fbpx

O Suporte Emocional!

O apoio emocional é o que qualquer pessoa espera receber nos momentos difíceis. E é essa capacidade de dar apoio emocional que diferencia os profissionais de qualquer área, especialmente em Coaching. Entenda a razão em “Dimensões do Sucesso” de hoje.

Primeiramente, quero agradecer pelo apoio e as boas referências que tenho recebido dos amigos leitores deste espaço sobre Coaching. Fiquei bem surpreendido ao ter alcançado perto de 15 mil leituras de um dos meus textos, aquele que tratou de resiliência. Esse tema, aliás, parece que renasce a cada dia com novas provocações e desafios. Brevemente, trarei novas e atualizadas pesquisas a respeito.

Hoje, vamos viajar em outro departamento. Neste instante, estou em mais uma viagem internacional e eis que um fato ocorrido comigo me coloca a pensar sobre apoio emocional. Indo além, cria elos com algo que se tornou banal: uma pessoa precisa de algum tipo de apoio emocional e é simplesmente ignorada (algo como … vire-se!). Seja ou não em processo de Coaching.

Imagine a seguinte e real situação: eu estou cochilando durante o voo e acordo quando começa o serviço de jantar. Percebo algo estranho com as luzes internas do avião, que ficam a piscar como em uma onda, numa situação de apaga e acende que vai da cabine do piloto até as últimas poltronas. Como é que o passageiro se sente quando algo parece não ir bem?

Perguntei ao comissário de bordo o que estava acontecendo e a resposta foi objetiva. Ele falou “o sistema de iluminação interno está com defeito e por essa razão é que as luzes piscam intermitentemente”. Ou seja, a sensação de impotência perante um problema técnico é tratada de maneira simples e corriqueira: “o sistema tem problemas”, disse-me ele!

É ou não é surpreendente? O passageiro faz uma pergunta e recebe, como resposta, algo que fica a perturbar sua cabeça: até que ponto o problema descrito pode derrubar um avião? Deveria o comissário ter dado outra desculpa ou fez bem em ser sincero? Foi sincero ou quis mexer com a adrenalina do passageiro? De qualquer forma, ficou evidente a falta de preparo para ele agir em situações assim.

O apoio emocional é o que qualquer pessoa espera receber nos momentos difíceis. E é essa capacidade de dar apoio emocional que diferencia os profissionais de qualquer área, especialmente em Coaching. Lembrei-me de meu amigo João (*nome fictício), um Coach muito bem preparado. Ele já foi soldado e sofreu os horrores da guerra. Matou, viu amigos morrerem e ajudou pessoas feridas. Hoje, depois de anos de preparo pessoal, incluindo o psicológico, e várias especializações em Coaching, seu tempo tem prioridade com pessoas que passaram pelo mesmo tipo de situação e precisam de apoio emocional.

Com um roteiro de viagens e atendimentos que privilegia os países mais pobres, mas não abandona os demais, o João quer ajudar as pessoas a romperem com suas sequelas emocionais. Cria programas de recuperação para quem vivenciou eventos traumáticos, ajudando-as a ter salto bem sucedido para as suas metas de vida. Ou seja, diferentemente do comissário que deixou o passageiro suando frio ao não explicar porque as luzes da cabine tinham comportamento anormal, o João trabalha o mais fundo das emoções das pessoas, de forma a romperem com as dores mortes que fizeram parte de suas vidas.

Eis aí um diferencial para o Coach: saber consolidar os anseios atuais de uma pessoa de forma coerente com o passado, mesmo que isso inclua mortes e batalhas campais. O objetivo não é ser discriminatório e nem sensacionalista, mas dar ao traumatizado pela guerra uma esperança. É estimular que essas pessoas tenham um reencontro consigo mesmo e com a energia positiva que construirá o novo mundo.

Fica o recado: Seja você Coach ou não, saber a dar suporte emocional a quem precisa é fundamental. 

Mario Divo Author
Mario Divo tem extensa experiência profissional, tendo chegado a quase meio século de atividade ininterrupta, em 2020. É PhD e MSc pela Fundação Getulio Vargas, com foco em Gestão de Negócios, Marcas e Design, Marketing e Comunicação Corporativa. Tem formação como Master Coach, Mentor e Adviser pela Sociedade Brasileira de Coaching e pelo Instituto Holos. Consultor credenciado para aplicação do diagnóstico meet® (Modular Entreprise Evaluation Tool), Professor e Palestrante. CEO e Coordenador Executivo das plataformas de negócios MENTALFUT® e Dimensões de Sucesso®, acumulando com o comando da sua empresa MDM Assessoria em Negócios. Foi Diretor Executivo do Automóvel Clube Brasileiro e Clube Correspondente da FIA – Federação Internacional do Automóvel, no Brasil. Foi titular do Planejamento de Comunicação Social da Presidência da República (1997-1998) e, anteriormente, comandou a Comunicação Institucional da Petrobras. Liderou a Comunicação Institucional e a Área de Novos Negócios da Petrobras Internacional. Foi Presidente da Associação Brasileira de Marketing & Negócios, Diretor da Associação Brasileira de Anunciantes e, também, Conselheiro da Câmara Brasileira do Livro. Primeiro brasileiro no Global Hall of Fame da Aiesec International, entidade presente em 2400 instituições de ensino superior em 126 países e territórios, voltada ao desenvolvimento das potencialidades das jovens lideranças em todo o mundo.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa