fbpx
Anúncios

Controlando suas Emoções

Como uma pessoa começa a assumir e a controlar as suas emoções? Iniciando o trabalho de autoconsciência! Mas como?

autoconsciência

Como uma pessoa começa a assumir e a controlar as suas emoções? Iniciando o trabalho de autoconsciência!

Entretanto é mais fácil esconder nossas emoções, como medo de não realizar os desejos ou solucionar os problemas. O que precisamos entender é que independentemente de agir ou esconder, o comando emitido pelo pensamento irá assim corresponder por meio de um comportamento, cujo tanto julgamos de atos inconscientes. Todos precisamos das emoções, mas somente entendendo o significado de cada uma, encontraremos o tão almejado equilíbrio interno.

Em seguida, confira uma tabela para ajudar no trabalho de autoconsciência:

EmoçãoIntenção
RaivaPerda de controle sobre os outros e sobre você mesmo. A raiva é a tentativa de reconquistar assim esse controle.
AnsiedadeParalisar o “Eu” para assim evitar preparar-se para uma situação.
TédioNão assumir a responsabilidade de fato pela própria felicidade ou pelo gerenciamento de seu próprio tempo.
ConfusãoParalisar a mente para impedi-la assim de lidar com uma situação ou tomar uma decisão.
DepressãoCeder ao desamparo como uma fuga.
MedoTer fantasias de perigos que não se realizaram de fato.
TristezaA perda de controle sobre uma fonte de amor ou de atenção.
CulpaPerder-se em preocupações passadas e remoer situações anteriores para assim evitar tomar atitudes agora.
ÓdioExpressão de amor mal direcionada.
SaudadesPerda da fonte de atenção e da própria identidade.
DorNegar a você mesmo a responsabilidade pelos próprios sentimentos e que alguém não está fazendo o que você quer de fato que faça.
CiúmeSensação de insuficiência em relação a um rival conhecido ou desconhecido.
SolidãoAtribuir a responsabilidade por sua felicidade à outra pessoa.
ArrependimentoAtormentar-se porque algo não correu como você esperava ou queria.
RejeiçãoTentativa mal sucedida de conquistar a aceitação.
AutopiedadeCeder ao desamparo como um substituto para o amor próprio.
TimidezHesitar até que alguém lhe diga que está tudo bem com você.
PreocupaçãoIncapacitar a você mesmo para evitar assim de preparar-se para uma situação.

Por fim, eu pergunto:

  • Para onde você conduz então o seu pensamento?
  • O que você precisa resolver para assim voltar ao seu estado de equilíbrio?
  • Decida, o que você prefere sentir de fato daqui para frente?

“Quando geramos paz e harmonia e equilibramos nossa mente, percebemos isso na nossa vida” (Louise Hay)

Grande abraço,

Mayra Soares
http://www.mayrasoares.com.br/

Confira também: Verdades libertadoras sobre a produtividade

 

Mayra Soares Author
Mayra Soares tem 11 anos de experiência profissional em Gestão e Desenvolvimento de Pessoas. É Mentora pela Erlich Consultoria, Trainer Comportamental pelo Instituto de Formação de Treinadores (IFT), Master Coach com especialização em Business and Executive Coaching e Professional and Self Coaching, Consultora Analista Comportamental e Avaliação 360º certificada pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), Behavioral Coaching Institute (BCI), International Coaching Council (ICC), European Coaching Association (ECA), Global Coaching Community (GCC), International Association of Coaching (IAC), Metaforum International e International Association of Coaching Institutes, Practitioner em PNL pela SCORE e Leader Coach pela Ellite Consultoria. Graduada em Gestão de Recursos Humanos, Pós-graduada Docência no Ensino Superior e Pós-Graduanda em Essencial Master Coaching. Coautora dos livros COACHING NAS EMPRESAS – Estratégias de Coaching para o ambiente corporativo e RH Trabalho e Aprendizado.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa