Não quero esclarecer, eu quero é complicar!

Será que o Coaching realiza o que promete? Qual o referencial teórico que me permite acreditar em tudo o que o Coaching promete fazer? Será mesmo uma prática tão independente das demais?

Cinco anos atrás, depois de um bom bate-papo em um café-bar do Shopping Paulista, em São Paulo, três empreendedores assumiram o desafio de criar a Cloud Coaching. Um café-bar porque, naquela oportunidade, dois preferiram beber café, outro foi para o refrigerante e, como não poderia deixar de ser, um tomou cerveja. Para quem achou que errei na conta, foram efetivamente quatro pessoas e, devo confessar, o da cerveja era eu! Na mesma data e com toda a minha torcida pelo trio de amigos, foi então criado este espaço Dimensões do Sucesso, que teve inspiração na minha dissertação de mestrado “A Dimensão do Sucesso em Coaching: Uma Análise do Contexto Brasileiro”, diploma obtido na FGV-RIO.

Poucos meses depois de lançada a Cloud Coaching, sua audiência já era medida em dezenas de milhares de pessoas, todas interessadas no excelente conteúdo preparado por vários profissionais competentes e de diferentes áreas de atuação. E eu acabei ganhando outro tipo de desafio, que foi desenvolver o Espaço do Coach, que alguns leitores conhecem. Nessa parceria minha com a equipe de articulistas da Cloud Coaching, pude gerar novos amigos e muito aprendizado. Hoje, em homenagem a tudo isso que aconteceu, quero aqui mencionar um profissional que me inspira com suas iniciativas, até porque o trabalho dele (como o meu) tem base em estudos avançados.

Daí, decidi hoje aquecer um assunto tido como polêmico e muito mistificado dentro do ambiente do Coaching. Quem fez algum curso (qualquer um) de formação deve ter ouvido e lido que ele é diferente de Mentoria. Aqui neste blog você encontrará artigos e definições diferenciando o Coaching da Mentoria e do Aconselhamento. Muitos, até hoje, afirmam que o Coach não deve e não pode ser mentor e nem aconselhar o Coachee. Será isso uma verdade absoluta?

Como um profissional que agrega a formação acadêmica, tenho o direito de perguntar: será que o Coaching realiza o que promete? Qual o referencial teórico que me permite acreditar em tudo o que o Coaching promete fazer? Será mesmo uma prática tão independente das demais?

Pois bem, em minhas pesquisas avancei nessas questões e descobri que, na década de 1980, uma linha de cientistas já tratava da relação entre a Mentoria e o Coaching. Em dois trabalhos da época, liderados por Kathy Kram, o Coaching era posicionado como uma das funções da Mentoria, especificamente voltada para o desenvolvimento de carreira, quando o cliente do processo busca garantir aprendizado e evolução profissional.

Rey Carr, em 1999, continuou a manter afinados esses conceitos, pois entre os dez pontos fundamentais, inerentes ao excelente mentor, em um deles ele apontava, explicitamente, a necessidade de aplicar habilidades de Coaching para criar a visão, explorar sonhos para o futuro, desenvolver pontos fortes, enfrentar as barreiras autoimpostas e usar as habilidades de relacionamento. Em 2001, uma releitura dos trabalhos de Kathy Kram apresentou modificações na forma de tratar os papéis de Mentor e Coach, comparativamente aos estudos publicados em anos anteriores, sem diferenciá-los totalmente.

Nestes cinco anos, em meus dois espaços de postagem, várias vezes toquei no assunto a partir de estudos de cientistas internacionais, divulgados em publicações de prestígio. No Brasil, é comum vermos referências de estudiosos à relação de proximidade ou de afastamento entre o Coaching e a Mentoria. Pois bem, nos dias presentes, com muita coragem e competência, vejo o amigo Marcos Wunderlich apresentar um caminho inovador que, mesmo analisando o Coaching e a Mentoria como práticas diferentes na metodologia e no foco, são absolutamente complementares para que o cliente consiga avançar em seus propósitos.

Porém, o Marcos vai além e inclui, no contexto profissional, a figura do Adviser (Conselheiro) Humanizado. Ou seja, a intervenção adequada de um profissional para atender seu cliente, da melhor maneira possível, requer um conhecimento pleno das ferramentas do Coaching, da Mentoria e do Advice, mantendo bons princípios, valores humanizados e a ética sempre vivos no processo.

Como avisei pelo título, eu vim hoje aqui para celebrar cinco anos complicando a vida de vocês leitores. Para um complemento mais claro sobre essa forma de fazer conviver o Coaching, a Mentoria e o Advice Humanizado, convido a que vocês assistam esta curta apresentação em vídeo abaixo. Depois disso, forme a sua opinião e passe a se orientar por ela. Ao final, o que manda mesmo é o resultado positivo que seu cliente alcança com seu apoio e competência.


Link original: https://www.youtube.com/watch?v=uAQQuYVsrks

Mario Divo Author
Mario Divo tem incrível experiência profissional, tendo chegado a meio século de atividade ininterrupta, em 2019. É PhD e MSc pela Fundação Getulio Vargas, com foco em Gestão de Negócios, Marcas e Design, Marketing e Comunicação Corporativa. Tem formação como Master Coach, Mentor e Adviser pela Sociedade Brasileira de Coaching e pelo Instituto Holos. Consultor credenciado para aplicação do diagnóstico meet® (Modular Entreprise Evaluation Tool), Professor e Palestrante. CEO e Coordenador Executivo da plataforma Dimensões de Sucesso, acumulando com o comando da MDM Assessoria em Negócios. Foi Diretor Executivo do Automóvel Clube Brasileiro e Clube Correspondente da FIA – Federação Internacional do Automóvel, no Brasil. Foi titular do Planejamento de Comunicação Social da Presidência da República (1997-1998) e, anteriormente, comandou a Comunicação Institucional da Petrobras. Liderou a Comunicação Institucional e a Área de Novos Negócios da Petrobras Internacional. Foi Presidente da Associação Brasileira de Marketing & Negócios, Diretor da Associação Brasileira de Anunciantes e, também, Conselheiro da Câmara Brasileira do Livro. Primeiro brasileiro no Global Hall of Fame da Aiesec International, entidade presente em 2400 instituições de ensino superior em 126 países e territórios, voltada ao desenvolvimento das potencialidades das jovens lideranças em todo o mundo.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa