fbpx

Autoconhecimento: A Base para a Liderança de Alta Performance

Descubra como o autoconhecimento pode transformar sua liderança e potencializar os resultados do seu time. Conheça 3 pontos essenciais para desenvolver uma liderança de alta performance.

Autoconhecimento: A Base para a Liderança de Alta Performance

Autoconhecimento: A Base para a Liderança de Alta Performance

O quanto de fato os resultados de um time são influenciados por uma liderança? Parece óbvio que as lideranças conduzem mudanças de impacto. Mas será que os líderes compreendem que seu estilo de liderar, a forma de autoconhecer e gerenciar seus pontos fortes, podem potencializar ainda mais seus times?

De acordo com pesquisas da Gallup e Gartner, mais de 73% das lideranças não se sentem preparadas para liderar. E apenas 20% dos colaboradores acreditam que utilizam seus pontos fortes no trabalho. Isso nos chama atenção sobre o quanto o autoconhecimento vira o jogo dos negócios.

Ram Charan nos apresenta o pipeline de liderança com 8 níveis. E ficamos, na maioria das vezes, conectados com a gestão de times, de líderes e negócios. Mas negligenciamos a liderança de si mesmo.

Achamos que já sabemos e não precisamos retroalimentar esta base. Diante de resultados dentro da meta esperada, fica fácil a gestão de pessoas, mas e quando precisa de mudanças e seu estilo parece não funcionar? Será que você consegue, de fato, inspirar, ensinar e influenciar da maneira correta?

A jornada de autoconhecimento começa com o aumento da consciência. Com isso, a sua autorresponsabilidade se fortalece e suas tomadas de ação fica mais segura e assertiva. Criamos, desta forma, mais repertório e fazemos este ciclo de autoconhecimento girar.

Sem autoconhecimento não existe encantamento.

Para apoiar, quero dividir 3 pontos essenciais para seu plano de ação:

  • Avalie seu Perfil: Conheça seus pontos fortes, sabotadores e impacto nas equipes. Processos como terapia, mentorias, feedbacks sobre seu momento te apoiam na tomada de consciência e ajustes necessários.
  • Rituais e Modelos de Gestão: Será que você conhece de fato seu time? Sabe até onde pode ir com eles? Como eles aprendem? Você consegue conectar os valores da empresa nos rituais para gerar mais comprometimento e performance? Nos reports de metas e projetos, pode utilizar aqueles 10 minutos finais para gerar conexão.
  • Relacionamentos Interpessoais: Como anda seu networking e contato com as pessoas a sua volta? Você tem um mapa do quanto sua rede te fortalece e apoia nos seus projetos? Só fazer reunião para despachar demanda não garante a parceria. Fica a dica.

Com estes 3 elementos, você pode gerar mais performance. Mas não se esqueça, tudo começa por e com você. Coloque a máscara em você primeiro para poder respirar e ajudar os outros.

Gostou do artigo?

Quer saber mais por que o Autoconhecimento é a base para uma liderança de alta performance? Então, entre em contato comigo. Terei o maior prazer em te ajudar.

Aline Gomes
https://www.instagram.com/sacadasdecarreira/
liugomes@yahoo.com.br

Confira também: Networking: 7 Erros na Conexão Profissional e Como Evitá-los

Palavras-chave: autoconhecimento, liderança de alta performance, liderança e autoconhecimento, desenvolvimento de liderança, gestão de pessoas, autoconhecimento na liderança, como desenvolver liderança de alta performance, importância do autoconhecimento para líderes, estratégias de autoconhecimento para gestores, autoconhecimento e impacto nos resultados
Aline Gomes Author
Aline Gomes é uma inquieta que adora potencializar a performance dos profissionais. Psicóloga, Pós Graduada em Administração de Empresas com 5 certificações em Coaching, atuou por mais de 10 anos como Executiva de RH com projetos estratégicos no Brasil e América Latina. Atualmente é empreendedora na Make Different, Head dos cursos in company da Escola Conquer e professora do Leadership Experience. É criadora do Sacadas de Carreira, blog que gera conteúdos para acelerar a carreira dos profissionais.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa