Anúncios

Diga o que quer e construirá o como fazer

A construção do como fazer tem início quando equilibramos e conciliamos o nosso querer aos quereres dos outros que nos são importantes. Há aqui a criação de uma...

3772
3772

Acredito que conseguimos falar o que queremos quando já contamos com grande parte da linguagem necessária para iniciar os passos na direção do objetivo pretendido. Ela é utilizada para interpretar e compor a realidade junto ao que desejamos; somado a isto, podemos treinar a verbalização e por consequência dar movimento às nossas ideias.

O querer vem acompanhado da motivação e do respeito à disciplina; fundamenta-se no amor próprio e na autoconfiança – esses elementos recebem significados linguísticos em escala progressiva e acabam por emergir ao que conhecemos como consciência. Neste momento, valoramos nossas forças e as oportunidades que estão ao redor e agimos com sabedoria, quando as nossas fraquezas e ameaças insistem em sabotar a meta pretendida.

A construção do como fazer tem início quando equilibramos e conciliamos o nosso querer aos quereres dos outros que nos são muito importantes. Há aqui a criação de uma agenda capaz de compartilhar crenças e valores para que estejamos preenchidos de nós mesmos durante as práticas que deverão ser vivenciadas. Não há sabotador maior do que aquele conjunto de compromissos que ainda precisa ser tratado com alguém.

Com as equações feitas e a agenda divulgada: partimos para ação. Sugiro que breves horizontes de resultados sejam delimitados; estes servirão como marcas a serem saboreadas. Eles ampliam significados e nos permitem admitir um campo de visão cada vez maior. Cada um de nós traz consigo janelas de aprendizagem: elas periodizam nossas atividades e nos convidam ao aperfeiçoamento contínuo.

O desenvolvimento do como fazer cria metodologias personalizadas ao nosso viver e que podem ser replicadas com os devidos ajustes a cada novo objetivo. Aos poucos, o querer, o planejar e o realizar ficam conciliados e proporcionam o sentimento de leveza frente às situações que antes se apresentavam via cenários caóticos e aparentemente confusos.

Como vai a sua agenda de valores pessoais? Você já a orientou na direção daquilo que deseja? Você já construiu o seu como fazer?

Leandro Alves da Silva é Gerente de Desenvolvimento Humano Organizacional na First Peopleware e atua desde 2011 em Coaching-Mentoring-Counseling, palestras e treinamentos customizados. Doutor em Educação pela FEUSP e Master Coach pelo BCI.
follow me
Anúncios
Neste artigo
Leandro Alves da Silva é Gerente de Desenvolvimento Humano Organizacional na First Peopleware e atua desde 2011 em Coaching-Mentoring-Counseling, palestras e treinamentos customizados. Doutor em Educação pela FEUSP e Master Coach pelo BCI.
follow me

 

Confira abaixo suas publicações:


Participe da Conversa