fbpx

Líder Exausto e Estressado: Sua Criança Interior está gritando por Socorro!

Dentro de todo grande líder exausto e estressado, há uma criança esquecida num canto, pedindo colo e atenção. Essa criança interior reflete um adulto apagado e sem brilho, que impacta negativamente todos os papéis que exerce, inclusive o de liderança.

O Líder Estressado e a sua Criança Interior gritando por Socorro!

Líder Exausto e Estressado: Sua Criança Interior está gritando por Socorro!

Dentro de todo grande líder exausto e estressado, existe uma criança esquecida num canto, pedindo colo e atenção.

Durante muitos anos a música que mais me nutriu foi “Somewhere Over The Rainbow, na voz de Israel Kamakawiwo”. 

Mas por que eu estou te contando isso? A letra diz sobre sonhos que se tornam realidade, pássaros azuis que voam além do arco-íris e sobre canções de ninar. Eu ainda não sabia, até então, que tudo isso era a maior dor da minha criança, que por um longo tempo ficou perdida, mas que em determinado momento foi encontrada encolhida, machucada e esquecida num canto escuro, dentro da minha adulta quase sem brilho, afundada nas diversas obrigações da executiva que eu havia abraçado, como se ela fosse a solução para todos os meus problemas.

O fato é que eu comecei a trabalhar cedo demais, provavelmente como muitos de vocês que exercem função de liderança. Com o peso de tantas responsabilidades acabei perdendo partes minhas pelo caminho, mas com o tempo percebi que ignorar essas partes, entre elas minha criança interior, era a coisa mais perigosa que eu estava fazendo e olha que eu já me arrisquei muito.

A criança interior, esquecida num canto, reflete um adulto apagado e sem brilho, que impacta negativamente em todos os papéis que exerce, inclusive o de liderança. Você tem ideia do quão arriscado é liderar sem paixão, com baixa autoestima e pouco entusiasmo? Ao longo do tempo isso pode provocar danos irreparáveis, por isso, independentemente da idade, olhar para a criança interior é tão essencial!

Quando saudável e bem cuidada, ela tem brilho, luz e uma coragem que vai além das motivações extrínsecas. Ela nos ajuda a levar a sério responsabilidades importantes, entretanto, de um jeito leve e divertido. A minha, quando passou a ser cuidada, trouxe uma paz para o meu coração que eu não consigo descrever.

Nesse processo quem me ajudou muito foi Louise Hay, a precursora da metafísica , que fala muito sobre como amarmos a nós mesmos; também aprendi com Marianne Williamson (vou colocar o poema dela no final desse texto), que espalhou pelo mundo a ideia de que é preciso ter a coragem de brilhar para que outros também possam fazer o mesmo.

A música, cantada pelo saudoso Kamakawiwo, que ainda era vivo quando eu comecei a escutar, foi a canção de ninar que a minha criança precisava ouvir para despertar, não para dormir!

E foi por causa dela que a minha adulta voltou a brilhar e abriu assim espaço para que a anciã, a porta voz da minha sabedoria, pudesse atuar.

Sabe, meus amores, eu ando muito mexida, reflexiva, cada vez mais conectada ao que eu vim fazer aqui. Isso me enche de alegria, de tal forma que eu não poderia deixar de dividir aqui com você esse sentimento. Do resgate à minha criança interior, eu resgatei também o meu propósito, meu maior combustível para tudo na vida.

Você também tem esse senso de propósito latente que te faz encontrar forças mesmo quando algumas coisas não vão bem? Isso é forte demais em mim!

Talvez por isso eu tenha conseguido sair mais leve e mais forte a cada tempestade que enfrentei. Em minha opinião, esses problemas, os quais chamo de “tempestades”, só servem para nos derrubar ou nos fortalecer, a forma como decidimos encarar é que faz a diferença.

“Nosso maior medo não é o de sermos incapazes.
Nosso maior medo é descobrir que somos muito mais poderosos do que pensamos.
É nossa luz e não nossas trevas, aquilo que mais nos assusta.
Vivemos nos perguntando: quem sou eu, que me julgo tão insignificante, para aceitar o desafio de ser brilhante, sedutora, talentosa, fabulosa?
Na verdade, por que não?
Procurar ser medíocre não vai ajudar em nada o mundo ou os nossos filhos.
Não existe nenhum mérito em diminuir nossos talentos, apenas para que os outros não se sintam inseguros ao nosso lado.
Nascemos para manifestar a glória de Deus – que está em todos, e não apenas em alguns eleitos. Quando tentamos mostrar esta glória, inconscientemente damos permissão para que nossos amigos possam também manifestá-la.
Quanto mais livres formos, mais livres tornamos aqueles que nos cercam. (Marianne Williamson )“

E então, você tem cuidado da sua criança interior? Para mais informações a respeito, me acompanhe no Podcast Eu, Aprendiz de Mim ou no Instagram: @shirleybrandaooficial.

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre liderança e a criança interior? Então, entre em contato comigo. Terei o maior prazer em conversar a respeito.

Gratidão ter você por aqui.

Bjosss,

Shirley Brandão
https://shirleybrandao.com.br/

Confira também: Confiança: Uma relação estabelecida pela Competência e pelo Caráter

 

Shirley Brandão acumulou mais de cem mil horas exercendo cargos de alta liderança ao longo de seus 31 anos de experiência. É administradora; Especialista em Liderança e Gestão Organizacional pela Franklin Covey, Pós-graduada em Coaching, Liderança e Consultoria pela Organização Condor Blanco/Chile; Master Coach. Desenvolve programas personalizados para líderes utilizando técnicas de Coaching e Mentoring. É sócia-fundadora do Grupo Vivencial Eu Pleno – Terapia e Coaching Vibracional (Brasil/Atacama/Capadócia); Criadora do workshop online Viva Sua Melhor Versão; Facilitadora Internacional do Método Heal Your Life de Louise Hay; É sócia-fundadora do Workshop Outdoor Vivencial A Jornada do Propósito; Conferencista Internacional já tendo ministrado palestras em Londres e Nova York. Certificada MBTI Step I e II. Escritora, autora do livro O Caminho de Shanti – O Perdão Muda Tudo, Editora Hércules. Membro Honorífico da AILB – Academia Internacional de Literatura Brasileira ocupando a cadeira de número 183. Shirley atribui sua ascendência profissional à sua forte paixão pelo desenvolvimento humano. Seu propósito de vida é fazer as pessoas acreditarem que podem voar e assim fazê-lo à altura de seus sonhos.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa