fbpx

Pagar mais ganhando menos?

Você já parou para ver suas despesas do mês e descobriu que gastou um valor que nem mesmo imaginava? Despesas como: revistas e aqueles cafezinhos que pareciam tão inofensivos para o seu bolso?

Vamos começar falando sobre a dica do post anterior, isto é, anotar as despesas do dia a dia que normalmente esquecemos. Acontece que no final do mês, se formos ver, gastamos um valor que não imaginávamos. E como identificar estas despesas? Eu cito meu próprio exemplo.

Ganhei de uma amiga, Anna Paula, um pequeno caderninho, que coloquei em minha bolsa para começar a anotar estas despesas. E aí vai uma dica: use o bloco de notas que existe em qualquer celular. Pequenos gastos? Quando me dei conta, só de revistas havia gasto no mês R$175,00, que multiplicado por 12 meses dá a quantia de R$2.100,00! Estão vendo a armadilha? Isto é só um exemplo. E os cafezinhos tão inofensivos para o bolso quanto para o estômago? Bom, neste momento percebi que o que tinha para pagar era maior do que eu receberia. E aí, o que fazer?

Em primeiro lugar, estabeleça as prioridades dos pagamentos. Quanto maior a multa e juros em caso de atraso no pagamento, maior também será a necessidade de quitação. Às vezes vale a pena negociar, explicar seu momento e pedir uma prorrogação.

Existem também os chamados débitos automáticos. Preste bem atenção ao optar por essa forma de pagamento, pois o pagamento será debitado de sua conta corrente sem aviso prévio e você não poderá negociar. Eu sugiro colocar água, luz e gás porque contas de consumo costumam ser mais baixas e se não pagar, ficará sem o fornecimento do serviço.

Para as demais contas como condomínio, operadora de TV a cabo, telefone (algumas até parcelam), prestações e carnês em geral sempre existirá a possibilidade de negociação.

Aí surge sempre a seguinte ideia: por que não usar o Cheque Especial do Banco para quitar minhas dívidas?  Outra armadilha! Não se esqueça de ver a taxa de juros, hoje e sempre altamente abusivas para este tipo de crédito. Sabe por quê? Porque eles não perguntam onde você vai usar este dinheiro. Então quanto maior o risco do Banco receber, maior é a taxa que ele vai cobrar. Tem uma reserva na poupança? Então saiba que neste caso é melhor utilizá-la ou então tentar emprestar de uma pessoa da família ou conhecido. Nunca de um agiota! E porque utilizar o dinheiro da poupança? Porque com certeza o que você irá pagar de juros no Cheque Especial, se não conseguir o dinheiro emprestado, será bem maior do que o rendimento da poupança, principalmente no cenário atual.

O momento é de preservar o nosso patrimônio!

No próximo encontro falaremos exatamente o contrário: tá sobrando dinheiro, o que fazer?

Até o próximo encontro!

⚙️ FiToy
Elizabeth Kassis é Engenheira de Produção com pós-graduação em Varejo, Administração Financeira e Orçamentária e Desenvolvimento Empresarial. Possui Especialização em Formação de Líderes, Consultores e Facilitadores. Certificada no Instrumento MBTI Step I e II. É Empresária e consultora que atua com desenvolvimento de pessoas e organizações. Atuou como Executiva no mercado financeiro (ABN REAL, Santander, Bank Boston, Nacional e Banco Francês e Brasileiro). Líder e agregadora, focada em resultados. Conviveu em ambientes multiculturais, competitivos, inovadores e globais. Atuou durante 6 anos como Conselheira Consultiva do Banco de Investimentos LLA ANDBANK. Trabalha com Mentoring, é Professora e Palestrante.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa