fbpx

A possibilidade é grande, mas a probabilidade também é?

Em uma hora como essa, como sair desse emaranhado de fatos e dúvidas? Precisamos aprender a trabalhar a diferença entre possibilidade e probabilidade.

diferença entre possibilidade e probabilidade

Em uma hora como essa, como sair desse emaranhado de fatos e dúvidas? Precisamos aprender a trabalhar a diferença entre possibilidade e probabilidade.

A cada instante nos deparamos com tomadas de decisão. Quando se fala de tomada de decisão não estamos nos referindo somente resolver pontos a respeito de grandes pautas. Ou grandes definições na vida, como por exemplo: a compra de uma casa, um casamento, mudança de emprego etc. Estamos nos referindo também às pequenas ações diárias.

Decidimos se vamos chegar no horário para um compromisso, se vamos ler um livro ou um artigo, se vamos conversar com aquele amigo que está distante, entre tantas outras ações no dia a dia.

Além disso, vamos decidir se vamos refletir sobre um determinado assunto (sim, até mesmo se vamos cuidar dos nossos pensamentos ou não), se vamos nos sentir ofendidos, se vamos deixar aquele assunto pendente ou se vamos resolvê-lo definitivamente.

Dentro do nosso processo de decisão estão vários fatores. Por exemplo, usar o “e se”. E se fizer assim o que irá acontecer? E se agir de tal maneira o resultado será x ou y?

Usando esse processo vamos nos deparar com hipóteses. Dessa forma teremos um leque de alternativas mas também com elas um leque de incertezas.

E então, em uma hora como essa, como sair desse emaranhado de fatos e dúvidas?

Precisamos aprender a trabalhar a diferença entre possibilidade e probabilidade.

Possibilidade tem o seu contrário, algo pode ser visto como possível ou como impossível.

Probabilidade é quantificável em graus, por exemplo: posso ir de transporte público mas a probabilidade disso acontecer é mínima.

Precisamos usar esses conceitos em nossas reflexões. Não é “tudo a mesma coisa”. Precisamos colocar as coisas em seus devidos lugares.

A possibilidade é um acontecimento. A probabilidade é uma teoria.

Outro exemplo: tenho a possibilidade de comprar esse carro mas a probabilidade de não conseguir pagar o financiamento é enorme.

É muito interessante quando podemos sair do automático e então refletir sobre esses dois pontos para decidir algo.

Vamos pensar no que está acontecendo nesse momento, estamos em uma pandemia. Por mais que os cientistas estejam se esforçando para encontrar cada vez mais informações sobre a doença, vemos novas notícias todos os dias. Quase nenhuma que seja definitiva, pelo contrário, o que mais vemos são possibilidades.

Porém, algo muitíssimo importante está claro, aqueles que usam máscara de forma correta tem grande probabilidade de estar protegido da doença.

Probabilidade se refere a uma chance, a uma tendência, a uma proporção.

Aquele relacionamento é possível, qual a probabilidade de você ser feliz nele?

A possibilidade de começar um curso de inglês é muito pouca, mas qual a probabilidade de alcançar o cargo x sem estudar esse idioma?

Qual a probabilidade de pagar as prestações daquela casa?

Pense, reflita e tome suas decisões. Não deixe que boas oportunidades de se cuidar e de ser feliz passem por falta de uma boa análise e procrastinação.

Crie possibilidades com grande probabilidade de dar certo!

Gostou do artigo? Quer saber mais? Então entre em contato comigo. Terei o maior prazer em responder.

Rosângela Claudino
http://provoca.com.br/

Confira também: Saindo da automaticidade

 

Rosangela Claudino tem 29 anos de experiência profissional. Tendo vivenciado culturas organizacionais de portes e segmentos diferentes, como: Laborterápica Bristol e American Express. Com experiência em áreas de recursos humanos passou a atuar em consultoria própria de seleção, desenvolvimento de pessoas e implantação de gestão estratégica de RH, agregando conhecimentos e compartilhamento em outros segmentos como: alimentação, tecnologia e financeiro. Pós-graduada em Administração com foco em RH e Marketing, com Formação em Coach reconhecida pelo ICF (International Coaching Federation) e Psicanalista formada pelo Centro de Estudos Psicanalíticos, atua também em conselho de administração e atende em consultório particular. Mentora e Coach do programa, PROVOCA – Programa Vocação e Carreira, desenvolve e atua em seus atendimentos valendo-se de técnicas de Coaching, ferramentas de RH e gestão estratégica de negócio, associadas a escuta diferenciada da psicanálise.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa