fbpx

E o seu Coaching, José? Variações e Conselhos em Drummond

A ética salva o Coaching! A ética é a disciplina que contribui decisivamente na formação do caráter pessoal e profissional.

⏲ Tempo estimado de leitura: 3 minutos
A ética

E o seu Coaching, José? Variações e Conselhos em Drummond – A ética

E agora, José? A festa está se acabando, a luz se apagando, o povo sumindo, a noite esfriando, e agora, José? E agora, você?

Você que é sem nome, que zomba dos outros. Você que faz versos, que ama, protesta? E agora, José?

Está sem cliente, está sem discurso, está sem afago. Já não pode beber da fonte, já não pode andar por aí, até cuspir já não pode. A noite esfriou, o dia não veio, o e-mail não veio, o riso não veio. Não veio a utopia, e tudo está se ruindo, e tudo fugindo e, que Coaching irás praticar? E agora, José?

E agora o seu coaching, José?

Sua palavra adocicada, seu instante viril, sua gula por rápidas técnicas e jejum de pesquisas, sua biblioteca de 1002 livros, sua lavra de ouro mensal, seu terno de vidro, sua incoerência teórica, seu ódio por aqueles que lhe apontam — e agora?

Com a chave na mão quer abrir a porta, mas não existe porta neste seu paradigma; quer morrer no mar, mas o mar secou; quer ir para Miami, mas Miami não existe mais.

E o seu Coaching, José?

José, e agora em janeiro 2021?

José, José, viva de modo ÉTICO!

A ética salva o coaching!

A ética é a disciplina que contribui decisivamente na formação do caráter pessoal e profissional. Quando ela é apresentada na rotina, as outras pessoas identificam com quem estão falando, José.

A ética é exemplar. A ética não pode ser cosmética. Ela é aprendida por exemplos e ensinada por meio dos exemplos de vida. Quando os exemplos faltam, as pessoas denunciam.

Como já escrevi em textos anteriores, a ética é única, não há ética de cada um. É intersubjetiva sim, contudo, única entre a subjetividade de todos. Uma construção conjunta. Se diria que, também com uma percepção conjunta.

No mundo das relações nas organizações, a ética necessita de um contínuo processo de educação. Não se molda a ética por meio de seminários pontuais e de ocasião. Se faz necessário haver uma permanente educação em prol da natureza da ética. Sempre é bom lembrar que uns chegam, e outros saem das organizações.

Este duradouro processo é se educar para se habituar a fazer reflexões, sobre o que há de subjetivo, prioritário e valoroso entre as pessoas e os negócios. Por exemplo, estar sempre investindo na clareza da coerência entre o que se fala e como se age.

Diante da ética, José, todos nós estamos vocacionados para ela. A vocação assume a inexistência da neutralidade, do respeito mútuo e da solidariedade. Temos de ser! O que irá ser conversado é: como sê-lo!

Dessa forma, um dos pontos mais importantes em todo o processo de construção e vida é, verdadeiramente, aprender a argumentar no campo da ética.

Se ética, não é andar somente com quem pensa de modo igual, então, construir um campo de entendimento entre as diferentes opiniões é o cerne da sua construção.

Ter argumentos nos afasta do dogmatismo, da rigidez e do perigo de sermos de fato manipulados emocionalmente por alguém mais hábil no campo das emoções.

Já, da parte da sociedade, ela irá passando por um descobrimento de qual é a ética expressada nas relações interpessoais e comerciais. Assim quanto mais a sociedade descobrir, mais se convencerá e dará seu apoio.

A ética tem o poder de lhe resgatar, José!!!

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre ética? Então entre em contato comigo. Terei o maior prazer em responder.

George Barbosa
http://sobrare.com.br/

Confira também: Ética no Autocuidado e Resiliência

 

George Barbosa é Pedagogo, Mestre e Doutor em Psicologia, Pós-Doutor em “O Coaching psicológico”. Presidente da Sociedade Brasileira de Resiliência (SOBRARE). Facilitador do Núcleo de Estudos em Resiliência da Assoc. Bras. de Recursos Humanos (ABRH-SP). Associado da Federação Brasileira de Terapias Cognitivas (FBTC) e Associação Brasileira de Psicoterapia (ABRAP), International Association Cognitive Psychotherapy (IACP), Society for Psychotherapy Research (SPR). Autor de livros sobre a Resiliência no Brasil. Coach certificado nas modalidades de Coaching Cognitivo de vida, Neurocoaching, Coaching Ontológico. Mentor e organizador da metodologia do “Coaching em Resiliência” (CR). Associado PCC, MENTOR-COACH e Ex-Presidente da International Coach Federation (ICF) – Capítulo Brasil.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa