Anúncios

O Prêmio dos Incompetentes

As pesquisas continuam apontando que no Brasil grande parte das pessoas não está feliz em seu trabalho e, se este for seu caso, não perca este artigo. Você está trabalhando para ganhar ou para cumprir tabela?

As pesquisas continuam apontando que no Brasil grande parte das pessoas não está feliz em seu trabalho e, se este for seu caso, te convido a acompanhar o diálogo abaixo. Foi a conversa que tive com um amigo que está nesta situação.

Amigo: — Está complicado continuar na empresa, não estou feliz.

Eu: — E o que falta e que te deixaria feliz?

Amigo: — Um emprego em um lugar que me pague mais.

Eu: — Mas você não está feliz com a empresa ou com o salário?

Amigo: — Com os dois! Preciso ganhar mais.

Eu: — E se você ganhasse mais na sua empresa, isso te deixaria feliz?

Amigo: — Com o salário sim… mas não sei, não gosto das pessoas.

Eu: — Então, em que tipo de lugar você gostaria de trabalhar?

Amigo: — Recebi uma proposta de emprego em outro lugar, o salário é bem parecido. Pouco a mais, mas tenho chance de crescer.

Eu: — Que legal! Então você já tem outra opção. Quando vai para lá?

Amigo: — Não vou, porque para eu ir eu preciso pedir demissão e vou perder meus direitos.

Eu: — Que direitos?

Amigo: — A multa do meu FGTS, de 40%.

Eu: — Calma… a multa só se ganha quando alguém é mandado embora?

Amigo: — Sim, mas é meu direito.

Eu: — Só é seu direito se você for mandado embora. E normalmente é mandado embora aquele que não gera valor para a empresa, é o seu caso?

Amigo: — Talvez, eu não estou feliz, não estou produzindo bem.

Eu: — Você não está produzindo bem de propósito?

Amigo: — Eu na verdade queria mesmo que me mandassem embora. Assim receberia meus direitos.

Eu: — Me diga uma coisa… considere que nunca te mandem embora e que você aposente na empresa, mesmo sendo a vida toda infeliz. Ainda assim, receberá estes 40% ao final, quando se aposentar?

Amigo: — Acho que não!

Eu: — Então porque insiste em confundir a multa por te mandarem embora com um direito seu? Pense bem… talvez, por não produzir, acabem mesmo te mandando embora e esta multa vai apenas representar neste caso, uma premiação sua por não ter produzido. Já parou para pensar que, ao entrar na outra empresa, lá vão esperar que você também produza e gere valor?

Amigo: — Não sei… mas eu gostaria de receber a multa….

Bom, até aqui, você já deve ter percebido os ensinamentos por dentro desta reflexão e, se quiser saber o restante deste diálogo, me avise que eu conto no próximo artigo. Por agora… eu te convido a pensar se na sua vida você quer ser premiado por ser incompetente ou ser premiado por ser competente. Você está trabalhando para ganhar ou para cumprir tabela?

Abraços,

César

César Santiago é Coach certificado internacionalmente pela European Coaching Association (ECA), Global Coaching Community (GCC) e Behavioral Coaching Institute (BCI). Pós-graduado em Gestão de Projetos. Atuou por 13 anos em diversas funções de liderança e trabalhou em dois dos maiores grupos de educação do Brasil. Desenvolve treinamentos focados no desenvolvimento de competências. Autor do livro “Minha Vocação: Uma Jornada rumo à realização e sucesso”. Criador do treinamento on-line minhavocacao.com, dedica-se a contribuir para que jovens e empresas possam descobrir o poder de realização em conciliar Vocação e Carreira podem trazer para suas vidas, negócios e para o mundo. É atualmente CEO na empresa Eu Salto Alto – Mulheres de Negócio, escola de Negócios, Desenvolvimento, Treinamentos e Capacitação de Mulheres Empreendedoras.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa