?

⚙️ Busca Coach
Convidado Especial do Busca Coach é a coluna reservada especialmente para os melhores artigos dos membros inscritos no Busca Coach, o maior diretório de Coaches do Brasil. Obtenha mais informações sobre os benefícios desta nova plataforma, clique no link abaixo.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa