fbpx
Anúncios

Aproveite a crise!

É preciso ter claro que as crises também são oportunidades para a revisão daquilo que já não está funcionando tão bem, da maneira como estão agindo e se posicionar de outra forma diante dos fatos e situações.

Para dizer a verdade, desde que eu me conheço por gente, sempre escutei que o Brasil está em crise. Meu avô já falava delas quando eu era pequena. Foram muitas, o que me faz pensar que somos um país expert em crises. Algumas mais profundas, outras nem tanto. A que estamos vivendo hoje será mais uma para nossos arquivos históricos.

É preciso ter claro que as crises também são momentos de oportunidades para revisão daquilo que já não está funcionando tão bem e mudar.

Nesse sentido, se a pessoa, empresa, estado ou nação estão em crise, esse é o momento de rever a maneira como estão agindo e se posicionar de outra forma diante dos fatos e situações.

Muitas empresas precisarão rever seus quadros de funcionários e se ajustar ao momento, mas só demitir não resolverá o problema. É uma ação rápida, com resultado a curto prazo e sem visão de futuro. Será preciso rever projetos e processos e definir novas metas e políticas de investimento para que se consiga superar os momentos difíceis sem sucumbir. É necessário manter os melhores profissionais em seus quadros e desenvolver novos, porque as crises passam e a vida continua.

Isso vale também para o profissional. Se a sua situação na empresa não está boa, ou se sua relação no trabalho atual não o agrada, o que você pode fazer para mudar? Estabeleça prioridades e faça uma reserva financeira, se não a tem, infelizmente, segundo as pesquisas da Serasa Experian, 69% dos brasileiros não poupam.

Não deixe de incluir nos seus planos algum investimento em qualificação profissional. Há muitas empresas e associações que oferecem cursos e palestras gratuitas que podem ajudar a alavancar contatos e melhorar a qualificação. Sorte é quando você está preparado para uma oportunidade que surge, e azar é exatamente o contrário.

Pense em sua carreira como investimento de médio prazo, não imagine que os resultados virão no dia seguinte à sua matrícula em um curso. Busque praticar seus conhecimentos, mesmo que seja em ações voluntárias. Pense no aprendizado e no quanto pode tirar de proveito da situação. Cabeça erguida! Nada de ficar reclamando como vítima das circunstâncias.

Adriana Gomes é Mestre em Psicologia – UNIMARCO, pós-graduada em Psicologia Clínica, Psicóloga, (CRP 30.133), Coach certificada pela Lambent do Brasil e reconhecida pela ICC – International Coaching Community. Carreira de 25 anos nas áreas organizacional e clínica (Psicoterapia, Orientação de Carreira). Ex-vice-presidente do Grupo Catho, empresa onde atuou como Headhunter, Executive Search e Outplacement atendendo empresas nacionais e multinacionais de grande porte. Coordenadora Acadêmica da área de Pessoas dos Cursos de Pós Graduação da ESPM, Coordenadora do Centro de Carreiras da ESPM – Centro de Orientação de carreira para alunos dos cursos Master e MBA, Coordenadora do Núcleo de Estudos e Negócios em Desenvolvimento de Pessoas da ESPM, Professora no curso de pós-graduação da ESPM na Cadeira de Pessoas. Atuou como Professora do Instituto Pieron de Psicologia Aplicada no curso de Especialização em Orientação Profissional. Membro da ABOP – Associação Brasileira de Orientadores Profissionais. Autora dos Livros: Tô Perdido! Mudança e Gestão da Carreira editora Qualitymark – 2014 e Mudança de Carreira e Transformação da Identidade LCTE 2008. Atualmente colunista do Jornal folha de S.Paulo na seção Negócios e Carreiras, Colunista de Carreira da Rádio Bandeirantes – Coluna Carreira em Foco, foi colunista e colaboradora no portal EXAME.com, Blogueira dos sites HSM e Click Carreira, palestrante e Diretora do site www.vidaecarreira.com.br.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa