Anúncios

Liderança Consciente: Uma nova abordagem para o desenvolvimento de líderes

Desenvolver a liderança continua sendo fundamental para o crescimento das empresas. Conheça esta nova abordagem para desenvolver sua liderança!

Desenvolver a liderança continua sendo fundamental para o crescimento das empresas. A mudança que vemos no mercado de trabalho, no qual atividades mais manuais vêm sendo automatizadas, e com isso surgem outras atividades que exigem mais conhecimento, intelecto, criatividade, coordenação, faz com que haja mais necessidade de uma liderança efetiva. No entanto, os programas tradicionais focados no desenvolvimento comportamental da liderança não têm trazido grandes resultados para as empresas. Isso sugere uma mudança de paradigma nas práticas de desenvolvimento organizacional.

Uma nova abordagem de desenvolvimento da liderança é a abordagem de desenvolvimento da consciência. O termo “consciência” apresenta diversos significados, e nenhum deles é universal. A palavra consciência surge dos escritos latinos da frase “conscius sibi”, que se traduz literalmente como “conhecer consigo mesmo”, ou em outras palavras “compartilhar conhecimento consigo mesmo sobre algo”. Essa frase tinha o significado figurado de “saber que se sabe”. Consciência é então o estado de se estar ciente de um objeto externo ou algo dentro de si mesmo. Ser consciente significa ter um grau de testemunha do momento presente, e um grau de liberdade de escolha ao pensar, sentir, e interagir com as pessoas e o meio ambiente. Uma pessoa que tem um nível mais amplo de consciência passa a ter mais escolha sobre o comportamento que deseja adotar e a atitude que irá selecionar. O objetivo é tornar-se um observador do mundo interno e externo sem se envolver com ele, para que haja espaço na escolha da resposta ao evento que se apresenta.

A perspectiva de testemunho, que leva à capacidade de observar os mundos interno e externo sem se envolver com eles, é o que levará a pessoa a ter mudanças efetivas no seu comportamento. Trabalhar a consciência faz com que a pessoa se torne um observador dos seus padrões automáticos, identificando o que verdadeiramente a move. Abre espaço para questões sobre identidade pessoal, valores e prioridades, ampliando a compreensão de quem eu sou. Isso permite que essa autorreflexão também passe para o futuro, respondendo a questões relacionadas com quem eu quero ser.

Nessa abordagem de desenvolvimento, o líder é estimulado a ampliar a sua consciência em relação aos seus pensamentos, emoções, sensações em cada momento de atuação. Isso permite que ele identifique claramente quais são os aspectos da sua personalidade e comportamento que não facilitam o processo de liderança. Além disso, facilita a tomada de decisão e a escolha de cada resposta que ele deseja dar no instante em que se depara com uma situação. Focar em transformações fundamentais da consciência gera uma reflexão mais profunda sobre o papel do líder na empresa e na sociedade em que atua. Intervenções no desenvolvimento da consciência exercem uma influência positiva na psicologia, fisiologia, comportamento e ambiente do indivíduo. Podemos dizer que a atuação do líder está diretamente relacionada com o seu grau de consciência ou vigília.

A consciência começa com o trabalho de identificação do ego e a autoconsciência. Abrir a mente para estimular a reflexão sobre a vida, trabalho e empresa. Aumentar a consciência impacta diretamente na gestão das emoções, das relações, eleva o espírito cooperativo, e assertividade em relação aos objetivos que desejamos alcançar em nossas vidas. Permite identificar as estratégias potencializadoras e limitantes que utilizam na sua vida profissional e pessoal, conhecer os programas mentais que regem as decisões, podendo com isso tornar-se mais alinhados, íntegros e centrados nos seus valores.

Líderes conscientes buscam constantemente o autoconhecimento, e a evolução na sua forma de liderar. Eles têm clareza sobre a sua identidade e propósito, e desejam influenciar positivamente os ambientes e as pessoas à sua volta. A consciência na liderança, permite reconhecer aspectos da sua individualidade, o que permite uma maior compreensão e cuidado com os outros, tornando-se mais flexível e aberto para a diversidade, ampliando a sua inteligência emocional. É o que permitirá desenvolver caráter, moral e controle de impulsos.

Veronica Ahrens tem mais de 10 anos de experiência em gestão de pessoas. Fundadora da Master Leader, atua hoje como coach, trainer e palestrante. Professora de MBA da FIAP no tema Liderança e Gestão de Pessoas e Professora de Pós-Graduação em Neurociência da Santa Casa no tema Programação Neurolinguística.É Mestranda pela FEA/USP em Administração com ênfase em Gestão de Pessoas. Master Trainer pela ASTD – American Society of Training e Development e Master Trainer pela Langevin Learning Services, onde foi certificada em Instructional Designer/Developer, Technical Trainer e Instructor/Facilitator. Tem Certificado Internacional de Coaching pelo Integrated Coaching Institute e pela Lambent (International Coaching Community). Master Trainer em Programação Neurolinguística pela NLP University – California. Certificada pela Universidade de Harvard em Gestão Estratégica de Negócios e pela Universidade de Toronto nas áreas de Gestão de Recursos Humanos e Treinamento e Desenvolvimento. Pós-graduada em Administração com ênfase em Gestão de Pessoas pela FGV (CEAG). Autora do livro “Equipes não nascem excelentes, tornam-se excelentes”.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa