Anúncios

Esgotamento mental no trabalho

Você sabia que o Burnout Ocupacional passou a ser classificado internacionalmente como doença? Confira 3 modos que podem auxiliar você a contornar esta situação!

Recentemente a designação “Burnout ocupacional” passou a ser classificada internacionalmente como doença.

Esta doença ocupacional é resultante do estresse crônico no trabalho e, como ela é encontrada com muita frequência, hoje quero compartilhar três modos mindfulness que podem auxiliar você a contornar esta situação.

1. Comunicação honesta e tranquila

O confronto nunca leva a bom termo uma discussão ou exposição de fatos no ambiente profissional, procure ser assertivo(a) porém não agressivo. Sugiro para ter uma comunicação mais serena, as seguintes práticas:

  • Quando se tratar de questões tóxicas ou perturbadoras, crie um diálogo entre todos os envolvidos, para que possam se sentir ouvidos e optar por criar uma realidade diferente.
  • Quando uma pessoa do grupo faz uma solicitação que não é possível atender, exponha claramente a situação e convide para uma conversa sobre o que é possível. Explicar, oferecer outra solução e convidar ao diálogo aumentam o senso de compartilhamento e colaboração. O ato de se esquivar não é saudável.
  • Diga o que você quer dizer com graça, respeito e o máximo de autenticidade possível. Quando você fala de coração, mesmo que outras pessoas não gostem ou concordem com a mensagem, a energia por trás da intenção surge. São fortes as probabilidades de sua honestidade ajudar as coisas a mudarem.

2. Tire uma pausa para meditação

Quando você enfrenta prazos rígidos e um ambiente de trabalho competitivo, tirar um momento para concentrar-se pode parecer impossível, frente às circunstâncias, mas dando à sua mente um breve repouso irá ajudá-lo a voltar ao trabalho mais focado e fortalecido do que antes. Existem na Internet muitas meditações guiadas, de um minuto, que auxiliam em muito nestas situações. Caso tenha interesse, envie uma mensagem informando nome e WhatsApp que retorno com uma meditação guiada para esta finalidade.

3. Diminua seu nível de autocriticidade

É muito comum nos sentirmos como uma fraude. Muitas pessoas têm este mesmo tipo de pensamento em relação a si próprias.

Gasta-se energia desnecessária levando a uma situação estafante, por querer mostrar que tem valor e julgando-se que não é bom o suficiente para ocupar o cargo. Desenvolva a sua autoconfiança, desenvolvendo a sua Inteligência Emocional.

Não seja carrasco de si mesmo, preserve sua saúde física e mental fazendo ajustes ao seu comportamento.

Cleyson Dellcorso tem formação em engenharia e filosofia e suas atividades estão relacionadas ao Coaching Profissional e Pessoal, além de atuar com Coaching de Casais. Seus atendimentos têm embasamento em uma metodologia própria com fundamentação filosófico / dialógico. Possui MBA pela UCLA (EUA), com foco em gestão de pessoas, é especialista em liderança pelo Haggai Advanced Leadership Institute (Singapura) e instrutor do mesmo instituto. É professor de liderança e motivação no curso de pós-graduação em gestão de projetos (PMI) do Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada do grupo IBMEC. Atua como Coach desde 2003 e foi um dos primeiros a se especializar no atendimento a Gerentes de Projetos. É diretor do INSTITUTO DE COACHING MAIÊUTICA desde 1999 e tem como área de interesse o estudo das Inteligências – Emocional e Espiritual. Cleyson Dellcorso é casado, tem três filhos e um neto e tem como hobbies – radioamadorismo, velejar e mergulhar.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa