Diga-me com quem tu andas que te direi quem és…

...Ou você é a média das 5 pessoas com quem mais convive. São frases bem clichês, mas que dizem a mais pura verdade. Não acredita?

1304
1304
Diga-me com quem tu andas que te direi quem és...

Diga-me com quem tu andas que te direi quem és…

Olá! Tive alguns imprevistos que me impediram de retomar o artigo da última edição (veja aqui). Mas  estarei retomando este artigo no início do próximo ano. Enquanto isso, leiam e comentem este artigo. Espero que gostem!

…Ou você é a média das 5 pessoas com quem mais convive.

São frases bem clichês, mas que dizem a mais pura verdade.

As pessoas com quem você convive, são pessoas bem-sucedidas, que vão atrás das soluções para seus problemas ou vivem andando em círculos, são as chamadas batalhadoras, que estão sempre enfrentando um leão por dia e nunca saem do lugar?

Existe uma grande confusão entre as pessoas que resolvem e as que estão sempre na batalha.

Todos têm problemas, essa é uma verdade universal, alguns mais outros menos e como diria o Tio Ben: “com grandes responsabilidades vêm grandes problemas”.

É fácil não ter problemas ou ter problemas simples quando você não arrisca, não sai do lugar, está sempre com medo, medindo, estudando ou acreditando que não está em condições de dar o próximo passo. Tudo bem, esse pode ser o seu problema.

E para esse problema existe uma nova frase cliché: “Você nunca vai conseguir resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa”

Por isso voltamos lá para o início do texto, há quanto tempo você não conhece pessoas novas? Há quanto tempo seus amigos só te desencorajam de dar o próximo passo?

Veja bem, não estou dizendo para abandonar seus amigos, eles não fazem por mal, e geralmente tomam apenas a própria vivência como experiência e estatística de resultado.

A provocação é a seguinte: Por que você não quebra o ciclo e se torna o amigo inspiração?

Porque você não vai atrás de novas pessoas, não precisa ser pessoalmente não, pelo menos num primeiro momento.

Quantas pessoas relevantes você segue no Instagram, ou no Youtube, ou mesmo no Linkedin?

Como você usa suas redes sociais? Você usa para aprender e se motivar ou apenas para ficar se perguntando, como tal @ conseguiu tirar tantas férias no ano e você está há mais de 3 anos sem tirar férias?

Apenas ficar reclamando que as redes sociais estão chatas e que só tem reclamação e não vai fazer você sair do lugar, por isso lembre-se sempre do algoritmo: se as redes sociais estão chatas é porque você anda dando atenção demais a assuntos e pessoas chatas.

As redes sociais nos possibilitou fazer mais conexões e conexões de qualidade, conexões que podem virar amizades e construir um império, afinal todos os dias ouvimos uma história de alguém que conheceu outro alguém em alguma rede social e começou um negócio que hoje é milionário.

A boa notícia é que as redes sociais estão somente engatinhando e você pode começar agora mesmo. Como?

Faça uma lista das pessoas que você considera influentes em sua área, coloque pelo menos 5 nomes nessa lista e procure os nas redes sociais, comece e seguir todos e leia os conteúdos mais recentes que eles postaram.

Certifique-se de que são pessoais frequentes nas plataformas.

Faça um comentário em seus posts, algo construtivo, não somente um elogio simples.

Leia os comentários de outras pessoas, nesse item peço que seja paciente, nem sempre as pessoas na internet tem bom senso, então aprenda a ignorar o que não é de fato construtivo. Não caia na onda dos haters.

Por fim, destine 15 minutos todos os dias para dar atenção a esses perfis, siga e acompanhe todos os outros perfis que julgar relevantes para seu desenvolvimento. Mantenha uma conversa com essas pessoas e depois me conte se seus horizontes não se ampliaram!

Se a resposta for negativa é porque você não está fazendo isso direito!

E aí, vai encarar esse desafio?

Glauco Vega
https://www.instagram.com/glaucovegaoficial/channel/

Confira também: Você sabe qual o grande teste de um grande empresário? (parte I)

 

Glauco Vega Author
Glauco Vega é idealizador e fundador da República de Negócios, que possui uma programação destinada ao preparo e educação de empresários, empreendedores e executivos com a escola de negócios, sua imersão A Nova Era de Negócios e as Mentorias olho no olho.Glauco tem mais de 18 anos de experiência profissional corporativa como CEO de rede de franquias, executivo, empresário, palestrante e mentor de negócios. Ao longo de sua caminhada, vivenciou diversos tipos de setores de empresas e projetos nacionais e internacionais.Hoje é considerado um especialista em networking para alancar negócios de forma lucrativa, em posicionamento e construção de conteúdo . Na sua jornada desenvolveu a metodologia do Networking Educacional – batizado de Crossnetwork, onde a principal alavanca é fazer com que as pessoas entendam o poder de sua rede de relacionamentos e que consigam utilizar esse ativo poderosíssimo para fazer mais negócios, ou seja, aumentar seus faturamentos e vendas. Sua atuação sempre envolveu as áreas comerciais, estratégicas, de planejamento e principalmente na liderança de pessoas.Já foram mais de 10 milhões em resultados gerados em dezenas e dezenas de negócios.Formado em Comunicação Social, ele acredita que a boa comunicação é um dos principais alicerces da sociedade e do bem comum entre as pessoas. Com MBA em Gestão Empresarial pela FGV e MBA em Gestão de Projetos, além de Especializações em sistema de Gestão Lean, metodologia Kaizen e Inovação, possui também certificações como Master Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching , Educador no processo de Metanoia – Educação e Propósito nos Negócios, que visa o equilíbrio e transformação das empresas para a nova era do conhecimento, Mentor em posicionamento, conteúdos e marketing de diferenciação com dezenas de cases de sucesso.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa



Loading cart ...