fbpx

O Coaching e suas metáforas

Que tipo de árvore é você? Qual o tipo de árvore, você quer ser? Metáforas estão por toda parte e até as usamos sem perceber, pois são artifícios utilizados para descrever uma ideia a partir de outra.

5387
5387

Há um sítio interessante e que explora a temática do Coaching: Coaching Metaphoria (www.coachingmetaphoria.com). Ali são postados comentários e desenvolvidos conceitos de maneira criativa, conjugando inovação e descontração. O sítio foi criado por Julia Chung (www.juliachung.com) e Barbara Luther (www.windbeneathyourwings.com), ambas profissionais reconhecidas no campo da pesquisa científica e do Coaching.

Julia e Barbara apresentam o sítio Coaching Metaphora da seguinte forma: começou inspirado no livro de Gerald e Lindsay Zaltman, chamado Marketing Metaphoria – O que as mais fortes metáforas revelam sobre as mentes dos consumidores. Afinal, por princípio, um Coach tem que entender e trabalhar com a mente do cliente o tempo todo. Então, as autoras perceberam que esse poderia ser um maravilhoso espaço de diversão no tema e, até mesmo, servir como recurso para Coaches e para aqueles que procuram ferramentas de autocoaching. Simples assim, o blog começou a tomar forma.

Indo além, a intenção é a de proporcionar um espaço para partilhar e recolher poderosas metáforas que os Coaches podem usar com os clientes como recurso válido e eficiente. Assim, as autoras querem contribuir com os Coaches e Coachees para lidar com um desafio pessoal ou profissional, de forma a se beneficiarem de ideias e saberem explorar as metáforas reunidas no blog. Metáforas estão por toda parte e até as usamos sem perceber, pois são artifícios que usamos para descrever uma ideia a partir de outra; a expressão de duplo sentido de entendimento implícito e figurado.

Um dos exemplos de postagem que mais me agradou foi aquele que perguntava: Que tipo de árvore é você? E mais importante do que isso, qual o tipo de árvore que você quer ser? Segundo as autoras, é importante refletir em como nós nos vemos como árvores. Nós nos “ramificamos” quando vamos explorar uma nova direção e “florescemos” à medida que prosperamos. Nós temos que nos “dobrar para trás”, quando tentamos algo muito difícil e não somos bem sucedidos.

E também, quando estamos ficando com a relação positiva com o trabalho, no caminho do objetivo delineado, surgem esquilos dançando sobre os galhos para nos distrair. Afinal, a árvore tem raízes, tronco, ramos e folhas, e cada um de nós tem valores (as raízes das quais nascemos), a intenção (o tronco do que defendemos), as ações (os ramos daquilo que fazemos) e os resultados (o crescimento). E as autoras desafiam: Que tal começar a esboçar a “sua árvore”?

Comece por colocar seus valores fundamentais sobre as raízes, as suas intenções no tronco, e passe a preencher os galhos e folhas que se alinham com quem você é e o que você realmente quer ser. Você começa a decidir o quanto a sua árvore ficará florida (como na sua primavera), triste (como no outono) ou vazia (por conta do rigoroso inverno). O que é preciso ter em mente é que a estação do ano que a sua árvore irá demonstrar é definida por você mesmo.

A pessoa (cliente) contrata jardineiro (Coach) para cortar galhos e folhas velhos (antigos hábitos) e abrir espaço a uma nova florida (novos hábitos). A vida não deve ser complicada, e vale mostrar ao cliente que quando se libertar do fardo de carregar ramos e folhas velhos, sua árvore está cada vez mais saudável.

Mario Divo Author
Mario Divo tem extensa experiência profissional, tendo chegado a quase meio século de atividade ininterrupta, em 2020. É PhD e MSc pela Fundação Getulio Vargas, com foco em Gestão de Negócios, Marcas e Design, Marketing e Comunicação Corporativa. Tem formação como Master Coach, Mentor e Adviser pela Sociedade Brasileira de Coaching e pelo Instituto Holos. Consultor credenciado para aplicação do diagnóstico meet® (Modular Entreprise Evaluation Tool), Professor e Palestrante. CEO e Coordenador Executivo das plataformas de negócios MENTALFUT® e Dimensões de Sucesso®, acumulando com o comando da sua empresa MDM Assessoria em Negócios. Foi Diretor Executivo do Automóvel Clube Brasileiro e Clube Correspondente da FIA – Federação Internacional do Automóvel, no Brasil. Foi titular do Planejamento de Comunicação Social da Presidência da República (1997-1998) e, anteriormente, comandou a Comunicação Institucional da Petrobras. Liderou a Comunicação Institucional e a Área de Novos Negócios da Petrobras Internacional. Foi Presidente da Associação Brasileira de Marketing & Negócios, Diretor da Associação Brasileira de Anunciantes e, também, Conselheiro da Câmara Brasileira do Livro. Primeiro brasileiro no Global Hall of Fame da Aiesec International, entidade presente em 2400 instituições de ensino superior em 126 países e territórios, voltada ao desenvolvimento das potencialidades das jovens lideranças em todo o mundo.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa



Loading cart ...