fbpx

O Coaching aplicado na área de Saúde!

Você já ouviu falar sobre “Coaching em Saúde e Bem-Estar”? A parceria entre os profissionais de saúde e as pessoas assistidas para prevenir os avanços da doença crônica e motivar mudanças no estilo de vida.

Se alguém procurar estudos e pesquisas tendo o Coaching como tema central, encontrará muitas citações da aplicação desse processo em empresas, negócios, na vida pessoal, voltado para liderança e equipes, entre outras denominações, sempre com diversas formas de orientação metodológica. Porém, pouco se discute o Coaching aplicado na área de Saúde.

Para começo de conversa, a expressão original em inglês (Health Coaching) várias vezes aparece traduzida para o português como “Coaching de Saúde” ou “Coaching da Saúde”. Na realidade, o correto é entender que estamos tratando de Coaching em Saúde e Bem-Estar, uma abordagem que cresce rapidamente e gera uma efetiva parceria entre os profissionais de saúde e as pessoas assistidas. Ela quer prevenir os avanços da doença crônica e motivar a mudança de estilo de vida do paciente, principalmente aquele acompanhado em sua casa.

O Coaching em Saúde e Bem-Estar nasceu de uma constatação relativamente recente. Para que o controle de doenças crônicas seja bem sucedido, um fator crítico está na colaboração do doente pela adequação de suas atitudes cotidianas. Parece que não funciona mais o modelo tradicional de o médico dizer ao paciente o que ele deve fazer, esperando que ele cumpra.

O fundamento do Coaching em Saúde e Bem-Estar está em o profissional trabalhar de forma colaborativa com a pessoa assistida, não só pela concientização da importância de “o que fazer”, como também ao identificar caminhos para que o paciente tenha novas atitudes e a confiança no protocolo sugerido (sejá por um médico, técnico, assistente ou enfermeiro).

Atualmente, o Coaching em Saúde e Bem-Estar é considerado como essencial na promoção da saúde e na consecução dos objetivos relacionados ao paciente, a partir de uma parceria entre o profissional (em seu papel de Coach) e a pessoa assistida (em seu papel de Coachee). Nesse cenário, usando técnicas de Coaching, o profissional de saúde ajuda o paciente a melhor entender procedimentos e objetivos, fornece maneiras de se viabilizar a realização do objetivo e colabora para as novas descobertas e motivações do paciente.

As raízes do Coaching em Saúde e Bem-Estar estão relacionadas a processos de tratamento de pessoas viciadas, pelos quais se buscava fugir do aconselhamento puro. Especialistas em saúde criaram uma linha de entrevistas motivacionais para que a pessoa assistida conseguisse explorar os problemas e dificuldades que levaram ao vício, encontrando os próprios caminhos.

As primeiras referências levam ao início dos anos 90, nos EUA, quando nasceu um projeto que comparou três tipos de tratamentos contra alcoolismo: (1) a terapia cognitivo-comportamental, (2) a abordagem usada pelos Alcoólicos Anônimos, e (3) a terapia motivacional, técnica que explora a disposição em mudar hábitos. Os resultados mostraram que os três tratamentos foram igualmente eficazes, mas que o de terapia motivacional levou menor tempo e menos custo. Assim, nasceu o interesse pelas técnicas do Coaching como apoio a esse tratamento.

Finalizando, ao trazer este tema para o nosso espaço sobre Coaching eu tive dois objetivos fundamentais. O primeiro é o de reafirmar o quanto temos o Coaching disseminado em nosso cotidiano de vida, atualmente. E depois, mas não menos importante, eu quero estimular que os leitores que são profissionais de Saúde ou de Recursos Humanos, em especial, levem essa prática para as empresas em que trabalham, contribuindo com um melhor resultado quando do encaminhamento de protocolos voltados à saúde e ao bem-estar das pessoas.

Mario Divo Author
Mario Divo tem extensa experiência profissional, tendo chegado a quase meio século de atividade ininterrupta, em 2020. É PhD e MSc pela Fundação Getulio Vargas, com foco em Gestão de Negócios, Marcas e Design, Marketing e Comunicação Corporativa. Tem formação como Master Coach, Mentor e Adviser pela Sociedade Brasileira de Coaching e pelo Instituto Holos. Consultor credenciado para aplicação do diagnóstico meet® (Modular Entreprise Evaluation Tool), Professor e Palestrante. CEO e Coordenador Executivo das plataformas de negócios MENTALFUT® e Dimensões de Sucesso®, acumulando com o comando da sua empresa MDM Assessoria em Negócios. Foi Diretor Executivo do Automóvel Clube Brasileiro e Clube Correspondente da FIA – Federação Internacional do Automóvel, no Brasil. Foi titular do Planejamento de Comunicação Social da Presidência da República (1997-1998) e, anteriormente, comandou a Comunicação Institucional da Petrobras. Liderou a Comunicação Institucional e a Área de Novos Negócios da Petrobras Internacional. Foi Presidente da Associação Brasileira de Marketing & Negócios, Diretor da Associação Brasileira de Anunciantes e, também, Conselheiro da Câmara Brasileira do Livro. Primeiro brasileiro no Global Hall of Fame da Aiesec International, entidade presente em 2400 instituições de ensino superior em 126 países e territórios, voltada ao desenvolvimento das potencialidades das jovens lideranças em todo o mundo.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa