fbpx

Aprenda a planejar para investimentos e gastos extras de sua empresa

Como planejar sua empresa para o crescimento ou para intempéries que o mercado pode ocasionar? Muitos administradores afirmam que não é possível fazer previsões relativas ao mercado. Pode até ser, mas isso não impede que se esteja organizado!

Como planejar sua empresa para o crescimento ou para intempéries que o mercado pode ocasionar? Muitos administradores afirmam que não é possível fazer previsões relativas ao mercado. Pode até ser, mas isso não impede que se esteja estrategicamente organizado para ter capital investido para o crescimento e imprevisto.

Boa parte pode afirmar que a empresa já vive no fio da navalha e que falar sobre investimento soa como insano, porém em todas as situações é possível investir. Não é possível investir sem que antes se poupe, esse é o quarto pilar da Metodologia DSOP. Nele, trato do ato de reter, guardar dinheiro.

O primeiro passo para uma empresa se preparar para investir é realizar um diagnóstico, definindo quais são seus objetivos. Posteriormente, terá que adequar seu orçamento empresarial a esses objetivos, aprendendo a poupar o dinheiro de forma direcionada para que eles se realizem.

Com essa estratégia se direcionará o dinheiro necessário para investir no empreendimento atual ou futuro, bem como estar preparado para aproveitar as oportunidades ou mesmo atender a alguma emergência em seus negócios.

A capacidade de poupar é de fundamental importância para a execução do Plano de Ação, pois para isso você vai depender de recursos financeiros para viabilizá-lo.

Mas existem algumas regras básicas para poupar que detalho abaixo:

  • Conheça a situação financeira do seu negócio, só assim será capaz de gastar menos, reduzindo ou eliminando os custos improdutivos e os desperdícios;
  • Gaste menos, sendo assim capaz de administrar melhor as necessidades financeiras e as dívidas da empresa;
  • Administre melhor as necessidades financeiras e as dívidas, sendo capaz de economizar dinheiro;
  • Economize para construir a solidez financeira necessária à realização dos sonhos.

Também lembro que existem aspectos fundamentais relacionados diretamente com o ato de poupar. São eles: a preocupação em reduzir custos improdutivos e o desperdício. Os custos improdutivos são os que não agregam valor ao negócio ou ao cliente e devem ser eliminados, gradativamente, para não desperdiçar o dinheiro da empresa.

Tenha também consciência da importância de direcionar os colaboradores para essa situação de poupança. Se possível, dê exemplos reais. Faça com eles a conta de quanto dinheiro poderia ter sido poupado pela empresa com determinados gastos para realizar mais sonhos e preservar o emprego de todos.

Isso feito, a área financeira deverá estar preparada para aplicar de forma consciente o valor poupado, o que pode ser feito no mercado financeiro ou mesmo em investimento para o crescimento, mas sempre atendo para que esses investimentos não possam prejudicar o capital de giro da empresa, que deve sempre ter reservas financeiras para as emergências.

Reinaldo Domingos é PhD em Educação Financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira. Está a frente do canal Dinheiro à Vista, é colunista do de diversos meios de comunicação. Autor de diversos livros sobre o tema, como o best-seller Terapia Financeira e o livro Empreender Vitorioso.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa