Anúncios

Coaching Quântico – ser ou não ser!

È fundamental que o Coaching Quântico seja alvo de estudos e pesquisas, a partir do que ganhe solidez para garantir resultados ao cliente e respaldo ao coach.

1341
1341

Meus amigos, começo esta postagem por agradecer o carinho que tenho recebido de leitores. Até porque, recentemente, fiquei surpreso e feliz ao saber que minhas postagens já chegaram ao exterior, inclusive na Europa, onde há profissionais que me seguem regularmente. Pois bem, como todos sabem, eu gosto de trazer assuntos novos e na fronteira do conhecimento, polemizando várias vezes, mas sempre com o intuito de estimular a reflexão de cada um quanto ao tema escolhido.

Em geral, as postagens acabam sendo mais longas que o desejado, pois entro em conceitos e detalhes para contextualizar o tema e, também, minhas considerações a respeito dele. Este caso não terá um tratamento diferente, dado que eu lançarei o tema, aplicarei observações pessoais e, como um coach faria com qualquer coachee, trarei perguntas para serem estimuladoras de uma reflexão pessoal dos leitores. Como verdadeiro amigo-da-onça, eu não estou aqui a explicar, apenas quero provocar e complicar… E fico aberto para ouvir e ler comentários que agreguem ao caso.

Só mais um ponto prévio a destacar, pois quem me acompanha sabe que sou centrado em pesquisas, estudos e trabalhos científicos como fonte de minhas postagens. Há o momento de especular e há a necessidade de verificar, sempre que possível, como determinada prática está ou não lastreada pela Ciência. Certamente, em um caso ou outro, fica a critério de cada um seguir ou não em frente com aquela prática. O que seria do chá caseiro e da homeopatia se todos só acreditassem no medicamento industrial oriundo da alopatia?

Deixemos de “entretantos”… Um termo cada vez mais em moda é “Coaching Quântico”. Uma amiga, que já é coach (muito bem formada), está entusiasmada para fazer formação em Coaching Quântico e eu, como quem quer mesmo provocar, perguntei o que a fazia ficar tão motivada. A resposta que recebi me deixou intrigado, pois pareceu-me uma nova embalagem para o que, de fato, está na raiz do Coaching e da base teórica que o sustenta. E fui pesquisar a respeito, como sempre faço!

Um dos profissionais associados ao Coaching Quântico é Wallace Lima, que tem agenda bem cheia para palestras e cursos. Na divulgação dos seus cursos, ele explica que “O Coaching Quântico é uma imersão em busca de você mesma(o). ​É uma jornada para Despertar o seu potencial infinito de se realizar e obter os melhores resultados na Sua Vida Pessoal e Profissional (sic)”. Até aí, não me pareceu diferente do que, normalmente, afirma-se sobre o “Coaching” o que, presume-se, obriga-nos a entender sobre a parte que explica o “Quântico”. Sigamos em frente…

Segundo Lima, o Coaching Quântico permite à pessoa “…acessar o Infinito Potencial de realização do seu corpo, mente e espírito para viver uma nova realidade e uma vida com sentido, liberdade, abundância e saúde (sic)”. Ao que a divulgação acrescenta: para a formação em Coaching Quântico, em um total de três dias, não há exigência de formação prévia (entendo eu que isso significa: o participante não precisa ter qualquer conhecimento anterior, de qualquer tipo de formação profissional). Pergunto eu: O Coaching, conceitualmente, já não se propõe a gerar esse benefício?

Aqui no espaço da Cloud Coaching®, a definição para os benefícios individuais do Coaching (sem adjetivação complementar) é a seguinte: Maior controle sobre sua vida; Tornar mais claros os objetivos de vida; Eliminar obstáculos que impedem o crescimento; Gerar mais energia para alcançar metas; Viver em harmonia com os próprios valores; Ser mais eficiente e competente; Ter uma vida mais feliz. Decidi então colocar a expressão “Coaching Quântico” (entre aspas) na busca do blog, para saber como os colegas colunistas têm tratado o assunto e… surpresa!

Nenhum resultado apareceu! Estaremos todos nós defasados dessa realidade? Coloquei a expressão Coaching Quântico (sem aspas) e ocorreu algo diferente. Do total de postagens nos últimos cinco anos, 217 fizeram menção à palavra Quântico ou Quântica (a grande parte dessas postagens como fruto do trabalho do amigo Franco Guizzetti, em seu espaço chamado Coaching Holístico, cuja definição “é facilitar cada pessoa a se descobrir e conhecer seu próprio potencial”. Em meu entender, esse conceito de Holístico cabe melhor ao se pensar em uma abordagem que busca integrar todas as áreas de vida. Por outro lado, a origem do termo Quântico é bem diferente (refere-se à unidade de energia e, sendo associado com a palavra Coaching, quer se referir a uma energia determinante em comportamentos, emoções e resultados).

Em sites e blogs estrangeiros, encontrei uma definição interessante, sendo mais uma variação em torno do mesmo foco. A coach australiana Anna Anderson deu o nome de Vida Quântica para o que estamos chamando de Coaching Quântico, assim definindo: “Vida Quântica (originalmente, Quantum Living®) é conceito prático para uma abordagem mágica de Vida, com a compreensão de seus princípios fundamentais definidos pela ciência e pela espiritualidade… … A física quântica confirmou os muitos ensinamentos antigos e místicos, dando a receita definitiva para o poder de viver feliz. Ela permite criar conscientemente as nossas experiências de vida com maior autoconsciência e autocapacitação, em alinhamento com o Universo. É um programa de Coaching pessoal, holístico e multidimensional, baseado nos princípios da física quântica, PNL, psicologia, neuropsicologia, espiritualidade e bem-estar”.

Bem, a proposição e a promessa, tão diferentes e abrangentes, são muito sedutoras. Fui verificar então qual a base científica para o “Coaching Quântico” (em português) e o “Quantum Coaching” (em inglês), usando o Google Acadêmico. Meu objetivo estava mais na identificação de citações do que, em particular, para aprofundar-me em conteúdos técnicos. Para o primeiro caso, a surpresa foi: Sua pesquisa – “Coaching Quântico “ – não encontrou nenhum artigo correspondente. Para o segundo caso, a resposta foi: Sua pesquisa – “Quantum Coaching” – não encontrou nenhum artigo correspondente. Ora, será esse assunto algo desinteressante para os estudiosos e cientistas? Não me dei por vencido e pesquisei com a expressão em espanhol, e a resposta foi a mesma: Sua pesquisa – “COACHING CUÁNTICO” – não encontrou nenhum artigo correspondente.

Minha conclusão: nasce então um claro estímulo aos pesquisadores, cientistas e estudiosos para avançarem na produção de trabalhos afins ao que, popularmente, chama-se Coaching Quântico. Que se construa uma base científica, e não somente retórica, para dar sustentação a essa promessa de resultados e à metodologia aplicada em nome do processo que assume “criar experiências de vida com mais autoconsciência, autocapacitação e em alinhamento ao Universo”. Seja usando métodos qualitativos ou quantitativos, é fundamental que o Coaching Quântico seja alvo de estudos e pesquisas, a partir do que ganhe solidez para garantir resultados ao cliente e respaldo ao coach.

Finalizando, busquei identificar conteúdos no youtube que, de alguma forma, trouxessem bom complemento ao tema. Em meio a várias contribuições ali existentes, escolhi uma que me pareceu a mais acirrada e dura crítica à associação da expressão Coaching com a expressão Quântico, desenvolvida pelo youtuber Schwarza, escritor e criador do canal de ciência Poligonautas, com cerca de 900 mil seguidores (http://www.youtube.com/watch?v=78LWYwC2hzc). Do outro lado, apresento um vídeo com Wallace Lima, que já foi aqui citado e tem uma grande presença com mais de 100 mil seguidores (http://www.youtube.com/watch?v=0VRGXSVBL_U).

Amigos leitores, peguem suas fichas e façam as suas apostas: qual desses dois é o comentário vencedor? Haverá um comentário vencedor? Ou haverá ponto intermediário em que deveremos nos concentrar? Eu, pessoalmente, agradeceria muito receber comentários e depoimentos de coaches e de coachees a respeito desse assunto, bem como algum texto científico que mostre a validade da aplicação corrente da expressão “Coaching Quântico”. Um abraço a todos.

Mario Divo Author
Mario Divo tem incrível experiência profissional, tendo chegado a meio século de atividade ininterrupta, em 2019. É PhD e MSc pela Fundação Getulio Vargas, com foco em Gestão de Negócios, Marcas e Design, Marketing e Comunicação Corporativa. Tem formação como Master Coach, Mentor e Adviser pela Sociedade Brasileira de Coaching e pelo Instituto Holos. Consultor credenciado para aplicação do diagnóstico meet® (Modular Entreprise Evaluation Tool), Professor e Palestrante. CEO e Coordenador Executivo da plataforma Dimensões de Sucesso, acumulando com o comando da MDM Assessoria em Negócios. Foi Diretor Executivo do Automóvel Clube Brasileiro e Clube Correspondente da FIA – Federação Internacional do Automóvel, no Brasil. Foi titular do Planejamento de Comunicação Social da Presidência da República (1997-1998) e, anteriormente, comandou a Comunicação Institucional da Petrobras. Liderou a Comunicação Institucional e a Área de Novos Negócios da Petrobras Internacional. Foi Presidente da Associação Brasileira de Marketing & Negócios, Diretor da Associação Brasileira de Anunciantes e, também, Conselheiro da Câmara Brasileira do Livro. Primeiro brasileiro no Global Hall of Fame da Aiesec International, entidade presente em 2400 instituições de ensino superior em 126 países e territórios, voltada ao desenvolvimento das potencialidades das jovens lideranças em todo o mundo.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa