Alinhe a vaga ao perfil ideal

Você sabia que o maior erro no processo está na imprecisão da descrição do cargo solicitado, dificultando o alinhamento com o perfil do suposto candidato?

De fato sabemos que a melhor forma de obter sucesso com uma equipe, é priorizar a contratação ou remanejamento desde o início para que se contrate profissionais adequados para cada função, além de fazer o seu alinhamento nas questões técnicas juntamente com o perfil e valores da empresa.

A empresa precisa de uma estruturação, principalmente no que tange o seu departamento de RH, o maior erro está na imprecisão da descrição do cargo solicitado dificultando o alinhamento com o perfil do suposto candidato.

Princípios importantes:

  • Defina a estratégia que será implementada, incluindo roteiro, ações, fontes para captar talentos, descrição dos cargos disponíveis e qual é o perfil ideal relacionado com a missão, visão e valores da empresa;
  • Faça uma descrição bem feita e criteriosa da vaga com os seus atributos e habilidades mais relevantes, e depois alinhe ao perfil do candidato ou ao perfil de um colaborador já existente em seu quadro;
  • Tenha tempo disponível em detrimento ao recrutamento;
  • Componha o quadro de recrutadores com pessoas especializadas e preparadas;
  • Utilize ferramentas adicionais, principalmente para análise comportamental, perfil, habilidades, talentos e valores dos candidatos;
  • Dê feedback para os candidatos que não passaram pela seleção. Hoje a maior crítica em cima dos recrutadores é exatamente a falta do retorno para os profissionais;
  • Lembre-se, o profissional “X” de hoje, pode não ter se adequado ao cargo específico, mas poderá se adequar a um outro cargo que abrirá na organização. Respeite todos os candidatos selecionados ou não;
  • Cuidado ao descrever que procura profissionais com proatividade e comunicação relacionada à liderança.

“Proatividade” é uma palavra bastante falada no meio corporativo. No momento do processo seletivo é uma das cinco habilidades que seis em cada dez empregadores buscam nos profissionais. E muitos, tanto empresa, quanto profissionais, confundem “proatividade” com “produtividade”.

A proatividade, é o comportamento de antecipação e de responsabilização pelas próprias escolhas e ações frente às situações impostas pelo meio.”

A proatividade é uma habilidade muito requerida, porém o importante é a certeza de que o profissional possa tomar a iniciativa sozinho e que não irá se sobrepor à cultura interna da empresa.

Comunicação na liderança é exigida, mas lembre-se que os melhores líderes ouvem mais do que falam para consagrar empatia com a equipe, costumam trabalhar com a diversidade de ideias e soluções geradas pela equipe como um todo.

Estabeleça critérios claros e objetivos para os colaboradores que compõem o seu quadro e pretendem alcançar outros cargos dentro da empresa, fatores como: resultado na meta, relacionamento com outros colaboradores, clientes, fornecedores, comprometimento, perfil adequado para o cargo pretendido e principalmente qualificação acadêmica e cursos extracurriculares.

Neste item tem um exemplo interessante: nem sempre o vendedor extraordinário é qualificado para gerenciar uma equipe e o oposto também acontece.

O vendedor extraordinário tem sangue nos olhos, ele busca resultado, tem agressividade na negociação, no fechamento, além de estar disposto a ir até as últimas consequências para convencer o cliente de que ele tem o melhor negócio.

Já imaginou uma equipe ser conduzida por este perfil, ele manda e os demais obedecem, não escuta, contraria todas as objeções, não motiva e nem engaja a equipe, resultando em uma equipe desmotivada com a perda de talentos.

A empresa perderá o vendedor extraordinário e sua equipe, iniciando assim um novo processo de contratação, treinamento e desenvolvimento com custos elevados e principalmente a perda de um mercado já conquistado.

Principais vantagens do processo de seleção bem estruturado

Diminuir o tempo do processo: processos longos perdem grandes profissionais para outras vagas, além de sugar a energia dos recrutadores que deveriam estar desenvolvendo novas estratégias para a empresa.

Assertividade em sua escolha: Após o cargo estar bem definido, selecione o profissional que se encaixa perfeitamente com os critérios e cultura da empresa, utilize as várias ferramentas disponíveis na análise comportamental de perfil e faça o cruzamento com as habilidades exigidas.

Utilize o quadro de colaboradores: Com a ajuda da tecnologia implantada, identifique o perfil que se adeque às necessidades da vaga exigida, certamente encontrará o perfil ideal bem perto de você e já alinhado à cultura da empresa.

Defina uma estratégia para atrair novos talentos: Analise e pesquise qual o melhor canal para a divulgação da vaga.

Este canal irá determinar o tipo de perfil atraído para a sua seleção. Hoje podemos contar com inúmeros canais, principalmente as redes sociais, através delas temos uma definição bem ampla sobre supostos candidatos antes mesmo do teste do perfil comportamental.

Trabalhe na seleção humanizada: princípio importante e relevante que colabora com a imagem da empresa e avaliação minuciosa do candidato, indo além da analise de currículos.

Escute e receba indicações internas: Muito relevante quando a vaga exige confiança e como vem de um colaborador que já conhece a cultura da organização, certamente o seu indicado terá seu processo de adaptação no novo cargo muito mais rápido.

Entreviste, faça dinâmicas e avalie.

“Através de um processo bem estruturado e planejado você contratará profissionais alinhados à cultura da empresa e à vaga disponível, formará equipes de alta performance, reduzirá a evasão de talentos e certamente a empresa será conhecida por ser a melhor empregadora!”

“Inove seu presente e surpreenda o seu futuro”

Adriane Yared

⚙️ AYCOACHING
Adriane Yared tem mais de 23 anos de experiência na área comercial, Mastercoach Vendas e Liderança, Palestrante, Design Thinker e Mentora Comercial. Graduada em Propaganda e Marketing, MBA Trends & Innovation, Pós MBA em Design Thinking e Master em Design Thinking. Coach certificada pela Sociedade Brasileira de Coaching, membro da Companhia do Coaching, Talk Coaching e Busca Coach. Com artigos publicados na Revista Coaching e Administradores.com. Co-autora no Manual do Relacionamento com o Cliente, capítulo: “Arrumando a Casa” – Rumo ao sucesso no relacionamento com seu cliente. Co-autora do livro “Fator.E o empreendedorismo como forma de transformar pessoas e empresas.” (projeto DUNA WRITERS). Seu principal propósito esta em Desenvolver o potencial dos profissionais de vendas, atendimento e liderança, todos centrados no 5º P “pessoas”, tudo integrado as diversas áreas estudadas somadas a expertise e experiências.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa