Planejamento Financeiro é a Base do Marketing!

É importante para qualquer empresário ou profissional liberal enxergar-se como um negócio e para isso o plano de negócio é essencial. Através dele, você pode ter melhor visão sobre quem é seu público-alvo, seus concorrentes e principalmente suas necessidades financeiras.

Muitas vezes, em minhas consultorias, deparo-me com problemas de marketing que poderiam ser resolvidos ou até mesmo antecipados com um bom planejamento financeiro e, principalmente, com um bom plano de negócios. Em minha experiência, vejo que, quanto menor a empresa, mais importante é o planejamento e a estruturação.

Mesmo sem ter uma equipe ou uma estrutura física, é importante para qualquer empresário ou profissional liberal se enxergar como um negócio, como um empreendimento, e para isso o plano de negócio é essencial. Através do planejamento de negócio, o profissional pode ter melhor visão sobre quem é seu público-alvo, quem são seus concorrentes e principalmente sobre suas necessidades financeiras.

Atualmente existem métodos extremamente ágeis de estruturação de planos de negócio, como por exemplo o Business Model Canvas. Popularmente chamado apenas de Canvas, esse método permite desenvolver e esboçar modelos de negócios novos ou existentes, através de um painel que possui quatro grandes áreas:

  • Como?
  • O quê?
  • Para quem?
  • Quanto?

Cada uma dessas áreas dará ao profissional um rumo sobre o que ele precisa estruturar.


Imagem: Sebrae

O Coach, assim como qualquer empreendedor, deve ter em mente a importância do plano de negócios e, claro, do planejamento financeiro. Esse planejamento dirá quanto o empreendedor tem de custos mensais, como água, luz, telefone, deslocamento e quanto deverá ser sua receita para chegar ao equilíbrio. Esse planejamento deve ser acompanhado mensalmente e sempre que possível passar por uma grande revisão, no mínimo anualmente. Esse planejamento é o que dará informações de quanto deverá ser investido em marketing, conforme as necessidades e possibilidades: sites, cartões de visita, folders, panfletos, uma apresentação corporativa, anúncios em mídia online ou offline etc.

Nesse momento do planejamento, muitos profissionais e empresários se perguntam quanto investir em marketing e certamente essa também é a dúvida de muitos Coaches. A resposta é simples: depende! 

Muitos fatores podem influenciar nessa decisão, mas para estabelecermos um padrão, podemos levar em consideração os indicadores do mercado e o que temos nas bibliografias de marketing: normalmente, empresas e profissionais que fazem investimentos consideráveis chegam a ter até 10% do faturamento mensal destinado ao marketing; já empresas mais conservadoras investem de 3% a 5%.

Um ponto que temos que levar em consideração nesse caso – e que muitos profissionais não levam – é que, seguindo apenas essa lógica, quando se vende menos investe-se menos, e quando estamos faturando mais, investimos mais. Assim, tome cuidado quando suas vendas caírem: quando os clientes sumirem, é importante ter um caixa para manter o volume de investimento.

Ter consciência do momento em que o Coach está como empreendedor e de quais são suas metas, objetivo e visão de futuro é o que irá pautar o plano de negócio e, claro, os objetivos de marketing. Para isso não tem segredo, o exercício e a prática irão auxiliar bastante.

Fernando Souza é consultor e professor de Marketing Digital e Comunicação. Publicitário, palestrante e empreteco, atua há mais de 15 anos no mercado digital. Faz parte do corpo de professores no IED e na FIA – Fundação Instituto de Administração, São Paulo Digital School, Mirago e Konfide, entre outras. Já ministrou workshops e palestrou para instituições como Abbott, ESPM, K&C, Shoppings Itaquera e Eldorado, PUC-SP, MIS e ESALQ-USP. Tem no currículo atuações em projetos de marketing e mídias sociais para grupos grandes como Fundação Telefônica, Royal Palm Hotels & Resorts, Ticket Edenred, Abril e Hospital 9 de Julho, entre outros.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa