Críticas: Como usá-las para o crescimento profissional

Nem sempre um momento ruim no trabalho necessariamente significa sinal de fracasso. A frustração é um sentimento natural e faz parte do amadurecimento profissional.

1228
1228

Nem sempre um momento ruim no trabalho, necessariamente, significa sinal de fracasso. A frustração é um sentimento natural e faz parte do amadurecimento profissional.

Pessoas que hoje são experientes e bem-sucedidas tiveram fracassos na carreira e é claro que isso pode ser muito frustrante, entretanto, seguir em frente mantendo a energia, e continuar com vontade de crescer é fundamental.

Fazendo um paralelo com os jogos da Copa, vimos belos duelos entre times que perderam o primeiro jogo e fizeram excelentes partidas na sequê,ncia. O erro faz parte do processo, na vida, nos esportes e na carreira.

A atitude positiva e determinada depois de um fracasso é que pode ser definitiva para os próximos passos e conquistas. Se vitimizar diante das dificuldades certamente te afastará das próximas conquistas.

A melhor maneira de lidar com momentos difíceis da carreira é buscar aprender com os erros. Quando recebemos um “não” do chefe é importante aproveitar essa oportunidade para fazer uma autoavaliação e sempre tentar melhorar, buscando o crescimento na carreira.

O papel dos gestores também é importante nesses momentos, pois devem buscar sempre o melhor desempenho dos seus colaboradores sem esquecer de ajudá-los a corrigir seus erros. Todo mundo erra e o gestor tem o papel de conduzir adequadamente seus funcionários, oferecendo feedbacks constantes. Para o trabalhador, o pior é nunca receber um não e depois ser demitido sem saber o porquê.

Saber escutar críticas ajuda no processo de melhoria do desempenho no trabalho, seja dos amigos, parceiros ou profissionais da área, nem sempre, sozinhos, conseguimos perceber nossas falhas. Se atualizar sempre, ajuda também na melhora da autoestima e na reciclagem dos conhecimentos.

Adriana Gomes é Mestre em Psicologia – UNIMARCO, pós-graduada em Psicologia Clínica, Psicóloga, (CRP 30.133), Coach certificada pela Lambent do Brasil e reconhecida pela ICC – International Coaching Community. Carreira de 25 anos nas áreas organizacional e clínica (Psicoterapia, Orientação de Carreira). Ex-vice-presidente do Grupo Catho, empresa onde atuou como Headhunter, Executive Search e Outplacement atendendo empresas nacionais e multinacionais de grande porte. Coordenadora Acadêmica da área de Pessoas dos Cursos de Pós Graduação da ESPM, Coordenadora do Centro de Carreiras da ESPM – Centro de Orientação de carreira para alunos dos cursos Master e MBA, Coordenadora do Núcleo de Estudos e Negócios em Desenvolvimento de Pessoas da ESPM, Professora no curso de pós-graduação da ESPM na Cadeira de Pessoas. Atuou como Professora do Instituto Pieron de Psicologia Aplicada no curso de Especialização em Orientação Profissional. Membro da ABOP – Associação Brasileira de Orientadores Profissionais. Autora dos Livros: Tô Perdido! Mudança e Gestão da Carreira editora Qualitymark – 2014 e Mudança de Carreira e Transformação da Identidade LCTE 2008. Atualmente colunista do Jornal folha de S.Paulo na seção Negócios e Carreiras, Colunista de Carreira da Rádio Bandeirantes – Coluna Carreira em Foco, foi colunista e colaboradora no portal EXAME.com, Blogueira dos sites HSM e Click Carreira, palestrante e Diretora do site www.vidaecarreira.com.br.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa



Loading cart ...