Lugar e Hora

Como seria possível identificar exatamente qual seria o lugar certo e a hora de estar nele? Qual a importância do nosso posicionamento na busca por resultados? E como a nossa percepção pode refletir no processo?

Em uma leitura recente me veio à lembrança um ditado popular muito repetido na minha infância: “tudo tem lugar e hora para acontecer”. Sempre que ouvia esta afirmação me questionava: como seria possível identificar exatamente qual seria o lugar certo e a hora de estar nele?

Começo a assumir que a frase popular se remete a posicionamento e percepção de oportunidade, mais que um ponto cardeal ou uma referência geográfica. Mas qual a importância do nosso posicionamento na busca por resultados? E como a nossa percepção pode refletir no processo?

Eu abandonei há muito tempo a expectativa de estar pronta para os meus desafios. Pois assumi que a função dos desafios é justamente nos forjar novos aprendizados e competências. E existe uma sutil diferença entre estar pronta e estar preparada. O primeiro termo sugere um trabalho concluído, um ponto final. Não estou certa de que ele exista, a não ser na morte. O segundo, por sua vez, independentemente da completude, remete-nos a uma disposição, uma atitude ou, como gosto de colocar, um posicionamento.

Posicionamento no sentido de como me ponho diante das situações. Se abro minha mente e meus braços para recebê-las e experimentá-las, ou se resisto e me fecho. Cada situação do nosso dia a dia é uma oportunidade. Para cada uma delas teremos um aprendizado ou uma vitória. Mas somente se eu estiver disposta a abraçá-la. Me posicionar de forma a agarrar a oportunidade é no meu entendimento, o “lugar certo”.

Na prática podemos traduzir como aceitar convites, participar de eventos, visitar lugares e pessoas. Lançar-me para as situações que surgem ao longo da caminhada da vida. E isso só se faz possível se eu as enxergo. Aqui entra a contribuição da nossa percepção.

Para que eu reconheça as oportunidades, minhas crenças, os meus valores e sentimentos precisam estar alinhados. Do contrário, eu posso desprezá-las, perdendo o tempo do posicionamento. Uma percepção positiva do mundo é, no meu entendimento, a hora certa.

Quando me posiciono de forma receptiva com uma visão positiva do que está diante de mim, correspondo à oportunidade e assim me descubro no lugar certo e na hora certa. Por isso sugiro que reflita: você tem se permitido se posicionar desta maneira?

Sheila Berna Author
⚙️ Sheila Berna
Sheila Berna é Psicóloga pela USP, Especialista em Orientação de Carreira pela USP, Master Coach pela FEBRACIS, Consultora e Palestrante. Com mais de 12 anos de experiência em atendimento individual, há 5 anos trabalha desenvolvendo lideranças e equipes. Residente do Vale do Paraíba, atuou em diferentes projetos da região assim como em São Paulo e Rio de Janeiro. Empreteca, apoia o movimento dos Empretecos do Vale do Paraíba, contribuindo para a organização de eventos relevantes ao empreendedorismo da região.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa