fbpx

Pets & Bem-estar

Pets melhoram nossa qualidade de vida, aumentam nossa sociabilidade, ajudam nosso bem-estar mental e desenvolvem nossos filhos.

⏲ Tempo estimado de leitura: 5 minutos
pets e bem-estar

Pets & Bem-estar
Por Stephanie Nuria Sachs Feder (*)

Durante a pandemia, vimos um crescimento atípico de adoção de cães e gatos. A explicação? Suprir a solidão causada pelo isolamento social. Mas, nós – fãs de animais – sabemos que pets fazem muito mais que oferecer companhia: eles melhoram nossa qualidade de vida, aumentam nossa sociabilidade, ajudam nosso bem-estar mental e desenvolvem nossos filhos.

Atividade física

Para começar, segundo o American Journal of Lifestyle Medicine, andar com seu bicho de estimação aumenta o engajamento e comprometimento com atividade física. Afinal, se ele não pode ficar sem andar, por que você poderia?

Social 

No aspecto social, os peludos permitem estabelecer uma conexão com outros por meio de interações com outras pessoas durante as caminhadas. Estudos mostram que donos de cães e gatos são mais amigáveis do que demais pessoas.

O Centers for Disease Control and Prevention também defende que ter um animal aumenta as oportunidades de sair e socializar. Consequentemente, andar ou brincar com eles diminui pressão arterial, níveis de colesterol e triglicerídeos além de ajudar administrar solidão e depressão.

Saúde mental

O valor terapêutico do relacionamento com o pet é cada vez mais reconhecido por pesquisadores. Marion Janner, especialista em saúde mental, defende que “cachorros nos amam incondicionalmente, pois são indiferentes à raça, gênero, tamanho… A simplicidade e profundidade desse amor é uma alegria contínua…eles ensinam crianças a terem responsabilidade, altruísmo e compaixão além de ajudar lidar com falecimentos.”

Mas por qual motivo bichos de estimação tem esse efeito terapêutico? Um aspecto é o reconhecimento social. Ou seja, o processo de identificar alguém como importante e significante para você, similar ao vínculo de mamãe e bebê.

A pesquisadora Meg Daley Olmert explica que ao chamarmos nosso peludinho de “meu bebê”, reconhecemos ele(a) como tal. E as mesmas conexões neurais são geradas quando uma mãe fala “meu bebê” ao seu recém-nascido.

Uma pesquisa do Human Animal Bond Research Institute (HABRI) mostra que 74% de donos de animais melhoraram sua saúde mental após adotar um bichinho. Segundo o HABRI, o “Pet Effect” (Efeito Pet) é o efeito positivo que cães e gatos têm em nossa saúde. Cada vez mais pesquisas mostram que ter um animal pode melhorar sua saúde emocional e física.

Uma pesquisa de 2016 demonstra que pessoas com doenças mentais melhoram seus relacionamento, pois bichos de estimação proporcionam segurança e rotina. Ou seja:

  • Sintomas menores de stress pós-traumático;
  • Níveis menores de depressão;
  • Níveis maiores de satisfação com a vida;
  • Bem-estar psicológico maior;
  • Menores níveis de isolamento social e habilidade melhor em participar de atividades sociais;
  • Níveis mais altos de resiliência;
  • Níveis mais altos de camaradagem.

Ter um bichinho de estimação ajuda a liberar endorfinas que acalmam a mente, como a ocitocina por meio de conforto, abraços ou atividade física. Além disso, cães e gatos ajudam a combater depressão pois dão um propósito à vida.

Desenvolvimento infantil

Animais são vitais para o desenvolvimento de crianças. Por exemplo, crianças que sofrem de déficit de atenção, aprendem a se concentrar mais por causa da rotina que um cão ou gato proporciona. Crianças no espectro de autismo também se beneficiam ao acariciar um bichinho, pois isso gera uma sensação de calma. No geral, peludos ensinam compaixão e responsabilidade.

Por fim, pets melhoram nossa qualidade de vida, aumentam nossa sociabilidade, ajudam nosso bem-estar mental e desenvolvem nossos filhos. Se você tem vontade de adotar um, pergunte antes para você mesmo(a):

  • Tenho tempo para cumprir as responsabilidades que vem ao adotar um bicho de estimação: alimentá-lo(a), andar com ele(a) e ir para casa ficar com eles?
  • Tenho dinheiro o suficiente para pagar sua comida e contas de saúde?
  • O que faria se viajasse?
  • Sou responsável o suficiente para cuidar de outra vida?

Se a resposta for não para qualquer uma das perguntas acima, não adote, pois apesar de ser uma delícia, demandam tempo, dedicação e muito carinho. Ao invés disso, se proponha a andar com o cachorro do vizinho, cuide de pets durante viagens de amigos ou seja voluntário em uma ONG de animais. Afinal, não queremos fazer essa onda de adoção virar uma onda de abandono!

Agora, se respondeu sim a todas as perguntas, entre em contato com uma ONG como a Vito e Carmela, Kahdota, Desabandone ou Instituto Luisa Mell e escolha o peludinho que tem mais a ver com você!

E se você já tem um, dedique um tempo do seu dia, nem que seja meia hora, para andar, brincar e acariciá-lo(a). Também é importante levá-lo(a) ao veterinário regularmente. Eles fazem tanto por nós, logo é nossa responsabilidade fazer este pouco por eles!

Se presenciar abuso animal, denuncie à delegacia mais próxima, ligue para o IBAMA no número 0800 61 8080 (gratuitamente) ou então entre em contato pelo e-mail linhaverde.sede@ibama.gov.br.

Cuide de você, cuide de seu pet!

(*) Stephanie Nuria Sachs Feder é Content and Marketing Manager na Carevolution, gerindo o branding da empresa, criando estratégias de conteúdo e gerando conteúdo por meio de mídias audiovisuais.

Stephanie Nuria Sachs Feder
http://carevolution.com.br/

Fontes sobre Pets & Bem-estar:

https://www.forbes.com/sites/nicolefisher/2019/05/12/8-ways-pets-improve-your-health-and-wellbeing/#3fb3465b3d4c
https://www.cdc.gov/healthypets/health-benefits/index.html
https://www.theguardian.com/society/2020/mar/17/dogs-have-a-magic-effect-the-power-of-pets-on-our-mental-health
https://adaa.org/learn-from-us/from-the-experts/blog-posts/consumer/alleviating-anxiety-stress-and-depression-pet
https://mhanational.org/blog/how-science-supports-pets-improving-your-mental-health
https://www.cbhs.com.au/health-well-being-blog/blog-article/2020/04/13/five-ways-pets-can-improve-your-health-and-wellbeing
https://www.worldanimalprotection.org.br/denuncia
https://au.reachout.com/articles/pets-and-mental-health
https://www.abc.net.au/news/2020-03-21/coronavirus-brings-increase-in-pet-adoptions-and-abandonments/12074914

Confira também: Saúde em movimento

 

Sharon Feder Author
⚙️ Carevolution
Sharon Feder é formada em Psicologia pela Brown University nos EUA, com especialidade em Estudos Brasileiros e Portugueses pela Brown University e Coach de Saúde e Bem-Estar com Certificação Internacional pela Wellcoaches (EUA). Treinada no Modelo Transteórico de Mudança de Comportamento (ProChange Behavior Systems). Atualmente, é Sócia Diretora na Carevolution Consultoria em Saúde e Bem-Estar, desenvolvendo programas de qualidade de vida e capacitações de profissionais com foco em mudança de comportamento, engajamento e autocuidado.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa