Fracasso e Decepção versus Reflexão

Fracasso e decepção: às vezes a gente passa por isso. Reflexão: não é o fim do mundo, levanta e anda, e seja crítico. Aceite ouvir crítica, critique e questione e, principalmente, tenha uma forte autocrítica.

Fracasso e decepção: eu não passei em nenhuma faculdade no curso de Direto este ano. Reflexão: não é o fim do mundo, levanta e anda, e seja crítico. Aceite ouvir crítica, critique e questione e, principalmente, tenha uma forte autocrítica.

Eu me ausentei da coluna, pois tinha o plano de ter todo o tempo disponível para estudar e assim passar na faculdade. Achava que essa seria a parte mais difícil. Parei de fazer todas as atividades extracurriculares. Todos os dias após a carga horária normal de aula eu tinha aulas de aprofundamento em todas as áreas de conhecimento. Todos os sábados tinham simulado de vestibulares e provas teste. Não fui a única. Todos os meus amigos fizeram o mesmo. E a ampla maioria deles também não passou na faculdade este ano. A diferença entre nós e aqueles que passaram direto para a faculdade do terceiro colegial, em minha opinião, foi o quanto eles se dedicaram e se entregaram aos estudos, o quanto eles abriram mão em prol da aprovação na faculdade. Porque essa é a parte mais difícil.

Admiro meus amigos que passaram. Não só pelo desafio vencido, mas principalmente pela maturidade que tem que se ter ao abrir mão de prazeres em prol de algo que, muitas vezes, não é o que se quer, mas sim o que se tem que fazer.

Faculdade não é um assunto raso. Podemos refletir sobre a faculdade em um âmbito político, como ela se reduziu à entrada ao mercado de trabalho de qualidade, quando na verdade é um centro de pesquisa para formar intelectuais e cientistas para formular ideias e propostas para melhorar a realidade.

A sensação de fracasso vem de uma expectativa construída desde o primeiro ano escolar. Constrói-se uma ideia de que quando você passar na faculdade os portões da felicidade se abrirão para você. Suas preocupações irão acabar e você será completo. Você se tornará alguém! Perceba como nos referimos, iremos nos tornar alguém! Isso explicita o que uma faculdade representa na nossa cultura e sociedade.

Como será que um adolescente deve se sentir ao não conseguir alcançar essa fonte de felicidade? Ainda mais, quando ele não consegue atingir um resultado que parecia ser mais fácil, parecia ser o natural. A meu ver temos duas opções: ou ficamos durante um ano inteiro angustiados, nos sentindo culpados e não aproveitaremos totalmente todos os recursos do cursinho ou podemos refletir sobre esse resultado.

Você pode avaliar seu desempenho e resultado em todos os aspectos possíveis. E se não deu, começa de novo. O nosso melhor muitas vezes não será o suficiente na primeira tentativa. Mas teremos muitas outras chances. Se sempre dermos o nosso melhor em cada uma delas sempre haverá mais chances.

Bruno Sales Author
Estudante esforçado, entusiasta intelectual e conversador. Estudante de Economia, escritor amador e apreciador de Filosofia e Matemática. Sonha publicar o livro que vem trabalhando faz anos; a médio prazo, adquirir independência financeira e reconhecimento intelectual; a longo prazo, mudar o mundo.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa