fbpx

Mais um modelo de Coaching!

Uma comunidade global que se conecta tendo em vista desafios comuns, inspira as melhores lideranças e motiva o crescimento das pessoas, essa é proposta da ICF International Coaching Federation. Saiba mais em “Dimensões do Sucesso”.

No artigo passado, tratamos de um modelo que tenta orientar os passos do Coach ao atender seu cliente em um domínio típico do Coaching de Negócios. Aquele modelo é o sugerido pela WABC – World Association of Business Coaches. No artigo de hoje, vamos mostrar a proposta metodológica da ICF – International Coaching Federation, a qual se apresenta como uma comunidade global que se conecta tendo em vista desafios comuns, quer inspirar as melhores lideranças e motivar o crescimento das pessoas. O ICF está presente no Brasil e promoverá uma Conferência Global, em novembro de 2014.

Na visão do ICF, o Coach deve começar garantindo a plena compreensão dos fundamentos do Coaching pelo cliente. Isso significa ter muito bem explicada a forma como será conduzido o trabalho, as questões éticas a serem respeitadas e, nunca é demais comentar, quais os padrões profissionais a serem atendidos pela dupla. Depois, como segundo passo da metodologia, vem o esforço conjunto de criar uma relação positiva e de confiança entre o Coach e o Coachee. Muitos profissionais ignoram um aspecto fundamental, que é a disponibilidade de dar conforto emocional ao cliente para evitar potenciais rupturas e desgastes. Ou então, esquecem-se de manter um clima de bom humor e simpatia, sem falsas posturas de superioridade (o guru).

O terceiro momento dessa metodologia está na comunicação efetiva, que carrega três linhas de ação que não podem ser separadas. A “Escuta Ativa” exige do Coach a capacidade de se concentrar completamente no que o cliente está dizendo com as palavras e, tão importante quanto, com o corpo. No diálogo, é essencial saber fazer as “Perguntas Poderosas”, que revelam a informação necessária para o objetivo do Coachee. E para completar, vem a “Comunicação Direta”, ou seja, a capacidade de comunicar de forma objetiva durante as sessões de Coaching, usando a linguagem que tem o maior impacto positivo no cliente.

A metodologia do ICF ainda tem outra etapa. Facilitar com que o cliente atinja seus resultados esperados é obrigação de qualquer Coach e isso, apesar de complexo, pode ser alcançado com uma técnica que envolve quatro dimensões. Comece por criar “Conscientização”, que é a capacidade de integrar múltiplas fontes de informação e dar interpretações que ajudam o cliente a alcançar os resultados esperados. Depois vem a capacidade de “Design de Vida”, que significa projetar o trabalho com o espírito da aprendizagem contínua, tanto no processo de Coaching como nas decisões pessoais.

A metodologia ainda não acabou e você precisa dar o bom arremate final para não perder o jogo aos 45’ do segundo tempo. “Planejamento de Metas” envolve um Coach e um Coachee devotados a desenvolver e manter um plano eficaz e realista. Finalizando, resta uma dupla engajada na questão do gerencimento do “Progresso e Responsabilidade”. O processo de Coaching deve ter foco no que é importante para o cliente e, neste caso, o Coach deve ter a postura ativa em cobrar as responsabilidades e compromissos estabelecidos com o cliente desde o início. O Coach é responsável por verificar, controlar e até documentar os progressos do cliente, devendo confrontá-lo caso isso demonstre falhas.

Pois bem, espero que o artigo tenha sido útil e, para quem tiver interesse em ver o documento original (em inglês), clique aqui. Até outra vez!

Mario Divo Author
Mario Divo tem extensa experiência profissional, tendo chegado a quase meio século de atividade ininterrupta, em 2020. É PhD e MSc pela Fundação Getulio Vargas, com foco em Gestão de Negócios, Marcas e Design, Marketing e Comunicação Corporativa. Tem formação como Master Coach, Mentor e Adviser pela Sociedade Brasileira de Coaching e pelo Instituto Holos. Consultor credenciado para aplicação do diagnóstico meet® (Modular Entreprise Evaluation Tool), Professor e Palestrante. CEO e Coordenador Executivo das plataformas de negócios MENTALFUT® e Dimensões de Sucesso®, acumulando com o comando da sua empresa MDM Assessoria em Negócios. Foi Diretor Executivo do Automóvel Clube Brasileiro e Clube Correspondente da FIA – Federação Internacional do Automóvel, no Brasil. Foi titular do Planejamento de Comunicação Social da Presidência da República (1997-1998) e, anteriormente, comandou a Comunicação Institucional da Petrobras. Liderou a Comunicação Institucional e a Área de Novos Negócios da Petrobras Internacional. Foi Presidente da Associação Brasileira de Marketing & Negócios, Diretor da Associação Brasileira de Anunciantes e, também, Conselheiro da Câmara Brasileira do Livro. Primeiro brasileiro no Global Hall of Fame da Aiesec International, entidade presente em 2400 instituições de ensino superior em 126 países e territórios, voltada ao desenvolvimento das potencialidades das jovens lideranças em todo o mundo.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa