fbpx
Anúncios

Endomarketing: Em épocas de crise, a boa comunicação é a melhor estratégia

No momento atual, com todas as transformações nas rotinas pessoais e profissionais, é compreensível que a comunicação esteja sofrendo impactos e adaptações.

comunicação

Endomarketing: Em épocas de crise, a boa comunicação é a melhor estratégia

No momento atual, com todas as transformações nas rotinas pessoais e profissionais, é compreensível que a comunicação esteja sofrendo alguns impactos e adaptações. Tanto a comunicação doméstica (entre famílias confinadas há tanto tempo juntas) quanto profissionais (com o movimento inverso de equipes afastadas trabalhando remotamente).

Então, é chegada a hora de exercitar novos modelos de comunicar, seja em casa ou no trabalho. Em casa para que cada um respeite os espaços e momentos de cada integrante da família, por exemplo. No trabalho, para que todos de uma mesma equipe tenham sincronia na realização das atividades em grupo, proporcionando mais produtividade e melhores resultados.

Mas e a empresa? Como ela deve se comunicar com seus colaboradores neste momento? Em momentos de tantas incertezas a melhor estratégia é comunicar mais (muito mais). É comunicar com honestidade, comunicar com respeito e cuidado, zelando pelos momentos desafiantes que todos estão passando, é comunicar também para buscar novas ideias e apoio a soluções que às vezes a liderança não está conseguindo enxergar sozinha. Em momentos de crise a nossa criatividade é colocada à prova a cada segundo, então invista em tempo para ouvir as novas ideias que todos os colaboradores podem trazer para contribuir com este momento, abra canais específicos para isso.

Quanto mais comunicar, menos a rádio peão se instalará! Então, decida e comunique!

Será preciso fazer adaptações nas rotinas? Defina as mudanças e comunique todos os interessados. O trabalho é considerado essencial, as atividades estão sendo realizadas de forma presencial e algum colaborador testou positivo para o Covid-19? Comunique o fato e também os próximos passos e medidas de segurança. Será preciso fazer algum tipo de corte de benefícios e/ou salários/jornadas? Comunique também e, se possível, peça novas ideias e busque soluções em conjunto para fazer acordos que beneficiem a todos.

Enfim, comunicar ao máximo as decisões importantes para evitar que as informações sejam distorcidas por conversas paralelas cheias de medos e incertezas. Ser breve nos comunicados também é importante, afinal o momento é novo e cheio de adaptações, portanto, ninguém está com paciência e concentração para acompanhar pronunciamentos e textos longos. Invista em frases curtas, infográficos, imagens que (muitas vezes) falam mais do que palavras, reuniões e pronunciamentos curtos e dinâmicos. Seja frequente com a comunicação, mas tenha cuidado para não exagerar – uma ou duas mensagens por dia é o suficiente – selecione as prioridades e comunique.

Antes de comunicar reflita:

  • Qual o objetivo da comunicação?
  • Para quem a comunicação será dirigida?
  • Esse comunicado passa segurança, honestidade e cuidado com aqueles que o recebem?
  • Quem será o responsável por essa comunicação? (escolha a pessoa que mais inspira o grupo que receberá tal mensagem)
  • Como comunicar? (texto, infográfico, vídeo…)

Depois de comunicar:

  • Peça feedbacks;
  • Abra canais de troca de informações e sugestões de todos os envolvidos;
  • Avalie se a comunicação tem sido eficaz.

Nesse momento a arte de comunicar bem pode fazer a diferença para a empresa e acima de tudo para as pessoas que contribuem com a organização.

Karine Gomes
http://www.criarecriar.com.br/

Confira também: Endomarketing: 7 atitudes para tornar o seu home office e da sua equipe mais leves e produtivos

 

Karine Gomes Author
Karine Gomes é Coach, formada pela Sociedade Brasileira de Coaching, especialista em Marketing e Gestão Empresarial, licenciada em História e bacharel em Turismo com ênfase em Planejamento. Professora, consultora de desenvolvimento pessoal e profissional e proprietária da empresa Criar & Recriar Desenvolvimento Humano. Master Practitioner em Programação Neurolinguística, atua com treinamentos individuais e de grupos, abordando diferentes temas, dentre eles: Marketing Pessoal, Técnicas de Vendas, Endomarketing, Comunicação Assertiva, Recepção e Atendimento ao Cliente, Educação com Coaching dentre outros. Atualmente, divide seu tempo entre as responsabilidades e delícias da maternidade e as atividades da sua empresa.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa