fbpx

Com quem você quer estar?

E se você pedisse ao Universo que mantivesse as pessoas que sempre foram conexões verdadeiras e que sem interesse, estão ao seu lado pelo que você é?

pessoas

E se você pedisse ao Universo que mantivesse as pessoas que sempre foram conexões verdadeiras e que sem interesse, estão ao seu lado pelo que você é?

E se você continuasse seu pedido ao Universo, pedindo que novas conexões fossem pelo coração, genuínas e a partir de seus valores?

Tudo que a pandemia acelerou já estava pairando no ar, assim no inconsciente coletivo do planeta.

Existem as pessoas que ainda estão se conectando por ganância, avareza, destruição, mas ainda assim elas estão sendo honestas com elas mesmas.

Faz tempo que não ouvia tantas pessoas pedirem ajuda para se autoconhecerem, para tirar os véus colocados por seu ego e assim se conectarem com sua alma.

Existem desejos sussurrados pelos quatro cantos do mundo por conexões mais humanizadas.

Ouvi pessoas me dizerem que estão conseguindo ouvir pela primeira vez a voz do seu coração.

Que estão meditando e também compreendendo amorosamente as vozes do medo, do ego, e seguindo para fazer escolhas mais conscientes.

E nessa jornada, estou procurando estar com pessoas que queiram o mesmo. Não quero julgar quem quer diferente de mim, mas quero ser honesta comigo mesma. E essa escolha podemos fazer todos os dias.

Hoje refletindo sobre estar na metade da minha vida, pensei ser chato demais seguir a “boiada”. Parece que tudo está ficando meio igual, como uma série do Black Mirror.

Já passei por sustos em relação à minha saúde física, já sofri dores emocionais, já vivi e tenho cicatrizes como grande parte de todos nós, mas agora sei muito claramente com que pessoas eu quero estar. E essa reflexão vem em todas as áreas da vida:

Que amigos quero ter? Quais estou mantendo pela eternidade? Que relações amorosas? Quais parcerias profissionais? De qual rede quero fazer parte? De qual “bolha” faço parte? Com quem meu olho brilha e meu coração vibra?

Tem gente que a gente encontra e abrimos um sorriso instantâneo…

Tem gente que dizemos pouco e parece que ela entende tudo…

E tem gente que você sente perto mesmo estando longe…

Tem gente que você passa anos sem encontrar e quando encontra parece que foi ontem…

Tem gente que chega na sua vida e parece que sempre esteve…

E tem gente que você se “desmascara” e não fica nu, ela vê sua alma…

Tem gente que você mostra todos os seus defeitos e ela não te julga…

Tem gente que você pode dizer o que pensa e ela não se ofende porque sabe que está tudo bem…

E tem gente em que a gente pode ser totalmente bobo e dar risadas como criança, porque ela encontra a criança dela para brincar com a gente…

Tem gente que você pode perder o controle que ela vai saber que não temos controle de nada mesmo…

Tem gente, que a gente pode simplesmente ficar em silêncio e ela te escuta…

E tem gente que é igual a gente, e a gente é igual a ela, mas a gente sabe que é diferente e que no fundo todo mundo é igual…

Claudia Vaciloto
http://www.nasala.net/

Confira também: Na companhia do EGO e longe da ALMA na QUARENTENA

 

Claudia Vaciloto é Iniciadora e Sócia da Organização em Rede NaSala, Psicóloga, Mentora Organizacional para Áreas e Executivos de RH, Facilitadora Certificada e Treinadora Oficial no Brasil do Jogo Miracle Choice, baseado no livro Um Curso em Milagres, Facilitadora de Pintura Espontânea baseada na Teoria Point Zero (Esalen Institute Big Sur California) e Imagens Fotográficas para atendimentos terapêuticos (Sedes Sapientes). Fez carreira em RH passando por empresas como Accenture, EDS, VR, Ability Trade Marketing, onde atuou como Diretora de RH pelos últimos 10 anos. Faz treinamentos e vivências comportamentais para empresas e grupos e atendimentos individuais. Formada em Executive and Life Coaching pelo ICI – Integrated Coaching Institute, assina a Coluna Reflexões e Provocações para Revista Cloud Coaching. Co-idealizadora da Plataforma GameYou, que oferece experiências de desenvolvimento através de jogos.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa