fbpx

Depressão – Você precisa saber!

Tristeza ou Depressão? A tristeza é um sentimento que pode ter origem conhecida ou não, mas após certo tempo a pessoa retorna ao seu estado natural. Caso não seja superada, ela pode se intensificar com um desânimo constante e constituir uma Depressão, hoje considerada como mal do século.

Tristeza ou Depressão?

A tristeza é um sentimento que pode ter origem conhecida (perda de algo ou alguém) ou não (algo que foi vivenciado e não está claramente identificado), mas após um tempo para viver o luto e/ou elaboração a pessoa retorna ao seu estado natural.

Caso não seja superada, e a tristeza pode se intensificar, com um desânimo constante diante da vida, e se constituir como Depressão.

É considerada o mal de século, junto com a Síndrome do Pânico. Calcula-se que atinge 30% da população, alguns sem saber, uma em cada cinco pessoas pode experimentar durante a sua vida, com menor ou maior intensidade.

Em termos químicos, ocorre uma alteração nos neurotransmissores que produzem os hormônios serotonina e endorfina, responsáveis pelo prazer e bem-estar.

Embora exista distúrbio na química cerebral, é uma doença afetivo emocional, onde a pessoa experimenta um sofrimento psicológico, com prejuízos em sua interação social e alterações físicas, e pode apresentar os sintomas:

  • Distúrbios do sono – insônia ou sono demais;
  • Distúrbios alimentares – excesso ou falta de apetite;
  • Melancolia – tristeza, pessimismo, vitimização…
  • Autoflagelação – a imunidade pode baixar e elevar o aparecimento de doenças;
  • Pensamentos mórbidos – levado ao extremo pode haver risco de suicídio.

Pode haver uma predisposição genética, como pode ser desencadeada por fatores sociais, estresse agudo ou acumulado, mas é tratável.

O tratamento é medicamentoso, mas é imprescindível o acompanhamento Psicoterápico, para o entendimento da doença e retorno ao equilíbrio afetivo emocional, melhora no bem-estar pessoal, familiar, profissional e relacional.

Mas o maior problema para a busca do tratamento reside na confusão da própria pessoa, como das demais de seu convívio, que se trata realmente de uma doença, a discriminação faz com que muitos continuem no sofrimento, e muitas vezes em silêncio. Se você reconhecer esses sintomas em você busque ajuda; se identificar em outra pessoa não vire as costas, não julgue, procure ajudar para que encontre um caminho para recobrar a saúde.

Em função das demandas de trabalho e vida pessoal muitas vezes extrapolamos os nossos limites de uma forma não saudável, o que pode nos causar frustrações, que aliadas ao estresse podem levar à doença. Para os Gestores e Lideres é um desafio ainda maior, pois além de cuidar de si, tem a missão de conduzir as equipes para a conquista de metas, manter a equipe unida, motivada e saudável, pois sem o capital humano não existe uma corporação (pretendo tratar desse assunto em outro artigo).

Para evitar a instalação da doença precisamos de uma vida sustentável, ou seja:

  • Autoconhecimento (identificar o que lhe faz bem ou não);
  • Realização profissional (identificar o que lhe traz prazer no seu trabalho, mesmo que não seja aquele dos seus sonhos);
  • Atividades físicas (aquilo que te faz feliz);
  • Alimentação saudável (identifique o que é melhor para o seu organismo);
  • Cultivar relações afetivas satisfatórias (com familiares, parceiros, amigos, colegas de trabalho, fornecedores…);
  • Vida financeira estável (gerenciar seus recursos dentro das suas possibilidades).

Estas são apenas algumas dicas, mas o principal é acreditar que ser feliz é aquilo que todos nós desejamos, e que é possível… “Se queres ser feliz amanhã, tenta hoje mesmo” (Liang Tzu)

Natalia Marques Antunes
Psicóloga, Master Coach e Palestrante

Natalia Marques é Psicóloga Clínica, Coach e Palestrante. Formada em Psicologia pela FMU (1981) e em Coaching/ Mentoring Life & Self-Instituto Holos, possui pós-graduação em Recursos Humanos pela FECAP. Tem curso de Meditação Chan do Templo Zu Lai em Cotia. Como Psicóloga Clínica realiza atendimento Psicoterápico de base Psicanalítica, trabalha os sintomas de Estresse, Ansiedade, Depressão, Fobias, Síndrome do Pânico, Síndrome de Burnout, Conflitos Pessoais e Profissionais. É Coach de Desenvolvimento Pessoal, ajuda pessoas a atingirem seus objetivos e metas pessoais e profissionais, para se tornarem mais felizes. Especialista em Saúde Organizacional e Ocupacional, atua ainda como palestrante em temas de saúde, resiliência, trabalho, carreira e pós carreira. Associada da ABRH, ISMA Brasil e SOBRARE. É coautora no livro “Planejamento Estratégico para a Vida”, onde trata o tema da “Resiliência”.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa