fbpx

Meditação Mindfulness: A Prática Milenar em uma nova dimensão!

A milenar Meditação praticada pelo Hinduísmo e Budismo há milênios, adquiriu uma nova dimensão através da utilização Mindfulness, no mundo atual.

Meditação Mindfulness: A Prática Milenar em uma nova dimensão!

Meditação Mindfulness: A Prática Milenar em uma nova dimensão!

A milenar Meditação praticada pelo Hinduísmo e Budismo há milênios, adquiriu uma nova dimensão através da utilização Mindfulness, no mundo atual.

O termo Meditação é derivado do sânscrito Medha-tação que significa entrar em contato com a sabedoria interior. É uma prática onde a pessoa foca num objeto, pensamento ou atividade em particular, cujo objetivo é alcançar um estado de clareza mental e emocional.

Nas antigas tradições orientais, era considerada como um passo de libertação e transcendência.

Nos tempos atuais, a medicina e a psicologia começou a estudar essa técnica. Recomendada para combate e redução do estresse, bem como manutenção da saúde de forma mais ampla.

Verificou-se que a prática da meditação ajuda no controle da pressão sanguínea assim como na descarga de insulina. De fato, promove maior concentração, melhora o equilíbrio emocional e aumenta a criatividade.

Em 1979, o mindfulness começou a ser usado como prática terapêutica pelo médico Jon Kabat-Zinn e, então, em 2001, Mark Williams, John Teasdale e Zindel V. Segal desenvolveram uma terapia cognitiva com base no mindfulness [Mindfulness-Based Therapy – MBCT].

O significado em português de Mindfulness é “Atenção Plena” ou “Consciência Plena”. Utilizado por empresas e profissionais para combater o estresse e assim adquirir melhor desempenho profissional.

Vale lembrar que não é uma fórmula mágica, mas sim uma prática que exige empenho e constância.

A pessoa que realiza a meditação mindfulness, deve se concentrar na respiração, nos batimentos cardíacos ou então num objeto. Se vierem pensamentos, não se deve fazer julgamentos ou alimentá-los, mas sim voltar ao foco inicial, significa viver o presente.

O fator tempo de dedicação à prática é definida pela pessoa. Recomenda-se um mínimo de cinco minutos pela manhã e antes de dormir. O mais importante é que pode realizá-la em qualquer lugar e a qualquer momento. Por exemplo, se a pessoa tem uma reunião que sabe que terá um grande desgaste, ou está realizando um trabalho que lhe consome muita energia, pode fazer essa prática em alguns minutos, para ter serenidade e equilíbrio para dar prosseguimento às suas atividades.

O mundo do trabalho, seja corporativo ou empresarial, exige cada vez mais comprometimento, acarretando num desagaste cumulativo de estresse, que pode levar a um Burnout, por isso é fundamental ter um “fio terra”.

A prática de mindfulness tem benefícios que se refletem quando da prática rotineira, a saber:

  • Maior autocontrole;
  • Melhor capacidade de concentração;
  • Maior tolerância;
  • Melhor convívio social, profissional e familiar;
  • Os batimentos cardíacos ficam equilibrados;
  • A pressão sanguínea baixa;
  • Os músculos relaxam, trazendo uma sensação de bem-estar.

Segundo Jon Kabat-Zinn  médico, doutor em biologia molecular pelo MIT, professor emérito da Faculdade de Medicina na Universidade de Massachusetts e fundador do Center for Mindfulness in Medicine, Healthcare and Society, o conceito da meditação mindfulness, de acordo com os ensinamentos orientais, é uma perspectiva que consiste em prestar atenção intencionalmente, no momento atual, sem julgar e na vivência enquanto esta desabrocha.

“Mindfulness em seu sentido mais geral significa acordar de uma vida automática e passar a ser sensível para as novidades em nosso dia-a-dia” (Daniel Siegel)

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre a prática milenar da meditação e o mindfulness? Então entre em contato comigo. Terei o maior prazer em responder.

Natalia Marques
Psicóloga, Coach e Palestrante
http://www.nataliamantunes.com.br/

Confira também: A Pandemia antecipou realmente o Futuro (do trabalho)

 

Natalia Marques é Psicóloga Clínica, Coach e Palestrante. Formada em Psicologia pela FMU (1981) e em Coaching/ Mentoring Life & Self-Instituto Holos, possui pós-graduação em Recursos Humanos pela FECAP. Tem curso de Meditação Chan do Templo Zu Lai em Cotia. Como Psicóloga Clínica realiza atendimento Psicoterápico de base Psicanalítica, trabalha os sintomas de Estresse, Ansiedade, Depressão, Fobias, Síndrome do Pânico, Síndrome de Burnout, Conflitos Pessoais e Profissionais. É Coach de Desenvolvimento Pessoal, ajuda pessoas a atingirem seus objetivos e metas pessoais e profissionais, para se tornarem mais felizes. Especialista em Saúde Organizacional e Ocupacional, atua ainda como palestrante em temas de saúde, resiliência, trabalho, carreira e pós carreira. Associada da ABRH, ISMA Brasil e SOBRARE. É coautora no livro “Planejamento Estratégico para a Vida”, onde trata o tema da “Resiliência”.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa