fbpx

Autorresponsabilidade Cura: 7 Atitudes para Você Começar Agora Mesmo!

O mundo anseia pela cura. Você sabia que o componente primordial para a cura está dentro de você? Confira 7 atitudes para ajudar você nessa empreitada!

Autorresponsabilidade Cura: 7 Atitudes para Você Começar Agora Mesmo!

Autorresponsabilidade Cura: 7 Atitudes para Você Começar Agora Mesmo!

O mundo anseia pela cura, seja por um remédio ou milagre divino. Você também se vê nessa expectativa? E se eu te contar que o componente primordial para a cura está dentro de você?

O dom da cura não é exclusivo dos profissionais incríveis que atuam na área da saúde, nem de pessoas evoluídas espiritualmente; a cura é um trabalho mental e físico.

Hoje eu falo sobre isso com propriedade, pois além da ciência já ter nos apresentado diversos estudos que comprovem o que eu vou te contar aqui, eu sou uma eterna praticante desses conceitos e quanto mais eu os aplico na minha própria vida, maior a minha convicção quanto à eficácia dessas ideias.

Quando eu me refiro à cura, não falo apenas sobre saúde física, mas também saúde emocional, espiritual e porque não, financeira. É por isso que eu vou me atrever a chamar esse conjunto de atitudes de “prescrição”, te convidando a colocá-las em prática desde já.

Atitude 1: NEGAÇÃO 

Eu vou chamar aqui de “confrontamento de crenças”, o que significa “declarar como não verdade o que parece ser verdade”. É saber usar o poder do “não” para rejeitar o que interfere em seu processo de cura. Ex.: “Eu tenho tal comorbidade e por isso morrerei se pegar essa doença”. Diga, com ênfase, diante de pensamentos e afirmações negativas: “não, não e não”. Evite decretar o pior antes que ele aconteça.

Atitude 2: SILÊNCIO 

Pare de se contaminar com mensagens que geram medo e pavor. Tape os ouvidos para os pessimistas e manipuladores de plantão; silencie sua boca quanto aos murmúrios e reclamações; foque então no que há de bom e, claro, continue se cuidando!

Atitude 3: PERDÃO 

Um corpo, mente e coração cheios de venenos causados pela mágoa e rancor não podem ser curados. E antes que você me diga que não há o que perdoar – e eu concordo plenamente com isso quando penso nos benefícios de todos os acontecimentos para a nossa evolução -, vale muito a pena fazer uma reflexão mais profunda sobre esse aspecto, incluindo a importância de perdoar a si mesmo. Ralph Waldo Emerson disse que “todo mal a que não sucumbimos é benéfico”. Decida perdoar e os benefícios surgirão!

Atitude 4: AFIRMAÇÃO 

Cada palavra que dizemos fica registrada em nosso corpo fazendo vibrar nossas células e átomos. É altamente destrutiva a vibração das palavras negativas, sabia?

Nossa imunidade aumenta quando as células do nosso corpo vibram na frequência de palavras positivas; essas sim, mudam nosso sentimento e reforçam os pensamentos positivos em nós. Essa tríade é mágica!

Que tal praticar? A seguir algumas sugestões de afirmações positivas:

  • Eu agradeço porque a cura já está acontecendo;
  • Meus sentimentos e pensamentos estão curados de todo o mal da negatividade;
  • A cura que a minha alma precisa já está atuando em meu ser.

Atitude 5: GRATIDÃO  

Agradecer, louvar, bendizer tudo o que há de bom ao nosso redor é incrível para que a cura se manifeste. Mesmo se não houvesse nenhuma razão para sentir gratidão, poder respirar é um grande motivo, especialmente diante desse contexto desolador em que nos encontramos. Pelo que você é capaz de agradecer hoje? Desafie-se até mesmo a agradecer pelo que não está bom, porque a Sabedoria infinita que rege a vida com maestria, não comete falhas, por mais que a nossa mente limitante queira dizer que sim.

Atitude 6: AMOR  

Catherine Ponder, que me inspirou a compartilhar esses ensinamentos, diz em seu livro “Leis Dinâmicas da Cura” que, “geralmente, a doença se origina de uma violação da lei do amor”.

O amor é a chave para o despertar divino que a humanidade está necessitando. Recentemente eu fiz um compromisso comigo mesma e então registrei no IGTV: efetuar mudanças que me ajudem a tornar o mundo melhor; por isso eu decidi me trabalhar quanto ao julgamento, que nada mais é do que um discurso de ódio que drena nossa amorosidade e adoece a nossa alma.

Atitude 7: DOAÇÃO 

Não me refiro apenas a coisas materiais, mas ao que temos de mais precioso que pode ser doado. Eu amo estudar, escrever, compartilhar minhas ideias com as pessoas e por isso escrevi um livro; agora decidi ampliar esse bem para um número maior de pessoas e é por isso que estou aqui, compartilhando essas ideias  com você. Agora, falando de coisas materiais, que tal o seguinte exercício ao término dessa leitura?

Dedique um tempo para separar o que, apesar de ter alguma utilidade, não te faria falta. Diferente de dizer para doar o que não te serve mais, não é? Tem coisas que até nos servem, mas que não usamos e isso é apego. Enquanto esvazia gavetas, armários de roupas e de utensílios do lar, estabeleça a intenção de esvaziar-se também da comparação, do julgamento, da negatividade, da crítica, da autoexigência, do perfeccionismo, da murmuração, da mágoa, das crenças que ficam tirando de você esse poder concedido por Deus ao te colocar aqui.

Quais dessas atitudes mais te fazem refletir? Do que mais você sente que precisa se esvaziar?

Eu escrevi esse texto de forma abrangente, além dos papéis que exercemos, sobretudo o de liderança que é o tema da minha coluna, pois antes de qualquer papel, existe um ser humano. Nesse momento da vida, precisamos cuidar do nosso ser, acessar nossa essência. Ouvir mais o coração e permitir que ele se una assim ao poder da nossa mente a favor dos nossos resultados. Seja em um cargo de liderança ou em qualquer área da vida.

Se esse texto fez sentido para você, então compartilhe-o e permita que outras pessoas tenham acesso a esse conteúdo.

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre atitudes que curam? Então entre em contato comigo. Terei o maior prazer em responder.

Grande abraço e até o próximo mês.

Shirley Brandão
https://shirleybrandao.com.br/

Confira também: Liderança Autêntica: Como falar sobre ela nesse cenário que vivemos?

 

Shirley Brandão acumulou mais de cem mil horas exercendo cargos de alta liderança ao longo de seus 31 anos de experiência. É administradora; Especialista em Liderança e Gestão Organizacional pela Franklin Covey, Pós-graduada em Coaching, Liderança e Consultoria pela Organização Condor Blanco/Chile; Master Coach. Desenvolve programas personalizados para líderes utilizando técnicas de Coaching e Mentoring. É sócia-fundadora do Grupo Vivencial Eu Pleno – Terapia e Coaching Vibracional (Brasil/Atacama/Capadócia); Criadora do workshop online Viva Sua Melhor Versão; Facilitadora Internacional do Método Heal Your Life de Louise Hay; É sócia-fundadora do Workshop Outdoor Vivencial A Jornada do Propósito; Conferencista Internacional já tendo ministrado palestras em Londres e Nova York. Certificada MBTI Step I e II. Escritora, autora do livro O Caminho de Shanti – O Perdão Muda Tudo, Editora Hércules. Membro Honorífico da AILB – Academia Internacional de Literatura Brasileira ocupando a cadeira de número 183. Shirley atribui sua ascendência profissional à sua forte paixão pelo desenvolvimento humano. Seu propósito de vida é fazer as pessoas acreditarem que podem voar e assim fazê-lo à altura de seus sonhos.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa