Anúncios

O que é Inbound Marketing e como aplicá-lo em seu negócio

Aprenda de forma fácil e prática como você pode adotar o Inbound Marketing para conquistar mais clientes para seu negócio.

Talvez você até já tenha ouvido falar, mas sabe, realmente, o que é Inbound Marketing? Neste artigo, vou mostrar, de forma fácil e prática, como você pode adotá-lo para conquistar clientes para seu negócio.

O Inbound Marketing é uma metodologia muito usada no Marketing Digital. Ela tem como objetivo atrair público através de mensagens ou conteúdos. É o que chamamos de Marketing Novo. Já pensou conseguir ser comprado em vez de ter que vender? Ser cobiçado e admirado pelo mercado? Virar referência pelo que você oferece ou produz? Pois então, esta é a ideia!

Antigamente, era muito comum, por exemplo, empresas ligarem para potenciais clientes para vender produtos e serviços. Você gostava disso? Eu, não! Achava chato, invasivo, e dificilmente comprava, até porque normalmente o que era oferecido não me interessava. Algumas marcas ainda usam essa estratégia. Quando me ligam, sinto-me como se estivesse no anos 90…

Hoje, com clientes cada vez mais exigentes e com tantas opções no mercado, tentar empurrar algo goela abaixo não é uma estratégia inteligente. As pessoas compram de quem elas admiram, confiam e se relacionam. Por isso o Inbound Marketing está tão em evidência e dá resultado.

1° PASSO: ATRAÇÃO

Antes de pensar em vender, você precisa focar em como atrair pessoas para seus canais. Como levar o público para seu site, por exemplo? Com conteúdo!

Publicar artigos e textos no seu blog, usando as técnicas de SEO (que proporcionam bom posicionamento nos buscadores, como o Google), é um caminho que funciona.

2° PASSO: CONVERSÃO

Não adianta ter 10.000 visitas por mês no seu site se você não sabe quem são nem tem contato com essas pessoas. É errado deixar esse público entrar e sair do seu canal sem criar uma conexão. Você precisa transformar esses visitantes em leads! Este é um passo fundamental no Inbound Marketing.

Um lead é um visitante que aceitou te fornecer seu nome e e-mail, por exemplo. Ele pode dar esses dados para receber a newsletter ou o boletim informativo mensal. Mas, em geral, conquistamos leads quando disponibilizamos gratuitamente algum material rico.

Videoaulas e e-books são os tipos de materiais mais usados para oferecer ao público. Como se tratam de materiais bem elaborados, com grande valor, as pessoas aceitam se cadastrar para ter acesso a eles. Você jamais pode deixar esses conteúdos abertos, sem exigir nenhum tipo de cadastro, pois, desta forma, não vai gerar leads.

Nesta etapa da conversão, contar com uma ferramenta que ofereça a criação de Landing Pages é totalmente necessário. A RD Station é uma plataforma que indico. É através de uma página de captura (ou destino) que oferecemos este conteúdo e as pessoas preenchem um formulário com seus dados. E, só então, têm acesso ao material.

Cuidado aqui: não coloque muitos campos no formulário. Em geral, as pessoas odeiam dar muitas informações e isso pode diminuir sua taxa de conversão. Nome e e-mail normalmente bastam.

3° PASSO: RELACIONAMENTO

Você começou a gerar leads? Ótimo! E agora? Relacione-se com eles! Aproveite que esses potenciais clientes estão quentes, dispostos a consumir seus conteúdos, ouvir mais sobre o que você pensa, e, quem sabe, comprar seus produtos ou serviços.

Esse relacionamento pode ser através de e-mails marketing, principalmente. Converse com seu público, pergunte o que essas pessoas gostariam de ler… Mas também não precisa exagerar e mandar mensagens diariamente. O foco deve ser a qualidade, não a quantidade.

4° PASSO: VENDA

Com conteúdos de qualidade, relacionamento na medida e produtos ou serviços que atendam às necessidades do público, há uma grande chance de a venda ocorrer. Seria leviano de minha parte dizer que, seguindo todas as etapas anteriores, você venderá para todos os leads gerados. Isso seria sensacional…

Vale ressaltar aqui também que, muitas vezes, a venda não ocorre imediatamente, mas sim após meses ou até anos. Recentemente, fui ver quando uma pessoa, que havia acabado de comprar um curso meu, tinha entrado na minha lista (mailing). Acredite: há 2 anos! Sim, foram 24 meses de relacionamento, conteúdos compartilhados, trocas, para a venda ser efetivada.

Ou seja, calma. Não pense só em curto prazo. Você fará vendas imediatas, sim, para pessoas que têm urgência para resolver uma dor e condição financeira de comprar sua solução. Mas nem todos se encaixam neste perfil. Preocupe-se primeiro em se tornar uma autoridade, uma referência, e a venda será consequência.

5° PASSO: ANÁLISE

De onde vieram os leads? E os clientes em si? Através de mídias sociais? Qual delas? Ou via Google, graças a um trabalho de SEO? E qual foi o custo para adquirir esse lead ou cliente? Qual foi o ROI?

Identificar a origem e analisar o CAC, por exemplo, têm enorme relevância no Inbound Marketing, até para direcionar sua estratégia. Com dados e insights, inclusive, muitas vezes precisamos rever nossas ações e mudar direções.

6° PASSO: RETENÇÃO E ENCANTAMENTO

Depois de vender para o cliente, o que fazer com ele? Manter e até estreitar o relacionamento! É hora de encantá-lo, oferecendo um ótimo pós-venda, novos conteúdos… Até para vender novas soluções a ele.

Se o cliente está satisfeito, teve sua dor resolvida e foi bem atendido, provavelmente voltará a comprar de você. Está nas suas mãos!

 

Almir Rizzatto possui graduação em Jornalismo e pós-graduação em Comunicação Empresarial, Relações Públicas e Marketing. É fundador da RZT Comunicação, criada em 2006 e que atende empresas de todos os portes e profissionais liberais. A agência oferece soluções em comunicação, como Marketing Digital, redes sociais, conteúdo para sites e blogs, e-books, assessoria de imprensa e Media Training, entre outros. Almir também atua como palestrante, instrutor e consultor em Marketing Digital. Entre os cursos oferecidos estão os de Marketing Digital, redes sociais e SEO, com os quais já capacitou centenas de profissionais.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa