fbpx

Endomarketing: 7 atitudes para tornar o seu home office e da sua equipe mais leves e produtivos

Você está trabalhando em casa? Quer tornar o seu home office mais produtivo? Confira 7 atitudes para tornar o home office mais leve e produtivo desde já!

⏲ Tempo estimado de leitura: 4 minutos
como tornar o home office mais produtivo

Você está trabalhando em casa? Quer tornar o seu home office mais produtivo? Confira 7 atitudes para tornar o home office mais leve e produtivo desde já!

Muitos profissionais estão atuando de casa nos últimos dias, mas diferentemente do que muitos imaginavam, essa situação, nas condições atuais, pode ser até mais cheia de pressão do que o trabalho no escritório.

Em muitas famílias, onde existem crianças, elas já estão em casa também, o que demanda dos pais um cuidado e atenção redobrados. Muitos profissionais estão com outros membros da família em home office – o que talvez demande mais da internet/telefone/computador (quando o uso desses materiais precisa ser o pessoal) além do espaço físico compartilhado – conheço algumas pessoas que o marido trabalha na sala, a esposa no quarto (em cima da cama com uma postura nada favorável, diga-se de passagem) e os filhos dividindo o espaço entre um e outro – lembrando que em algumas casas nem existem tantos cômodos para se espalhar.

Muitos vão ter que preparar as próprias refeições e de suas famílias, já que não estamos em época de ficar pedindo comida na rua toda hora, ou menos ainda, saindo para comer fora… enfim, muitas são as situações desafiantes do home office em tempos de pandemia… mas o que as empresas e os líderes podem fazer para contribuir com esses momentos e minimizar o estresse e até a falta de produtividade gerada pelas preocupações que nos cercam?

1. Grupos de apoio para aliviar o psicológico

Que tal disponibilizar o trabalho de terapeutas, médicos, profissionais da saúde e bem-estar, para ensinar técnicas de relaxamento, concentração, exercícios físicos, dentre outros aspectos que contribuam com a saúde mental durante o tempo de confinamento? Muitos profissionais já estão prestando esses serviços em suas páginas e redes sociais de forma voluntária e gratuita.

2. Sugestões de atividades para fazer junto com os filhos e pausas programadas para respirar um ar fresco (na janela mesmo) com as crianças que estão presas o dia inteiro dentro de casa

3 pausas de 5 ou 10 minutos – em forma de lembrete – para que parem as atividades para tomar um ar, respirar e retomar o foco com a atenção renovada.

3. Diversão/distração com os colegas pós trabalho

Agora os happy hours não podem acontecer mais pessoalmente, porém é possível marcar um ou dois dias na semana para agendar um horário de bate papo virtual com a galera do trabalho e pensar em atividades para se divertir/distrair um pouquinho.

4. Mude de horas trabalhadas por entrega de projetos

O fato do colaborador estar online mais ou menos horas nem sempre quer dizer que ele foi mais ou menos produtivo. Então determine as prioridades da semana e estabeleça metas de entregas diárias, semanais e quinzenais para cada colaborador. Assim é possível flexibilizar a demanda com as atividades de casa. Quem tem filhos sabe que a noite salva muitos projetos. Depois que eles dormem conseguimos fazer tudo fluir mais rápido e com mais atenção. Por exemplo, esse artigo escrevo com o filho dormindo aqui do lado, inclusive!

5. Peça opiniões, sugestões e ajuda

Peça opiniões, sugestões e ajuda para ir alinhando as melhores práticas de home office para todos. Essa é uma experiência completamente nova para todos nós. Portanto, novas ideias são mais que bem-vindas para pensar em como tornar o processo todo mais leve e prático para todos!

6. Respeite o descanso do seu colaborador

Não é porque estão trabalhando de casa que eles estão livres para usar o tempo que ficariam no trânsito para estender o horário de trabalho… uma vez ou outra, diante de uma emergência ok, mas todos os dias não dá! É importante cuidar do descanso para manter a saúde também!

7. Faça reuniões curtas, um pouco mais frequentes com todos os integrantes da equipe

Para ser atualizado do status das atividades do grupo e alinhe os trabalhos que dependam da conclusão do trabalho de um colaborador para o início das atividades de outro. E lembre-se: se o cachorro latir, a criança chorar, a campainha tocar, o carro de som passar, tudo bem… é uma fase e estratégias novas serão pensadas em breve para minimizar esses problemas!

Enfim, a situação é nova, desafiante e cheia de dúvidas e incertezas para todos nós, portanto é hora de cuidar do outro, até porque dessa vez, o cuidado com o outro literalmente significa cuidado conosco e com a nossa família também!

E vamos juntos nessa nova fase, lembre-se tudo passa, mas os aprendizados ficarão para sempre!

Karine Gomes
http://www.criarecriar.com.br/

Confira também: Técnicas de vendas: Por que o seu desenvolvimento profissional só deveria depender de você?

 

Karine Gomes Author
Karine Gomes é Coach, formada pela Sociedade Brasileira de Coaching, especialista em Marketing e Gestão Empresarial, licenciada em História e bacharel em Turismo com ênfase em Planejamento. Professora, consultora de desenvolvimento pessoal e profissional e proprietária da empresa Criar & Recriar Desenvolvimento Humano. Master Practitioner em Programação Neurolinguística, atua com treinamentos individuais e de grupos, abordando diferentes temas, dentre eles: Marketing Pessoal, Técnicas de Vendas, Endomarketing, Comunicação Assertiva, Recepção e Atendimento ao Cliente, Educação com Coaching dentre outros. Atualmente, divide seu tempo entre as responsabilidades e delícias da maternidade e as atividades da sua empresa.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa