Flexibilidade não é desorganização!

“Não tenho tempo”, “podemos renegociar o prazo? ”, “não vou conseguir”. Frases comuns para darmos conta de nossa rotina corrida. “Você precisa ser mais flexível!”. Essa frase é como uma capa protetora para não mostrarmos realmente a falta de desenvolvimento de uma competência: organização.

“Não tenho tempo”, “podemos renegociar o prazo?”, “não vou conseguir”. Frases comuns ouvidas e emitidas por nós para darmos conta de nossa rotina corrida. Quem nunca falou?

“Você precisa ser mais flexível!”. Emitimos esta frase como uma capa protetora para não mostrarmos realmente uma falta de desenvolvimento de uma competência: organização.

Vamos separar o joio do trigo: Flexibilidade não é desorganização!

Colocamos na mesma bacia e jogamos facilmente no outro, algo que precisamos desenvolver internamente.

Ser flexível é se adaptar, mudar quando necessário, compreender e aceitar outras ideias, caminhos ou pensamentos. Pode ser também maleável e realizar várias atividades e aí que se conecta com a organização.

Ser maleável e compreender o outro, não quer dizer, que temos de descumprir prazos e achar que o outro sempre tem de se adaptar a você.

Somos muitas vezes um polvo e não nos organizamos, não definimos prioridades dentro das 24 horas que temos. Projetamos que o outro precisa entender e se ajustar à nossa demanda.

Para te apoiar, quero pontuar algumas dicas:

  • Assuma que você precisa se organizar. Ter consciência e aceitar traz autorresponsabilidade. Você é o agente da sua história e dono de seu tempo;
  • Qual é o seu propósito? Onde quer chegar? Ter um alvo, uma meta ajuda a direcionar seu tempo com fluidez e consistência;
  • Defina prioridades. O que é urgente e o que é importante? Não existe “focos”. Qual atividade fará hoje? Crie sua lista de tarefas para tirar da cabeça a confusão mental;
  • Aprenda a dizer não. Avalie o que é possível assumir neste momento e coloque limites, caso contrário, não fará com qualidade ou pode deixar alguém na mão. Resultado é um desgaste de energia e pode se queimar com o outro;
  • Seja produtivo com seu tempo. Produtividade é organizar seu dia em atividades que te levem para seu propósito. E não fazer mais com menos, correndo e atropelando;
  • Tenha empatia. Troque de papéis e se pergunte: É bacana atrasar sempre? Se você precisasse do material para seu projeto, você iria gostar? #ficaadica;
  • Divida em passos. Pegue sua meta e distribua em etapas. Ajuda a clarear o caminho e exatamente o que precisa realizar;
  • Ajuste com os envolvidos. Com os passos anteriores, muita coisa mudará na sua rotina. Converse, alinhe de forma franca e honesta com seus parceiros e pessoas envolvidas. Seja também flexível!

Ser flexível é mais do que ser organizado. É se comprometer com seus propósitos, assumir seus atos e trocar verdadeiramente com os outros. É ser recíproco, apoiando, para que ambos cresçam, brilhem e tenham sucesso.

Aline Gomes Author
Aline Gomes é uma inquieta que adora potencializar a performance dos profissionais. Psicóloga, Pós Graduada em Administração de Empresas com 5 certificações em Coaching, atuou por mais de 10 anos como Executiva de RH com projetos estratégicos no Brasil e América Latina. Atualmente é empreendedora na Make Different, Head dos cursos in company da Escola Conquer e professora do Leadership Experience. É criadora do Sacadas de Carreira, blog que gera conteúdos para acelerar a carreira dos profissionais.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa